Facebook Logo

Resultado do Facebook (FB) do 1T21

O Facebook (FB) apresentou nesta quarta-feira (28), após o fechamento do mercado, os seus resultados do primeiro trimestre de 2021. Os números vieram muito fortes, bem acima das expectativas em todas as linhas do resultado.

A receita líquida foi de 26,1 bilhões de dólares, crescimento de 48 por cento na comparação anual e 10 por cento acima das expectativas. O resultado foi impulsionado pelo acréscimo de 30 por cento no preço por anúncio e aumento de 12 por cento no número de anúncios entregues. A base de usuários ativos também cresceu (mais detalhes abaixo).

O resultado operacional também veio forte: 11,3 bilhões de dólares, crescimento de 93 por cento ano contra ano. A margem operacional, então, pulou de 33 por cento para 43 por cento.

O lucro por ação também saltou na mesma proporção do resultado operacional, alcançou o patamar de 3,30 dólares e bateu as estimativas, que giravam na casa dos 2,35 dólares por ação.

Guidance: para o 2T21, a companhia espera uma taxa de crescimento de receitas parecida ou um pouco maior que a observada neste trimestre. Para o segundo semestre, porém, a companhia espera uma desaceleração relevante nas taxas de crescimento, dado que a base de comparação será mais desafiadora. As despesas deverão ficar na faixa entre 70 e 73 bilhões de dólares e os investimentos em bens de capital (CapEx) entre 19 e 21 bilhões de dólares.

E Eu Com Isso?

O resultado do Facebook foi muito bom, bem acima das expectativas. Esperamos impacto bastante positivo no preço das ações FB no curto prazo.

Crescimento de receitas forte e acima das expectativas; um operacional extremamente sólido (aumento no número e preço dos anúncios entregues, base de usuários crescentes); ganhos de eficiência operacional/margens; lucro e geração de caixa livre: um resultado limpo, “sem filtro” e difícil de colocar defeitos.

O único detalhe fica por conta do guidance menos animador para o 2S21, mas que já havia sido alinhado na teleconferência de resultados do 4T20. O impacto da atualização operacional do sistema operacional da Apple – o iOS 14.5 – já está incorporado nesta perspectiva um pouco menos otimista.

A base de usuários diários ativos considerando todas as plataformas da companhia (Facebook, Messenger, WhatsApp, Instagram) ficou no patamar de 2,72 bilhões ao final do trimestre, crescimento de 15 por cento na comparação anual. A base de usuários mensais ativos foi de 3,45 bilhões: crescimento de 15 por cento contra o 1T20.

Até o momento, avaliamos o Facebook com o resultado mais forte das FAAMNG’s, juntamente com o Google. Um bom momento para o mercado de publicidade digital e uma bela resposta ao ceticismo associado às pressões regulatórias.

Este conteúdo faz parte da nossa Newsletter ‘E Eu Com Isso’.

Para ficar por dentro do universo dos investimentos de maneira prática, clique abaixo e inscreva-se gratuitamente!

e-eu-com-isso

Leia mais sobre a empresa: Facebook e Google podem sofrer regulação.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Levante Ideias - Federal Reserve
E eu com isso

O Fed e a China

A terça-feira (27) começa com os mercados sob forte expectativa do que vai ocorrer nas principais economias. Há pontos que demandam atenção nos Estados Unidos,

Read More »
Levante Ideias - Dinheiro
E eu com isso

Veto ao fundão

O presidente Bolsonaro confirmou, nesta segunda-feira (26), que deve vetar o montante de R$ 5,7 bilhões destinados ao Fundo Especial de Financiamento de Campanhas (mais

Read More »
Levante Ideias - Tesla
E eu com isso

Resultados da Tesla (TSLA) do 2T21

A Tesla (TSLA), referência global no mercado de veículos elétricos, apresentou nesta segunda-feira (26), após o fechamento do mercado, o seu resultado referente ao segundo

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.

Fechar Menu

Fechar Painel