Congresso nacional EECI Levante Ideias de Investimentos

E no Congresso?

Investidores ficaram atentos às decisões dos Bancos Centrais americano e brasileiro nesta “super quarta” (17) e devem seguir repercutindo o tema nesta quinta-feira (18), mas também houve importantes passos tomados no Congresso Nacional de ontem para hoje.

O primeiro deles foi a expressiva vitória do governo na manutenção dos vetos sobre o novo marco legal do saneamento. A conquista destrava, finalmente, a abertura do setor para o capital privado e estima-se um montante aproximado de 700 bilhões de reais em investimentos. A base aliada na Câmara trabalhou para que os vetos não fossem derrubados e não seguissem para análise no Senado Federal, onde era praticamente certo que o Planalto sairia derrotado.

Por outro lado, nada ocorre sem custo nos plenários: o Executivo fechou, neste acordo, a permissão para isentar impostos de igrejas e templos religiosos, com uma renúncia fiscal estimada em 1,4 bilhão de reais nos próximos quatro anos. A derrubada do veto foi, inclusive, incentivada pelo próprio presidente Bolsonaro, em aceno à bancada evangélica. Outra concessão feita pelo governo se deu no âmbito da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), com a derrubada do veto que barrava a criação de emendas do relator-geral do Orçamento e de comissão – medida que também impacta diretamente o cálculo sobre o teto de gastos.

No âmbito das comissões, o presidente Arthur Lira (PP-AL) segue confiante quanto à celeridade no andamento do projeto de reforma administrativa e anunciou, nesta quarta (17), o deputado Fernando Monteiro (PP-PE) para o comando da comissão especial da reforma e o deputado Arthur Maia (DEM-BA) como relator do projeto no colegiado. O texto nem mesmo tramitou pela Comissão de Constituição e Justiça da Câmara (CCJ), mas o presidente da Casa já tem adiantado indicações, até mesmo para cumprir com os acordos feitos na época das eleições legislativas.

Em reunião da CCJ, o relator da reforma administrativa na comissão, deputado Darci Matos (PSD-SC), traçou uma estimativa otimista para a tramitação de seu parecer, com o objetivo de aprová-lo no início de abril.

E Eu Com Isso?

Em meio ao tom positivo advindo do comunicado do Fomc, a bolsa subiu forte nesta quarta, mas também teve algum impacto positivo da manutenção dos vetos no saneamento. Quanto à reforma administrativa, o calendário montado pelos deputados parece bastante agressivo, mas as discussões seguem avançando neste início de ano. Podemos ver o texto aprovado na Câmara até o final de 2021, seguindo para o Senado Federal para análise. Para o pregão desta quinta-feira (18), o foco deve ficar sobre os juros, mas a renovação do otimismo de investidores pode carregar parte do otimismo observado nesta quarta para hoje.

Este conteúdo faz parte da nossa Newsletter ‘E Eu Com Isso’.

Para ficar por dentro do universo dos investimentos de maneira prática, clique abaixo e inscreva-se gratuitamente!

e-eu-com-isso

Leia mais: O Copom e a vacina.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Levante Ideias - Congresso Nacional
E eu com isso

Auxílio aprovado

A Medida Provisória 1.061/21, publicada no início de agosto para instituir o programa Auxílio Brasil, foi aprovada nesta quinta-feira (25) na Câmara dos Deputados, por

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.