planilha de gastos mensais

Como e Por Que Fazer uma Planilha de Gastos Mensais

Você já pensou em fazer uma planilha de gastos mensais para ajudar você com o seu planejamento financeiro? Essa prática é muito importante para quem quer cortar as despesas e começar a investir, já que permite uma visão geral de onde está sendo gasto seu dinheiro.

Quando colocamos tudo na ponta do lápis, fica muito mais fácil identificar quais são os gastos essenciais e os não essenciais do seu dia a dia.

Além disso, uma planilha de gastos mensais também o ajudará a ter previsões mais precisas dos seus objetivos — sejam eles quitar dívidas ou poupar para conquistar algo que você deseja, como uma viagem, um apartamento ou até mesmo a liberdade financeira. Isso ajuda não apenas na organização, mas também a manter o foco.

Neste artigo, vamos explicar quais são os itens essenciais que não podem faltar na sua planilha de gastos mensais e dar dicas de como mantê-la atualizada. Em seguida, vamos listar as melhores ferramentas que o auxiliarão nesse processo. Boa leitura!

Entenda o que incluir na planilha de gastos mensais

Antes de efetivamente começar a montar a sua planilha de gastos mensais, você deve reunir todas as contas que você paga mensalmente e listar todas as despesas presentes no seu dia a dia. Entenda!


Para investir melhor em ações e aproveitar as oportunidades de 2021, baixe agora o nosso e-book exclusivo e gratuito sobre o assunto! 

e-book-ações-levante


Despesas fixas

São aquelas que você tem mensalmente. Isso pode incluir:

  • com moradia, como aluguel, condomínio e IPTU;
  • contas de água, luz, telefonia e internet;
  • com plano de saúde, mensalidade da academia, planos de assinatura, cursos etc.

Ao reunir todas essas informações, você já terá um esboço do seu planejamento financeiro. Afinal, com essa simples prática, você já será capaz de identificar quais despesas poderão ser reduzidas ou até mesmo eliminadas do seu orçamento.

Despesas variáveis

São aquelas que estão presentes no seu cotidiano, mas que podem variar ao longo do mês. Ou seja:

  • com alimentação;
  • custos com mobilidade urbana, seja com o uso de transporte coletivo, aplicativos de transporte ou consumo de gasolina;
  • ligadas a atividades de lazer;
  • custos de manutenção da casa etc.

Para começar a sua planilha de gastos mensais com uma boa previsão das suas despesas variáveis, reúna um extrato dos últimos três meses e tente identificar o quanto você gastou nesse período, para ter uma boa média. Não se esqueça de incluir as faturas do cartão de crédito nessa conta!

Confira como organizar a planilha de gastos mensais

Agora que você já reuniu suas despesas e as separou nesses dois grupos, é hora de organizar a sua planilha. Confira as nossas dicas para deixar a ferramenta ainda mais funcional e sempre atualizada!

Categorize as suas despesas

O primeiro passo é separar as suas despesas por categorias, como “Moradia” ou “Transporte”. Isso vai ajudar você a ter uma ideia de quanto você gasta mensalmente com cada tópico em específico e pode abrir os seus olhos para reavaliar possíveis mudanças em cada um deles.

Inclua as suas entradas de dinheiro

Não adianta fazer um controle financeiro sem saber qual é a sua entrada exata de dinheiro, certo? Por isso, não se esqueça de incluir na sua planilha todas as suas fontes de renda — mesmo que, por hora, sejam somente o seu salário.

Dica: você também pode categorizar suas entradas de alguma forma, como “Adiantamento” e “Salário”. Isso ajudará você a ter um controle melhor do seu fluxo de caixa.

Atualize com frequência

Um dos hábitos mais importantes que você precisa ter para que a sua planilha de gastos mensais funcione é manter o documento atualizado. Por isso, separe uma ou duas horas por semana para incluir todas as despesas que você teve durante esse período.

Quer ainda mais precisão? Atualize a planilha diariamente! Assim, você não terá tantos dados para inserir e não corre o risco de se perder com a informação.

Faça uma análise das suas despesas

Então, você já fez o dever de casa e reuniu todas as suas despesas, categorizou cada uma delas e manteve sua planilha atualizada. O que fazer?

Essa é a parte que, para alguns, pode ser mais dolorida: analisar os dados. Reúna todas as informações geradas ao longo do mês e tente identificar para onde vai a maior parte do seu dinheiro. Essa é a única forma de encontrar soluções e realmente pôr um plano de ação em prática.

Você gasta muito com aplicativos de transporte? Por que não, então, conversar com os seus vizinhos e colegas de trabalho para tentar montar um esquema de caronas, a fim de reduzir essa despesa mensal?

Suas principais despesas estão relacionadas aos seus gastos essenciais, como moradia e alimentação? Que tal tentar uma renda extra para aumentar a sua receita?

A análise é parte fundamental do planejamento financeiro. É como um diagnóstico: você precisa identificar o problema para encontrar a solução.


>> INSCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER ‘E EU COM ISSO’ PARA FICAR POR DENTRO DAS MAIS IMPORTANTES NOTÍCIAS DO MERCADO DIARIAMENTE! <<


Veja aplicativos e ferramentas que podem auxiliar com a sua planilha

Você abriu o documento no computador e nem sabe por qual coluna começar? Calma! Existem inúmeros aplicativos que podem auxiliar você a montar a sua planilha. Confira!

Templates do Microsoft Office

A Microsoft disponibiliza inúmeros templates que poderão ajudar você com a sua planilha financeira. Inclusive, alguns já vêm com as categorias predefinidas.

Planilhas do Google Sheets

Assim como a Microsoft, o Google também disponibiliza uma série de modelos de planilhas que poderão ajudar você com as suas despesas mensais. Além de completamente gratuitas, a grande vantagem é que o documento fica armazenado na nuvem, e você poderá acessá-lo a qualquer momento e em qualquer lugar.

Aplicativos de controle de despesas

Há inúmeros aplicativos de celular gratuitos que poderão ajudar você com o controle de despesas. Um dos mais utilizados no Brasil é o Guia Bolso, que permite, inclusive, integração com alguns bancos — o que facilita muito na hora de importar os dados.

A planilha de gastos mensais é uma ferramenta importante para o controle financeiro. Independentemente do seu objetivo a curto, médio e longo prazo, ela poderá ser de grande valia para ter mais controle sobre as suas despesas.

Gostou do nosso conteúdo? Então, siga-nos nas redes sociais e acompanhe todas as nossas dicas e novidades! Estamos no YouTube, no Facebook, no LinkedIn, no Instagram e no Twitter!

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Levante Ideias - Federal Reserve
E eu com isso

O Fed e a incerteza

A muito aguardada reunião do Federal Reserve (Fed), o banco central americano, que se encerrou na quarta-feira (28) manteve os investidores na incerteza em relação

Read More »
Senado - Levante Investimentos
E eu com isso

Para além da CPI da Covid-19

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), tem se movimentado para organizar a retomada de pautas econômicas na Casa, ainda mais após acordo para indicar

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.