Verizon (VZ) - Levante Ideias

Resultados da Verizon (VZ) do 1T21

A Verizon Communications Inc (VZ) divulgou nesta quarta-feira (21) os seus resultados do primeiro trimestre de 2021. Os números vieram bons, com receita líquida acima do esperado. Os dados operacionais e o lucro líquido também vieram bons, mas um pouco menos animadores.

A receita líquida foi de 32,86 bilhões de dólares, crescimento de 4 por cento na comparação com o mesmo período do último ano e 1,2 por cento acima das expectativas.

O resultado operacional medido pelo Ebitda foi de 12,2 bilhões de dólares, crescimento de 2 por cento na comparação com o 1T20. A margem operacional/Ebitda ficou em 37,4 por cento, perda de 0,8 pontos percentuais.

O lucro por ação (LPA) fechou o período em 1,31 dólares, crescimento de 4 por cento contra o 1T20 e acima das expectativas, que giravam em torno dos 1,29 dólares.

A companhia divulgou ainda o seu guidance para o ano completo de 2021: crescimento de receita de ao menos 2 por cento; lucro por ação (LPA) de 5 a 5,15 dólares; alíquota efetiva de IR de 23 a 25 por cento; investimentos em bens de capital (CapEx) de 17,5 a 18,5 bilhões de dólares no ano.

E Eu Com Isso?

Do ponto de vista “contábil” o resultado da Verizon foi bom e até mesmo um pouco acima do esperado. Contudo, as adições líquidas na categoria “consumidor” pós-pago móvel – maior exposição no core business da companhia decepcionou: foram 326 mil consumidores a menos do que no último trimestre. Por conta desta linha, esperamos impacto levemente negativo no preço das ações VZ no curto prazo.

Apesar disso, o segmento “Consumidor” foi bem. Receitas cresceram 4,7 por cento, índice de perdas de clientes (churn) em patamares baixos e praticamente inalterados. As adições líquidas de internet foram bem: 102 mil, maior captação desde 2015.

A receita média por conta (ARPA) aumentou 1,7 por cento, e o índice de upgrade foi elevado: 4,5 por cento. Esse fator explica o bom desempenho do segmento, mesmo com perda líquida no número de contas no pós-pago móvel.

O segmento “Negócios” foi bem, mas um pouco mais tímido que o primeiro. O crescimento de receitas foi de 1,7 por cento e as adições líquidas foram de 156 mil.

Outro ponto de destaque foi a forte geração de caixa livre: 5,2 bilhões de dólares, contra 3,6 bilhões de dólares no 1T20. Esta métrica exclui os investimentos realizados pela companhia no leilão de espectros necessários para implementar e melhorar a rede 5G, cujos desembolsos foram de 45 bilhões de dólares no trimestre.

A companhia financiou-se através de capital de terceiros. Com isso, a sua alavancagem medida pela relação dívida líquida sobre Ebitda passou de 2 vezes no final de 2020 para 2,9 vezes ao fim deste trimestre.

Este conteúdo faz parte da nossa Newsletter ‘E Eu Com Isso’.

Para ficar por dentro do universo dos investimentos de maneira prática, clique abaixo e inscreva-se gratuitamente!

e-eu-com-isso

Leia também: Projeções da Samsung .

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Levante Ideias - Selic
E eu com isso

Até onde os juros podem subir?

Será uma surpresa gigantesca se o Copom (Comitê de Política Monetária) anunciar outra decisão nesta quarta-feira (04) a não ser uma elevação de 100 pontos-base

Read More »
Levante Ideias - Câmara dos Deputados
E eu com isso

Segundo parecer

Com um dia de atraso no cronograma inicialmente previsto, o deputado Celso Sabino (PSDB-PA) apresentou seu segundo parecer sobre o Projeto de Lei 2.337/2021, que

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.