jhsj eeci

Follow-on da JHSF

A JHSF (JHSF3) comunicou ao mercado na manhã desta quinta-feira (16) o preço da sua oferta subsequente (follow-on) de ações.

A oferta totalizou 41 milhões de novas ações ordinárias e o preço foi fixado em 9,75 reais. Dessa forma, a oferta movimentará 399,75 milhões de reais no mercado de capitais brasileiro.

Os recursos serão destinados à expansão da estratégia digital da companhia, a novos projetos de incorporação e à expansão de seu segmento de shopping centers.

Além das 41 milhões de novas ações inicialmente ofertadas, houve um acréscimo de 8,4 por cento (3.427.950 ações). As ações eram de titularidade José Auriemo Neto, presidente da JHSF. Por se tratar de uma oferta secundária, o dinheiro não vai para o caixa da companhia.

A demanda pela oferta de ações da JHSF se mostrou bastante aquecida, com forte alta no preço das ações (JHSF3) nesta quarta-feira: valorização de 7,8 por cento, bem acima da alta de 1,3 por cento no Ibovespa. O preço da oferta é o mesmo preço de tela do fechamento do dia 14 de julho: 9,75 reais por ação.

O mercado tem recebido muito bem as ofertas subsequentes de ações, assim esperamos impacto positivo no preço das ações da JHSF no curto prazo. No entanto, a forte reação positiva do mercado na véspera pode limitar os ganhos no pregão desta quinta-feira.

Houve oferta secundária no lote suplementar, com a venda de participação do principal acionista da empresa: José Auriemo Neto, o que pode indicar um preço considerado alto pelas ações da companhia.

O follow-on também vai ser importante por aumentar o número de ações em negociação e dar mais liquidez às ações da JHSF.

Este é o segundo follow-on da companhia em menos de 12 meses. Em novembro do ano passado, a companhia já havia emitido 108 milhões de novas ações ordinárias ao preço de 4,75 reais, sem nenhum desconto do preço de tela na data do lançamento. Dessa forma, a captação em novembro foi de 513 milhões de reais.

Apesar do contexto macro conturbado, a JHSF segue apresentando novidades e vai se mostrando uma empresa resiliente embora tenha sido afetada em várias frentes por atuar nos segmentos de hotelaria, restaurantes, shoppings e aviação executiva.

No início de julho, a companhia anunciou a aquisição de um terreno de 34,5 mil metros quadrados ao lado do Shopping Cidade Jardim, em São Paulo. Como o Shopping Cidade Jardim é um dos empreendimentos de maior sucesso da JHSF, a aquisição tem grande potencial.

Outra importante notícia é a chegada da Villa XP, um campus amplo e futurista semelhante ao que Apple e Google têm no Vale do Silício. Não bastasse a XP anunciar a compra de 500 mil metros quadrados da companhia em São Roque, a apenas 30 km da Fazenda Boa Vista, o novo campus vai valorizar de uma só vez dois ativos que a JHSF detém na área: o Catarina Fashion Outlet — tido como o melhor outlet de São Paulo — e o novo aeroporto executivo da empresa, cuja pista fica a menos de 500 metros dos futuros escritórios.

O principal catalisador das ações da JHSF é o desempenho na incorporação imobiliária, com grandes projetos multiuso como o shopping Cidade Jardim, com foco no mercado de alto luxo e altíssima renda em São Paulo.

* Este conteúdo faz parte do nosso boletim diário: ‘E Eu Com Isso?’. Todos os dias, o time de analistas da Levante prepara as notícias e análises que impactam seus investimentos. Clique aqui para receber informações sobre o mercado financeiro em primeira mão.

Leia também: Follow-on das Lojas Americanas

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.

Recomendado para você

Artigos

Resultados da Vale

A Vale (VALE3) divulgou nesta quarta-feira (28), após o fechamento do mercado seus números referentes ao terceiro trimestre de 2020. O resultado veio em linha

Read More »
Artigos

Números da Vivo

A Telefônica Brasil (VIVT3/VIVT4) apresentou nesta terça-feira (27), após o fechamento do mercado, o seu resultado do 3T20 e que, na nossa avaliação, foi regular

Read More »
Artigos

BTG compra corretora Necton

Na onda de consolidação do mercado em busca de capturar o número crescente de CPFs na bolsa, o BTG Pactual fechou a aquisição da Necton

Read More »
Política Sem Aspas

O desafio do teto – parte II

Na primeira parte dessa dupla de textos, concentrei-me em elencar e dissertar acerca das principais regras fiscais em voga hoje no Brasil. Naquela ocasião, deixei

Read More »
Fechar Menu

Fechar Painel