ponto-frio3-div

Via Varejo (VVAR3): oferta de ações pode estar a caminho

A Via Varejo está preparando uma oferta subsequente de ações (follow-on) para captação primária de cerca de 5 bilhões de reais, segundo notícia veiculada na mídia. 

A oferta poderia ser colocada de pé ainda em maio enquanto a companhia planeja aproveitar a alta de suas ações e os resultados que têm obtido em vendas durante a quarentena.

Sobre uma potencial oferta de ações, o presidente da empresa, Roberto Fulcherberguer, CEO, disse em uma conferência no fim de abril que “não é segredo que a empresa vinha pensando numa capitalização”. Apesar disso, ele complementou que a empresa já tinha um orçamento sem considerar captação.

A companhia afirmou através de fato relevante que “está atualmente avaliando a possibilidade de lançamento de uma oferta subsequente de ações”.

As captações da Magazine Luiza (MGLU3) e da B2W (BTOW3), pares do setor, foram importantes para ambas as companhias. A Via Varejo confirmou que está estudando realizar uma oferta de ações. Apesar de o momento atual não ser o ideal para uma captação de recursos, esperamos impacto positivo para as ações de Via Varejo (VVAR3) no curto prazo, pois a empresa resolveria a preocupação com o nível de endividamento e posição de liquidez.

Considerando que a dona do Ponto Frio e das Casas Bahia encerrou a última quinta (7) com o valor de mercado de 12,7 bilhões, a possível oferta de ações de 5 bilhões de reais seria de fato significativa. 

A Via Varejo tem um vencimento relevante de dívida corporativa, uma nota promissória, no valor de 1,5 bilhão em setembro de 2020.

A discussão em torno de uma oferta de ações do grupo já vinha desde janeiro, antes da atual crise gerada pela pandemia, e a expectativa era de que a operação seria concluída já no primeiro trimestre.

Os follow-ons realizados por Magazine Luiza (MGLU3) e B2W (BTOW3) reduziram significativamente suas respectivas alavancagens, medidas por meio do múltiplo Dívida Líquida/Ebitda 12 meses. Hoje, a Via Varejo detém a maior alavancagem do setor, com relação dívida líquida/Ebitda de 0,46x.

Com o surgimento da pandemia, o papel chegou a atingir a mínima de 4,10 reais no dia 03 de abril. De lá para cá, animadas por declarações de seu CEO sobre os avanços do e-commerce da companhia em meio ao fechamento das lojas físicas, as ações da Via Varejo recuperaram grande parte da queda recente. 

Considerando o preço de fechamento da última quinta (7), já são impressionantes 137,6 por cento de alta desde a mínima recente no início de abril.

* Este conteúdo faz parte do nosso boletim diário: ‘E Eu Com Isso?’. Todos os dias, o time de analistas da Levante prepara as notícias e análises que impactam seus investimentos. Clique aqui para receber informações sobre o mercado financeiro em primeira mão.

Leia também: Via Varejo (VVAR3): Desempenho de vendas e aquisição de empresa de logística (ASAPLog)

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Levante Ideias - Eletrobras
E eu com isso

Medida Provisória aprovada

Foi com um placar apertadíssimo, mas a Medida Provisória 1.031/21, que trata da desestatização da Eletrobras, foi aprovada no Senado Federal. Teve atraso na entrega

Read More »
Levante Ideias - Commodities
E eu com isso

Commodities em alta

A semana se encerra com os investidores refazendo as contas sobre o comportamento dos preços dos ativos físicos, especialmente as commodities. O que está em

Read More »
Levante Ideias - Eletrobras
E eu com isso

Senado aprova MP da Eletrobras

Nesta quinta-feira (17), foi aprovada no Senado a medida provisória (MP) 1.031, que viabiliza a privatização da Eletrobras (ELET3/ELET6). A votação foi apertada, tendo 42

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.

Fechar Menu

Fechar Painel