suzano-suzb3-eeci

Suzano lança projeto de R$ 19,3 bilhões

A Suzano (SUZB3), maior produtora mundial de celulose, deverá se consolidar como a número um na indústria global com as operações do Projeto Cerrado, no município de Ribas do Rio Pardo, no estado do Mato Grosso do Sul, com início das operações da nova planta previstas para o segundo semestre de 2024.

O investimento total para a construção da nova planta de produção de celulose será de R$ 19,3 bilhões, cujo desembolso estará distribuído entre os anos de 2021 e 2024.

A planta terá capacidade nominal de 2,55 milhões de toneladas de celulose de eucalipto por ano, com o menor custo de caixa de produção do mundo, abaixo de R$ 400 por tonelada no longo prazo.

O projeto será financiado pela posição de caixa da Suzano e a geração de caixa proveniente dos negócios correntes, podendo ser complementado com financiamentos, desde que as condições sejam atrativas em termos de custo e prazo.

A capacidade de produção de celulose da Suzano será elevada em mais de 20% com o projeto, para 13,4 milhões de toneladas por ano.

Ademais, a Suzano está projetando um crescimento elevado da demanda global de celulose de fibra nos próximos anos, o que garantiria a absorção da oferta adicional. A substituição da celulose de fibra longa pela de fibra curta e a substituição de materiais com origem fóssil pelos renováveis também são viáveis para a companhia.

Ainda de acordo com o diretor florestal, logística e suprimentos, Carlos Aníbal, a companhia já garantiu toda a madeira necessária para o início das operações, com até 90% das necessidades garantidas até 2030.

A Suzano possui 600 mil hectares de floresta em Mato Grosso do Sul para atender ao Projeto Cerrado e a fábrica de celulose de Três Lagoas. Visto que a distância média é de 65 quilômetros entre a fábrica e a floresta, a competitividade do projeto é ainda maior.

E Eu Com Isso?

O Projeto Cerrado representa um importante avanço na estratégia de longo prazo da companhia, contribuindo para a ampliação de sua competitividade estrutura, o atendimento à demanda crescente de celulose de fibra curta e a evolução da Suzano em sustentabilidade – em especial ao que se refere a clima e resíduos, proporcionando um importante aumento de captura de carbono advindo da nova base florestal.

Dessa forma, esperamos que o projeto traga excelentes resultados e gere um impacto positivo nas ações da Suzano (SUZB3) no médio prazo.

Este conteúdo faz parte da nossa Newsletter ‘E Eu Com Isso’.

e-eu-com-isso

Leia também: Resultados da Suzano (SUZB3) do 3T21.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Levante Ideias - Banco Central
E eu com isso

O dilema do Copom

Nesta semana será realizada a última reunião do Copom (Comitê de Política Monetária) de 2021. A certeza de que a taxa referencial Selic será elevada

Read More »
Levante Ideias - Congresso Nacional
E eu com isso

Detalhes finais

O início de semana é mais morno em Brasília. Dois assuntos devem ser destaque, durante essa semana, nos corredores do Congresso Nacional, Esplanada dos Ministérios

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.