homebrokeroqueeecomofunciona

Home broker: o que é e como funciona

Você já pensou em investir em ações? Se sua resposta for “sim”, saiba que é preciso entender como funciona o home broker, uma ferramenta disponível nas corretoras de valores para poder operar na bolsa de valores, a qual permite comprar e vender ativos.

Apesar de a parcela de brasileiros que investe em ações ainda ser pequena, existem cada vez mais investidores migrando para a renda variável. Para você ter uma ideia, em abril de 2019, o número de participantes da B3 — a bolsa de valores brasileira — chegou a mais de 1 milhão, considerando apenas as pessoas físicas.

Os motivos da popularização são simples: a praticidade no funcionamento do home broker, queda das taxas de juros (o que faz as pessoas saírem da renda fixa) e a possibilidade de qualquer pessoa ter a chance de obter rendimentos na bolsa. Para explicar melhor esse cenário, criamos este artigo. Assim, você saberá investir por meio das plataformas das principais corretoras e se tornar um investidor de sucesso. Vamos lá?

1. O que é o home broker?

O home broker é uma ferramenta usada pelas corretoras para negociar ações e outros ativos pela internet — em dois cliques, você compra uma ação. Isso acontece porque o sistema permite executar ordens de compra e venda de papéis, bem como monitorar as cotações em tempo real.

Para ficar mais claro, basta imaginar como a bolsa funcionava há alguns anos. Todos os corretores ficavam no mesmo espaço disputando aos gritos quem compraria ou venderia determinado ativo. Agora isso mudou. O ambiente é silencioso, porque todo o pregão é eletrônico.

No modelo antigo, as negociações eram feitas exclusivamente por mesas de operações de compra e venda, sempre por meio de um operador. Isso prova que o investidor ganhou muito em praticidade e agilidade para realizar suas negociações.

O home broker foi criado em 1999. Portanto, ainda é recente, embora já seja popular entre os investidores, visto que é oferecido pelas principais corretoras de valores do país. O sistema proporciona a diminuição de custos, já que os valores de corretagem e custódia cobrados pelas corretoras são menores quando você escolhe a opção online.


Para saber mais ainda sobre ações e tornar-se um grande investidor na Bolsa de Valores, baixe agora o nosso e-book gratuito sobre o tema.

Não perca tempo! Clique no botão abaixo para ter acesso ao conteúdo.

e-book-ações-levante


2. Qual é a importância de ter um bom home broker?

O home broker é apenas uma das formas de comunicação entre corretoras e investidores. No entanto, tende a ser uma das principais, por conta das suas vantagens. Entre as principais estão:

  • agilidade — as ações são adquiridas em poucos minutos com a ajuda do computador, sem intermediários ou dificuldades;
  • praticidade — as negociações são feitas sem sair de casa, sempre com segurança e estabilidade;
  • redução de custos — a compra e a venda de ativos são mais baratas pelo home broker, quando comparado ao modelo de negociação tradicional.

Mais do que isso, o funcionamento do home broker auxilia em outros aspectos. Um deles é o armazenamento do histórico da sua carteira de ações. Com essa informação, você sabe o desempenho dos seus ativos em carteira.

Você ainda tem informações sobre cotações e notícias do mercado financeiro em tempo real, além de negociar ações, futuros, opções, fundos imobiliários, ETF`s, entre outros. Em outras palavras, você tem a chance de diversificar a sua carteira de investimentos com apenas alguns cliques.

Esse processo é feito em poucos segundos — e você nem precisa dedicar muitas horas para atuar na bolsa de valores e obter bons rendimentos.

2.1. Cuidados com o home broker

O home broker é uma ferramenta que permite fazer negociações rápidas e diversificadas. No entanto, existem alguns cuidados a tomar.

O primeiro deles é com relação ao desconhecimento da plataforma. Se você é iniciante, informe-se bem antes de iniciar as negociações. Afinal, é o seu dinheiro que está em jogo. Escolha bem a ação que vai comprar ou vender e tome cuidado com os valores na hora de preencher as ordens.

Em seguida, pergunte-se: a corretora é confiável? Pesquise sempre sobre as corretoras antes de fazer seu cadastro. Inclusive, busque depoimentos de clientes para saber qual delas é uma boa opção para você. Caso a escolhida apresente uma avaliação ruim de outros clientes, acenda o sinal de alerta.

É recomendado verificar ainda o Boletim de Atendimento ao Público da CVM (Comissão de Valores Mobiliários). Nele, consta o ranking completo das corretoras para saber quais delas recebem o maior número de reclamações. Você ainda não tem uma em vista? A Levante preparou um conteúdo para ajudar você a escolher.

Por fim, proteja seus dados. Tenha certeza de que a corretora é de confiança antes de preencher seus dados pessoais e dar informações confidenciais sobre você. Cautela nunca é demais quando existe dinheiro em jogo.

3. Como funciona o home broker?

Para agilizar o processo de negociação de ativos, o Home Broker foi criado para fazer a comunicação entre cliente, corretora e bolsa de valores. Por isso, a maior parte das instituições que atuam na B3 desenvolveu sua própria plataforma para integrar seu sistema interno de maneira direta e sem dificuldades.

Quando você abre a tela do home broker da sua corretora, você pode escolher as ações que gostará de investir e verá em tempo real as cotações das ações selecionadas. Em seguida, poderá fazer as ordens de compra ou venda nessa mesma página.

3.1. Compra e venda de ativos

O processo de negociação contempla três etapas principais:

  • abrir uma conta em uma corretora de valores;
  • depositar o valor a ser aplicado;
  • começar as operações por meio do site da correta ou por um sistema instalado no seu computador.

Você pode verificar as opções disponíveis durante o dia todo ou apenas algumas vezes ao dia — tudo depende do que deseja alcançar. Além disso, existe a possibilidade de negociar ativos até mesmo fora do horário do pregão da B3. Afinal, é possível programar ordens de compra e venda. Assim, quando o pregão abrir no dia seguinte, as solicitações serão abertas na bolsa, porém apenas serão executadas se seu preço de venda ou compra for do interesse de outro que também estará vendendo ou comprando.

4. Quais as principais funcionalidades da plataforma?

No mercado, você terá à disposição diversos tipos de plataformas de home broker. Por isso, avalie todas elas e faça comparações para escolher aquela que mais atende às suas necessidades. Entretanto, algumas funcionalidades são comuns a todas. Confira as principais!

4.1. Cotações em tempo real

Ao entrar no seu home broker, logo de cara você já terá acesso às cotações das ações em tempo real. Assim, fica mais fácil escolher uma ação para comprar ou vender. Ou seja, nada de decisões tomadas no escuro, porque todas elas são bem embasadas.

4.2. Compra e venda facilitadas

O objetivo principal das plataformas é ter um bom servidor que suporte as operações. Essa característica garante que as ordens de compra e venda sejam feitas de forma rápida, fácil e segura.

4.3. Acompanhamento

Na mesma ferramenta, você terá, à sua disposição, um sistema de acompanhamento das ordens de compra e venda. Assim, saberá se elas já foram executadas, além de ter acesso a um histórico de todas as transações feitas.

4.4. Monitoramento da carteira e do saldo

Ao visualizar seu balanço e as ações que integram sua carteira, é possível acompanhar a evolução do seu saldo financeiro. Com essa avaliação, fica fácil saber se é preciso adotar alguma estratégia, estudar mais sobre o mercado ou consolidar algumas opções.

5. Como escolher o home broker?

Antes de mais nada, é preciso entender qual é seu perfil de investidor para fazer uma escolha mais direcionada. Se você é conservador nos investimentos, por exemplo, provavelmente deixará o home broker de lado em muitas operações. Afinal, nesse caso, não vai precisar de uma ferramenta tão completa e parruda.

Se você é iniciante, vale a pena avaliar como funciona o home broker e verificar se é simples e intuitivo para você. Esses são fatores imprescindíveis para uma boa experiência. Lembre-se ainda de levar em conta o custo de corretagem, mas, principalmente, o custo-benefício.

Por outro lado, se você é um investidor moderado ou arrojado e pretende usar bastante o home broker para fazer operações de day trade (negociações diárias) e swing trade (negociações de curto prazo), que podem durar apenas alguns dias —, avalie bem se a plataforma permite a execução de ordens com muita estabilidade no sistema.

Para todos os casos, é preciso colocar na balança desempenho, preço e estabilidade do sistema da corretora. Mais que isso, considere a disponibilidade multiplataforma, isto é, a capacidade do home broker de ser acessado por diferentes dispositivos. Afinal, é interessante ter essa opção em suas mãos para aumentar a facilidade do uso da ferramenta.

5.1. Outros fatores a considerar

Para fazer uma escolha consciente, é preciso avaliar mais que o seu perfil de investidor. Ou seja, verifique ainda se existem reclamações de investidores sobre o home broker da corretora escolhida. Em sites como o Reclame Aqui, você identifica problemas que os clientes encontraram e como a empresa lida com as críticas.

Além disso, leia os relatos e identifique qual é o maior problema do sistema. Em muitos casos, você descobre que muitos investidores perdem oportunidades por conta de quedas do sistema. Portanto, vale a pena ter atenção a esse critério.

Veja ainda o atendimento da corretora. Verifique se existe a chance de fechar a negociação por telefone, caso algum problema ocorra com o home broker, e se é fácil conversar com um especialista.

Tudo isso ajudará a montar sua carteira de investimentos, realizar boas negociações e alcançar um rendimento melhor no futuro. Então, que tal seguir essas dicas, ver como funciona o home broker e atingir melhores resultados?

Aproveite que o home broker é uma ótima opção para quem quer entrar na bolsa de valores e comprar ações! Para saber ainda mais, conheça o site da Levante, confira nossas séries e materiais educativos para otimizar seu capital!

—— ——

Para ficar por dentro do universo dos investimentos de maneira prática, clique abaixo e inscreva-se gratuitamente!

e-eu-com-isso

—— ——

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Levante Ideias - Bolsa de Valores
Artigos

Ibovespa sobe em dia de Copom

Mercado Local → Ibovespa 112.282 pontos +1,84% O Ibovespa fechou em forte alta nesta quarta-feira, refletindo o alívio dos mercados em relação à crise da

Read More »
Levante Ideias - Totvs
E eu com isso

Totvs capta 1,44 bi em follow-on

A Totvs (TOTS3) anunciou na manhã desta quarta-feira (22) a aprovação de seu conselho de administração para a realização de oferta pública restrita (follow-on), anunciado

Read More »
Levante Ideias - Banco Central
E eu com isso

As incertezas do Copom

Nesta quarta-feira (22), os organismos encarregados de calibrar os juros no Brasil e nos Estados Unidos vão divulgar dois comunicados decisivos. Por aqui, o Banco

Read More »
Levante Ideias - Congresso Nacional
E eu com isso

Seguindo adiante

Governo e Congresso finalmente chegaram a um acordo com relação ao pagamento de precatórios em 2022, resolvendo o imbróglio que ameaçava o rompimento do teto

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.