Magazine Luiza MGLU3 EECI

Aquisições do Magazine Luiza e B2W

Na manhã desta quarta-feira (07/abril), tanto Magazine Luiza (MGLU3) e B2W (BTOW3) anunciaram aquisição de empresas para seus respectivos ecossistemas digitais. Ambas optaram por adquirir empresas de menor porte, com presenças regionais.

O Magazine Luiza adquiriu a SmartHint, um dos maiores sistemas de busca inteligente e de recomendação de compra para e-commerce do Brasil. A companhia fundada em 2017 conta com cerca de mil clientes e suas ferramentas já geraram R$ 620 milhões de reais em vendas.

Com a aquisição, o Magalu irá ampliar ainda mais a assertividade da busca dentro do seu SuperApp que já conta com mais de 26 milhões de itens disponíveis, além de melhorar a experiência de compra dos usuários. A ferramenta também ajudará a companhia a oferecer serviços para seus vendedores terem seus produtos mais visualizados no Superapp.

Já a B2W adquiriu a plataforma de delivery Shipp, também fundada em 2017. A companhia do Espírito Santo conta com mais de 10 mil entregadores cadastrados para atender pedidos de supermercado, restaurante e farmácias.

Com esta aquisição a companhia pretende melhorar seu nível de serviço, a ideia consiste em melhorar seu tempo de entrega. Com mais entregadores nas ruas e sempre em movimento devido à alta frequência de pedidos das plataformas de delivery, a companhia poderá criar uma infraestrutura logística para atender demandas de outros produtos também com tempo de entrega rápido. Magalu, B2W e Via Varejo são as principais empresas de e-commerce de capital aberto no Brasil (Mercado Livre é listado nos EUA).

Outro ponto que chama a atenção quanto às companhias é o ritmo de aquisições recentes delas. O Magazine Luiza realizou 16 aquisições desde janeiro de 2020, em sua grande maioria empresas de pequeno porte, com modelo de negócios complementares ao seu em busca da criação de um ecossistema digital completo centrado em seu Superapp.

A B2W, por sua vez, realizou quatro aquisições desde Janeiro de 2020, entre elas está a SuperNow, plataforma de e-commerce focada em produtos de supermercado. Assim como o Magalu, a companhia também tem investido na categoria de alimentos de supermercado com o objetivo de aumentar a frequência de uso de seu aplicativo por seus usuários.

E Eu Com Isso?

As recentes aquisições, principalmente por seu pequeno porte, em geral pouco impactam os preços das ações das companhias no curto prazo. No dia do anúncio as ações do Magazine Luiza (MGLU3) caíram 2,0 por cento, enquanto as da B2W (BTOW3) caíram 3,0 por cento em um dia marcado por uma fraca performance do varejo como um todo.

Alguns pontos destes movimentos de mercado chamam a atenção, o nível e a velocidade da integração das empresas adquiridas não é algo claro para os investidores, uma vez que as empresas não têm divulgado sobre esse tema de maneira direta. Pelo ritmo das aquisições, em especial do Magazine Luiza, espera-se que a estratégia esteja funcionando, porém ainda falta visibilidade o quanto a ampla gama de serviços de fato funciona como um ecossistema digital.

A Via Varejo (VVAR3) tem se movimentado para criar um e-commerce de maior expressão, se valendo da força das marcas que possui (entre elas Casas Bahia e Ponto Frio), porém ainda não atingiu o mesmo nível de expressividade do setor, apesar de já mostrar sinais de ter completado o seu turnaround operacional, já começando a oferecer entregas no mesmo dia de diversos itens em todo o Brasil. A companhia realizou 5 aquisições ou associações desde o início de 2020, sendo parte delas parceira mais ligada a empresas de inovação.

Apesar de considerar que o Magazine Luiza esteja mais desenvolvido no quesito do ecossistema e infraestrutura de logística devido a sua presença em lojas por todo o país, a B2W recentemente anunciou que irá se fundir com as Lojas Americanas (LAME4), criando certa expectativa ao mercado que poderá adotar uma estratégia semelhante ao seu principal concorrente em um futuro próximo.

Por ser a empresa que mais cresce de maneira consistente no setor nos últimos anos, as ações do Magazine Luiza (MGLU3) são negociadas a múltiplos extremamente elevados, comparáveis com empresas de tecnologia na bolsa americana. Já as ações da Via Varejo (VVAR3) e B2W (BTOW3) tem se mostrado mais “baratas” em termos de múltiplos, porém vivem momentos diferentes da sua principal concorrente, com a Via Varejo ainda em um estágio mais inicial do e-commerce e a B2W se preparando para uma fusão, ambas com um risco de execução maior.

Este conteúdo faz parte da nossa Newsletter ‘E Eu Com Isso’.

Para ficar por dentro do universo dos investimentos de maneira prática, clique abaixo e inscreva-se gratuitamente!

e-eu-com-isso

Leia mais sobre as empresas: Magazine Luiza (MGLU3): Resultado do 4T20B2W (BTOW3): Resultado do 4T20 e de 2020.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Levante Ideias - Bitcoin
E eu com isso

O Bitcoin vai subir mais

Os últimos dias de julho registraram um movimento de alta nas cotações do Bitcoin. A mais popular das criptomoedas fechou, na quinta-feira (29), a US$

Read More »
Levante Ideias - Bolsa Família
E eu com isso

Mudança no teto de gastos

Parte do governo voltou a considerar mudanças no teto de gastos para acomodar o novo Programa Bolsa Família, programado para lançamento em 2022 – ano

Read More »
Levante Ideias - Usiminas
E eu com isso

Resultados da Usiminas do 2T21

A Usiminas, uma das principais companhias produtoras de aço no Brasil, apresentou seus resultados na manhã desta sexta-feira (30), antes da abertura do mercado. Os

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.