ponto-frio3-div

Via Varejo (VVAR3): Desempenho de vendas e aquisição de empresa de logística (ASAPLog)

A Via Varejo (VVAR3), dona das Casas Bahia e Ponto Frio, informou nesta segunda-feira (27 que as vendas das 200 lojas abertas após o início da flexibilização do isolamento social se aproximaram do mesmo patamar registrado antes do fechamento dos pontos. 

No começo da quarentena, o grupo perdeu 70 por cento das vendas após interromper a operação das lojas, passando a operar apenas no varejo eletrônico pelo site e aplicativos. 

No acumulado das últimas seis semanas, a perda diminuiu para 48 por cento, disse ontem o CEO da Via Varejo, durante uma live, ou seja, a companhia tem conseguido vender cerca de metade de sua venda anterior – e mantendo margens, sem ofertas tão agressivas em preços. 

Segundo o CEO do grupo, Roberto Fulcherberguer, o braço digital passou a compensar boa parte da receita perdida com as lojas fechadas.

A Via Varejo também anunciou ontem a compra da empresa de tecnologia logística ASAPLog, que atua como uma espécie de Uber de entregas, conectando lojas e entregadores, mas o valor pago não foi informado. Segundo Fulcherberguer, a aquisição da Asap Log reduziu em 15 meses o plano de desenvolvimento do braço digital. 

As ações da Via Varejo (VVAR3) foram a maior alta do Ibovespa na segunda-feira (27) ao avançarem 18,7 por cento contra 3,9 por cento do índice devido à notícia da aquisição da ASAPLog. Como a questão das vendas pós-pandemia é hoje a principal dúvida do varejo, os novos dados podem dar novo fôlego aos papéis no curto prazo.

Segundo o CEO, a empresa ganhou quase dez pontos percentuais de market share nas últimas semanas. Ainda segundo o executivo, a Via Varejo respondeu por 44 por cento da venda on-line de celulares na semana passada.

Segundo ele, parte desse ganho vem da perda de vendas de marketplaces que operam apenas com venda de terceiros, e que estão desabastecidos por causa de lojistas que estão com limitações de crédito e compra. Apesar do executivo não ter citado nomes, os líderes do setor são Mercado Livre e B2W (Americanas e Submarino).

Em uma live na sexta-feira, o diretor financeiro, Orivaldo Padilha, disse que a companhia tinha cerca de 800 milhões de reais para investimentos neste ano, e que o valor foi reduzido para 300 milhões, sendo que a maior parte desses recursos deve ir para a área de tecnologia.

O grupo tem 200 lojas abertas hoje e até a metade da semana serão 220 (22 por cento do total de lojas do grupo), por conta da abertura gradual dos pontos, após decretos municipais e estaduais que permitem às reaberturas.

* Este conteúdo faz parte do nosso boletim diário: ‘E Eu Com Isso?’. Todos os dias, o time de analistas da Levante prepara as notícias e análises que impactam seus investimentos. Clique aqui para receber informações sobre o mercado financeiro em primeira mão.

Leia também: Via Varejo (VVAR3) antecipa divulgação de sua posição de caixa

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Política sem Aspas, por Felipe Berenguer
Política Sem Aspas

Centro órfão | Política sem Aspas

A depender da abordagem utilizada, o universo da ciência política costuma dialogar fortemente com a ciência econômica, e vice-versa. Temas como análise de instituições e

Read More »
Levante Ideias - Eletrobras
E eu com isso

Medida Provisória aprovada

Foi com um placar apertadíssimo, mas a Medida Provisória 1.031/21, que trata da desestatização da Eletrobras, foi aprovada no Senado Federal. Teve atraso na entrega

Read More »
Levante Ideias - Commodities
E eu com isso

Commodities em alta

A semana se encerra com os investidores refazendo as contas sobre o comportamento dos preços dos ativos físicos, especialmente as commodities. O que está em

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.

Fechar Menu

Fechar Painel