Denise Campos de Toledo EECI

Novo ano, novo governo

Fechamento de ano, de governo, revisão das políticas na área econômica e em todas as demais, que dependem do Executivo. São muitas as dúvidas, especialmente na futura gestão da economia, tendo Haddad na Fazenda e Simone Tebet no Planejamento. Embora haja divergências nos discursos dos dois, falas dos últimos dias antecipam possível entendimento em torno de uma nova âncora fiscal, o que seria um passo importante para assegurar credibilidade e estabilidade, pelo menos, no que depender do encaminhamento das finanças públicas.

No que se refere à inflação, mesmo que o fiscal não traga pressões adicionais, já devemos abrir o ano com projeções em alta pelo corte na desoneração dos combustíveis, sendo que já se trabalhava com nova probabilidade de estouro da meta. Inflação e juros altos continuam no radar.

Mas, independentemente das projeções, é preciso considerar que os juros em alta, aqui e no exterior, tendem a frear a atividade com possíveis reflexos sobre a evolução da demanda e dos preços. Nos prognósticos não podemos esquecer a recuperação do emprego, da renda, e o impacto dos programas sociais sobre o potencial de evolução do consumo. Só que tem um efeito represado da manutenção de juros elevados, que deve fazer diferença no ritmo de expansão da economia. 

Por enquanto, a expectativa é de avanço bem mais fraco do PIB no Brasil. E ainda tem o cenário externo. Também pelos juros elevados, as economias desenvolvidas estão sob risco até de retração, o que pode ajudar a conter preços externos, como de commodities. Neste final de 2022 esse movimento já colaborou, por exemplo, para o IGPM fechar em 5,45%, o melhor desempenho em cinco anos.

A expectativa mais favorável, em termos de crescimento, vem da China, com o abandono da política de Covid zero, agora  com o fim da quarentena de quem viaja pra lá. Como a pandemia ainda é uma ameaça, nunca se sabe os impactos dessa abertura, o quanto que o País vai encarar de aumento do número de casos e se isso também não pode prejudicar a atividade. Sendo que a China, há um bom tempo vem com dificuldades para alavancar melhor performance. Considerados todos esses fatores, o mundo não deve dar margem para avanços da inflação e de preços que possam ter influência por aqui. É possível que a inflação acabe tendo uma trajetória mais favorável, abrindo espaço para cortes dos juros.

E, além dessas questões mais gerais, vamos, a partir da próxima semana, já no novo ano, conferir as políticas setoriais (possível revisão de regras do novo marco do saneamento, já causa apreensão), atuação do BNDES, propostas de Reformas, como a Tributária, das regras trabalhistas, de outros programas sociais, como o Minha Casa Minha Vida, relações externas e acordos comerciais, planos de investimento na infraestrutura.

Paralelamente ainda será preciso acompanhar o posicionamento político do novo governo em relação ao que se encerra agora, o revogaço de decretos na área ambiental e de liberação de armas, processos em andamento até no STF, quebra de sigilos e possíveis desdobramentos. São questões que também podem mexer com as expectativas e até com o comportamento do mercado. Tudo isso sem esquecer que as equipes não estão totalmente formadas, ainda haverá muita negociação e indicações políticas, formatação um novo pacto federativo e as iniciativas dos Estados, muitos sob novo comando.

Enfim, mesmo em meio às incertezas, quase inevitáveis numa troca de governo, principalmente quando têm posições mais antagonistas, podemos antecipar um ano de desafios, até pelo cenário de menor expansão, como já citei, mas que abre boas oportunidades, até pela receptividade que a eleição de Lula teve no exterior. A visão externa é de ter o Brasil de volta nos grandes temas globais, sem posicionamentos marcados, predominantemente, pela ideologia. Isso pode abrir “portas”. 

Agora é torcer para que o novo governo aproveite as oportunidades e saiba criar outras para um crescimento mais sustentável, sem solavancos desnecessários e evitáveis. Feliz 2023 para todos nós.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Recomendado para você

Crypto 101

DeFi: O Melhor Setor para Investir Agora?

Participe da Comunidade Levante Crypto agora mesmo e fique por dentro das principais notícias desse mercado: https://lvnt.app/uvwfup

Estamos em um novo ciclo das criptomoedas, e cada segundo que passa fica mais importante descobrir quais são as melhores moedas para investir, e quais são aquelas que você deve ignorar.

Por isso, no Crypto Spotlight desta semana, vamos abordar o setor mais quente para investir agora: DeFi (ou Finanças Descentralizadas).

Também vamos revelar 3 Criptos para você ficar de olho.

Não deixe de conferir este conteúdo.

Read More »
Artigos

Dividendos Sintéticos: Gere Renda Passiva com Opções! | Mapa do Trader

Em um cenário de baixa volatilidade, o investidor que se interesse por curto prazo pode acabar ficando desanimado.

Afinal, em tese, as oportunidades de ganhos rápidos diminuem… Mas não é sempre assim.

Há um tipo de estratégia capaz de gerar renda passiva com Opções no cenário atual, de maneira rápida e segura.

Estamos falando dos Dividendos Sintéticos.

Neste artigo, vamos falar um pouco sobre essa estratégia e investimento.

Read More »
Crypto 101

Altcoins: A melhor opção para o Halving? | Crypto 101

Participe da Comunidade Levante Crypto agora mesmo e fique por dentro das principais notícias desse mercado: https://lvnt.app/uvwfup

Hoje em dia, com o Bitcoin já tendo ocupado seu espaço de mercado, muitas pessoas buscam outras moedas digitais para investir.

Afinal, criptos mais baratas – e fora do radar – possuem um potencial muito maior que o vovô das criptos.

É aí que entram as Altcoins, que cada vez mais vêm ganhando espaço no mercado cripto.

Read More »
Crypto 101

3 Criptos de Inteligência Artificial com alto potencial em 2024 | Crypto 101

Atualmente, é necessário ir além do Bitcoin e do Ethereum para conseguir lucrar de verdade no mercado Cripto, que já começa a se movimentar como uma indústria cada vez mais robusta.
Neste contexto, o setor de Inteligência Artifical em Criptomoedas se apresenta como um dos mais promissores na nova indústria, e projetos como $OCEAN (Ocean Protocol), $FET (Fetch.ai) e $PAAL (Pluto Protocol) emergem como líderes na integração dessas tecnologias de ponta.

Participe da Comunidade Levante Crypto agora mesmo e fique por dentro das principais notícias desse mercado: https://lvnt.app/uvwfup

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.