Levante Ideias - Amazon

Resultados da Amazon (AMZN) do 2T21

A Amazon (AMZN) apresentou nesta quinta-feira (29), após o fechamento do mercado, os seus resultados do segundo trimestre de 2021. Os números vieram mistos, com receita líquida no meio da faixa de projeção e lucro por ação, porém, acima do esperado.

A receita líquida foi de US$ 113,1 bilhões, no centro do guidance, que ia de US$ 110 bilhões a US$ 116 bilhões. O crescimento na comparação anual foi de 27%.

O resultado operacional medido pelo Ebit foi de US$ 7,7 bilhões, um crescimento de 32% na comparação anual. A margem operacional ficou em 6,8%, um aumento de 0,2 pontos percentuais.

Ademais, o lucro por ação foi de US$ 15,12, bem acima dos US$ 10,30 do 1T20. O resultado é superior ao esperado, que girava em torno dos US$ 12,28 por ação.

Guidance: a companhia esperava uma receita líquida entre US$ 106 bilhões e US$ 112 bilhões no 2T21 (crescimento de 10% a 16%) e resultado operacional (Ebit) entre US$ 2,5 e US$ 6 bilhões.

E Eu Com Isso?

O resultado da Amazon foi regular, no centro do guidance de receitas e sem ganhos expressivos de margem operacional.

Logo, esperamos um impacto negativo no preço das ações AMZN no curto prazo.

As projeções para o 3T21 também não foram animadoras, o que deve gerar uma série de reavaliações das projeções para baixo.

Receita por região: na América do Norte, a receita foi de US$ 67,55 bilhões, crescimento de 30% e margem operacional de 4,7% (ganhos de 0,8 pontos percentuais).

No resto do mundo a receita foi de US$ 30,72 bilhões, crescimento de 36% e margem operacional de 1,2% (queda de 0,3 pontos percentuais).

Segmentação por canal: e-commerce 1P receitou US$ 53,15 bilhões, crescimento de 16%; lojas físicas apresentou receitas de US$ 4,2 bilhões, crescimento de 11%; e-commerce 3P (marketplace) teve receita de US$ 20,08 bilhões, crescimento de 30%.

Além disso, a receita com serviços de assinatura (Prime) foi de US$ 7,9 bilhões, crescimento de 32%; a receita da Amazon Web Services (AWS) foi de US$ 14,8 bilhões crescimento de 37%. A receita no segmento “outros”, principal avenida de crescimento da publicidade digital, foi de US$ 7,9 bilhões, crescimento de 84%.

De acordo com a nossa avaliação, o destaque positivo foi oriundo do e-commerce (1P), com compressão expressiva das taxas de crescimento.

Os destaques positivos vieram da AWS, outros e assinaturas, que seguem desempenhando e crescendo bem.

Este conteúdo faz parte da nossa Newsletter ‘E Eu Com Isso’.

e-eu-com-isso

Leia também: Resultados da BlackRock.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Política sem Aspas, por Felipe Berenguer
Política Sem Aspas

Qual Terceira Via? | Política sem Aspas

Expressão largamente utilizada nos noticiários e na política brasileira, especialmente nesta última década, a “Terceira Via” foi consagrada a partir de teoria elaborada por um

Read More »
Levante Ideias - Câmara dos Deputados
E eu com isso

Rumo ao plenário

Na esteira do que antecipamos nesta quinta-feira (23), a comissão especial da Câmara dos Deputados aprovou a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) 32/2020, que

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.