O que é IFIX - Funcionamento de Índice

Você sabe o que é IFIX, qual a sua importância e como ele funciona?

Você sabe o que é IFIX? Entende o seu funcionamento e a sua importância para o mercado financeiro?

Compreender para o que serve o IFIX é fundamental para investidores que buscam bons desempenhos ao investir em Fundos Imobiliários.

No mercado financeiro, há diversos índices (como o Índice Bovespa) que auxiliam os investidores em suas análises. Isto é, valer-se de tais índices ajuda a fazer escolhas mais assertivas, o que pode resultar em um maior retorno sobre o dinheiro investido.

O IFIX, por exemplo, é um índice relacionado ao mercado de Fundos Imobiliários que muitos não conhecem. Sua função é medir o desempenho da carteira de ativos composta por Fundos de Investimento Imobiliário (FII).

Pensando em investidores que querem saber mais sobre o que é IFIX, bem como as suas funcionalidades, nós, da Levante, elaboramos este artigo.

O que é IFIX?

O Índice de Fundos de Investimento Imobiliários (IFIX) foi criado com o objetivo de auxiliar o investidor a tomar decisões neste tipo de mercado.

Lançado em 3 de setembro de 2012, ele incorpora, para o seu cálculo, informações a partir do dia 30 de dezembro de 2010.

Além disso, o IFIX é caracterizado como um índice de retorno total que permite identificar o desempenho médio de parte dos FIIs negociados na Bolsa de Valores (B3).

Qual o critério de ponderação do IFIX?

Tendo em vista o que é IFIX e a sua funcionalidade, também, é necessário conhecer sobre outros fatores.

Dentre eles, que a sua ponderação é feita por meio do valor de mercado das cotas do Fundo Imobiliário. De acordo com a B3, no Índice, a participação de um Fundo não pode ser superior a 20%. Isto é, caso isso ocorra, são necessários ajustes de peso.


Quer começar a investir em Fundos Imobiliários com o pé direito em 2021?

Então, baixe agora o nosso Guia Completo dos Fundos Imobiliários gratuitamente e veja tudo o que você precisa saber para investir em FIIs!

O que é IFIX - E-book Fundos Imobiliários


Para que os Fundos possam compor o cálculo do Índice, é essencial que estejam listados na Bolsa.

Como já citado, caso algum ultrapasse o limite de 20%, é preciso recalcular e redistribuir os demais ativos da carteira. Isso deve ocorrer de forma proporcional a fim de se respeitar esse limite.

Quais Fundos Imobiliários fazem parte do Índice?

O principal critério para a escolha dos Fundos que farão parte do Índice é estar listado na Bolsa de Valores.

A partir disso, de acordo com a B3, podem ser selecionados novos ativos que respeitem os seguintes critérios:

  • Estar classificado entre os ativos elegíveis que, no período de três carteiras anteriores, representem um conjunto de 95% no somatório total desses indicadores, em ordem decrescente de Índice de Negociabilidade (IN);
  • Ter presença em pregão de 95%, no período de vigência de três carteiras anteriores;
  • Não ser classificado como Penny Stock, ativos cujo valor médio calculado é inferior a R$1,00;
  • Ter sido objeto de Oferta Pública no período de vigência de três carteiras anteriores.

A partir desses critérios e dos limites de peso estabelecidos, são escolhidos os Fundos que farão parte do Índice.

Para saber quais os FIIs exatos que compõem o Índice de Fundos de Investimentos Imobiliários (IFIX B3), basta clicar no link anterior.

Qual a importância do IFIX?

Agora, falaremos mais especificamente sobre a importância do IFIX.

Em suma, a importância do IFIX consiste no fato de ele, assim como outros índices relevantes do mercado, servir como um “termômetro” para os investidores.

Ou seja, o desempenho de sua carteira teórica – composta por grandes FIIs negociados em Bolsa – indica a situação geral da classe de Fundos Imobiliários.


Inscreva-se gratuitamente em nossa Newsletter ‘E Eu Com Isso’ para receber diariamente as principais notícias do mercado que impactam seus investimentos!


Desse modo, ao acompanhar o IFIX, você pode observar a situação desse tipo de investimento de um modo mais claro. E isso, em geral, pode ajudá-lo a tomar as melhores decisões de investimento.

Por fim, esperamos que este artigo tenha ajudado você a compreender melhor o que é o IFIX e qual a sua importância. Caso tenha alguma dúvida, deixe-a nos comentários. Estamos sempre prontos para ajudá-lo!

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Construção
E eu com isso

Eztec: prévia do 4T20

Na noite de sexta-feira (15), a Eztec, uma das maiores construtoras do país, divulgou suas prévias operacionais para o último trimestre de 2020, após o

Read More »
Representação Vacina Covid - E Eu Com Isso
E eu com isso

Começou a vacinação

A enfermeira Mônica Calazans, de 54 anos, ganhou seus 15 minutos de fama no domingo (17) por ser a primeira brasileira a receber uma dose

Read More »
E eu com isso

EUA: Feriado e Resultados

Como em toda 3ª segunda-feira de janeiro, os Estados Unidos param para celebrar o “Dia de Martin Luther King”. Logo, não haverá negócios no mercado

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.

Fechar Menu
Fechar Painel