GETTY IMAGES

Estados Unidos e China avançam na trégua comercial

A semana se encerra com um suspiro de alívio do mercado. Na quinta-feira (19) autoridades americanas e chinesas concordaram em que a China vai aumentar as compras de etanol, milho e soja dos Estados Unidos. Além disso, os líderes europeus vão discutir uma proposta da Comissão Europeia de aprovar um pacote de recuperação econômica equivalente a 840 bilhões de dólares. A novidade é que esse pacote inclui uma medida controversa, mas vista como necessária, que é a criação de uma linha de estímulo equivalente a 560 bilhões de dólares que serão transferidos dos países mais ricos, como Alemanha, França e Holanda, para as nações mais problemáticas, como Grécia, Itália e Espanha. É o primeiro movimento de formalizar transferências fiscais dentro do bloco.

Nesse ambiente de cenários e atmosfera mais desanuviados, o movimento de alta dos mercados continua. O movimento global de migração de recursos para ativos de maior risco devido à queda estrutural dos juros e do avanço da liquidez deverá continuar, e passará a ser sentido mais intensamente no Brasil.

É bastante provável que a próxima edição do boletim Focus, que deverá ser divulgada na segunda-feira (22) traga prognósticos de uma queda mais acentuada da taxa referencial de juros Selic. Na edição mais recente, do dia 15, a projeção era de 2,25 por cento em dezembro, em linha com a esperada redução anunciada nesta semana pelo Comitê de Política Monetária (Copom). Porém, o comunicado após a reunião e os indicadores de baixa na inflação e de retração da atividade econômica justificam novos passos do Copom em direção a uma política monetária que estimule a economia.

Assim, não se descarta a hipótese de a Selic encerrar 2020 ao redor, ou mesmo abaixo, de 2 por cento ao ano. Além de historicamente baixa, essa taxa indica juros reais (calculados descontando-se a inflação) negativos pela primeira vez desde o início do Plano Real. Só isso é um estímulo mais do que suficiente para que a maioria dos investidores busque preservar seu capital por meio de maior risco. Há vários caminhos. A compra de títulos públicos mais voláteis, o investimento na dívida privada e, claro, o mercado de ações.

Não por acaso, os mercados acionários iniciam a manhã da sexta-feira em alta. No entanto, há um componente técnico nesta sexta-feira que pode aumentar a volatilidade: o vencimento de opções em Wall Street, com a expiração (e potencial renovação) de 2,2 trilhões de dólares em derivativos diversos.

Os preços do petróleo americano subiram acima de 40 dólares por barril pela primeira vez em 11 dias após a garantia de que o grupo de produtores que inclui a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) mais a Rússia, conhecida como Opep+ está mantendo seu acordo de restrição à produção. No início da manhã, os contratos futuros do petróleo do tipo Brent, que balizam os preços da Petrobras (PETR3, PETR4) estavam em alta de 2 por cento, a cerca de 42 dólares por barril.

Neste cenário teremos um dia de alta nos mercado. Aos poucos, as economias vão retomando a normalidade e, em um ambiente de juros estruturalmente baixos de liquidez estruturalmente elevada, a migração para ativos de risco é natural.

* Este conteúdo faz parte do nosso boletim diário: ‘E Eu Com Isso?’. Todos os dias, o time de analistas da Levante prepara as notícias e análises que impactam seus investimentos. Clique aqui para receber informações sobre o mercado financeiro em primeira mão.

Leia também: China exporta mais que o esperado e agita o mundo

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.

Recomendado para você

tipos de ações da bolsa de valores
Artigos

Empresas preparam IPOs

Nas últimas semanas, o número de prospectos de IPO protocolados na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) aumentou em quase dez, com as companhias “aspirantes” ao

Read More »
Artigos

Resultados da WEG

A Weg (WEGE3) apresentou nesta quarta-feira (21), antes da abertura dos mercados, os seus resultados referentes ao 3T20. Os números vieram bons e acima das

Read More »
Artigos

Resultados do 2T20 da CVC

A CVC (CVCB3) apresentou nesta segunda-feira (20), após o fechamento do mercado e com atraso, seus resultados do segundo trimestre de 2020. Como era de

Read More »
Política Sem Aspas

O desafio do teto – parte I

No Comentário de nº 9 da Instituição Fiscal Independente, “Considerações sobre o teto de gastos da União”, Felipe Salto, Daniel Couri e Josué Pellegrini recortam

Read More »
Fechar Menu

Fechar Painel