(Fonte: Divulgação)

Rumores de mudança no governo agitam mercado

A quinta-feira (23) foi um dia tenso no mercado, em que o dólar subiu 2,2 por cento para um recorde de 5,52 reais e o Ibovespa recuou 1,2 por cento após ter aberto em alta. Os motivos são bem conhecidos. Rumores não confirmados de que Sérgio Moro, ministro da Justiça, poderia pedir demissão. O movimento era a eventual exoneração de Maurício Valeixo da direção da Polícia Federal, fato que foi confirmado pelo Diário Oficial da União na manhã desta sexta-feira. Moro deverá conceder uma entrevista coletiva às 11 horas desta manhã, o que contribuiu para que a abertura dos negócios seja marcada por incerteza e expectativa.

Ministro mais popular do governo de Jair Bolsonaro, Moro ganhou notoriedade com os processos da Lava Jato, que levaram empresários e políticos ao cárcere, incluindo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ao assumir o Ministério, Moro disse que pretendia ampliar sua atuação como juiz, aprofundando e melhorando a legislação contra o crime e contra a corrupção. No entanto, sua atuação vem ficando aquém das expectativas. E a decisão de Bolsonaro de exonerar Valeixo pode tirar Moro do governo.

Sua saída é vista como um enfraquecimento do governo, o que pode gerar dificuldades na condução da política econômica e na aprovação das reformas. Isso é visto como negativo pelo mercado.

O último pregão da semana será marcado pela agenda política, com menos interferência dos mercados internacionais. O dia será de queda para Bolsa e alta para o Dólar que está sendo negociado a 5,60 reais na abertura.

INDICADORES – A prévia da Sondagem da Indústria de abril de 2020 indica recuo de 39,5 pontos do Índice de Confiança da Indústria (ICI) em relação ao número final de março, para 58,0 pontos, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV) na manhã desta sexta-feira. Caso esse resultado se confirme, essa será a maior queda mensal, com o índice alcançando o menor valor da série histórica.

Segundo a FGV, a queda da confiança em abril é resultado da forte deterioração da percepção dos empresários em relação à situação atual, e do pessimismo em relação aos próximos três e seis meses. O Índice de Expectativas caiu 47,3 pontos, para 48,9 pontos, e o Índice de Situação Atual recuou 31,0 pontos, para 67,8 pontos. O resultado preliminar de abril indica diminuição de 17,8 pontos percentuais do Nível de Utilização da Capacidade Instalada da Indústria (Nuci), para 57,5 por cento, o menor valor da série histórica.

A FGV divulgou também a expectativa de inflação dos consumidores brasileiros para os próximos 12 meses. O prognóstico subiu 0,3 ponto percentual em abril, para 5,1 por cento, o maior valor desde os 5,3 por cento registrados em julho de 2019. Houve redução de 0,2 ponto percentual em relação ao mesmo mês do ano anterior.

INTERNACIONAL – O mercado internacional está abrindo em leve alta, com os contratos futuros de S&P 500 avançando cerca de meio por cento. As ações se animaram um pouco com a perspectiva de mais auxílio governamental americano à economia. Steve Mnuchin, secretário do Tesouro, disse que o governo está planejando criar um mecanismo de empréstimos especificamente para a indústria de petróleo e gás, a fim de ajudá-la na atual extraordinária volatilidade. Nesta sexta-feira, o presidente Donald Trump deve ratificar o pacote de 484 milhões de dólares de ajuda às pequenas empresas aprovado pela Câmara nesta semana.

As encomendas de bens duráveis caíram 14,4 por cento em março.

Na véspera, o mercado se decepcionou com a notícia de que o medicamento remdesivir, produzido pela farmacêutica Gilead Sciences, não será a esperada solução para o covid-19. Em um comunicado, a Gilead classificou os resultados como “inconclusivos”.

* Este conteúdo faz parte do nosso boletim diário: ‘E Eu Com Isso?’. Todos os dias, o time de analistas da Levante prepara as notícias e análises que impactam seus investimentos. Clique aqui para receber informações sobre o mercado financeiro em primeira mão.

Leia também: Governo negocia cargos

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.

Recomendado para você

Política Sem Aspas

O desafio do teto – parte II

Na primeira parte dessa dupla de textos, concentrei-me em elencar e dissertar acerca das principais regras fiscais em voga hoje no Brasil. Naquela ocasião, deixei

Read More »
Artigos

Política acima de tudo!

O mercado vive uma certa trégua em relação à volatilidade mais acentuada de algumas semanas atrás. Discussões importantes foram adiadas para depois das eleições. Quem

Read More »
tipos de ações da bolsa de valores
Artigos

Empresas preparam IPOs

Nas últimas semanas, o número de prospectos de IPO protocolados na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) aumentou em quase dez, com as companhias “aspirantes” ao

Read More »
Artigos

Resultados da WEG

A Weg (WEGE3) apresentou nesta quarta-feira (21), antes da abertura dos mercados, os seus resultados referentes ao 3T20. Os números vieram bons e acima das

Read More »
Fechar Menu

Fechar Painel