Levante Ideias - Maia

Reforma tributária só em 2021

Com o calendário apertado nesse fim de ano e as atenções voltadas para as eleições legislativas de 2021, a reforma tributária está praticamente adiada para o ano que vem. Com isso, vão sendo frustrados os planos de Rodrigo Maia (DEM-RJ), que gostaria de votar o projeto em Plenário ainda este ano – pelo menos em primeiro turno.

Havia uma janela pequena de oportunidade para votar a reforma antes do recesso parlamentar (22 de dezembro), mas após o Supremo Tribunal Federal (STF) barrar a possibilidade de reeleição no Congresso, deputados e senadores passaram a tratar a sucessão do comando das Casas como tema prioritário. Ontem mesmo (9), o presidente da comissão mista da reforma tributária, senador Roberto Rocha (PSDB-MA), solicitou a prorrogação dos trabalhos da comissão para até o final do primeiro trimestre de 2021.

Ainda, o deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), relator da reforma, é um dos nomes ventilados para representar o bloco apoiado por Maia na eleição da Câmara. Oficialmente, o nome a ser apoiado pelo DEM, PSL, MDB, PSDB, Cidadania e PV deve ser anunciado até o fim desta semana – até porque o candidato da base aliada, Arthur Lira (PP-AL), se lançou para o cargo nesta terça-feira.

Ao que tudo indica, Aguinaldo já teria um parecer pronto, mas conversou com Maia e o líder do governo na Câmara (PP-PR) e decidiu apresentar formalmente o relatório apenas quando houvesse um calendário de votação já firmado.

E Eu Com Isso?

Pouco a pouco, vai se realizando a nossa previsão de que a agenda legislativa neste fim de ano ficaria por conta apenas de reformas micro, com reformas de grande calibre, como a tributária, sendo adiadas para o ano que vem. A continuidade da PEC 45 em 2021, inclusive, depende de quem será o vencedor da disputa pelo comando da Câmara e do Senado, mas nosso cenário-base prevê avanços substanciais na reforma tributária no primeiro semestre do ano que vem.

Com o adiamento da reforma praticamente certo, esse é mais um desafio importante para o governo promover em 2021. Investidores, contudo, já haviam precificado esse atraso na pauta e não cogitavam a aprovação da reforma tributária ainda neste ano. Por isso, o impacto é negativo, mas deve ser pequeno – quase mínimo – no pregão de hoje.

Este conteúdo faz parte da nossa Newsletter ‘E Eu Com Isso’.

Para ficar por dentro do universo dos investimentos de maneira prática, clique abaixo e inscreva-se gratuitamente!

e-eu-com-isso

Leia também: Sucessão no Senado.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Levante Ideias - Juros
E eu com isso

A nova narrativa dos juros

A divulgação da edição mais recente do Relatório Focus nesta segunda-feira (26) mostra uma mudança nas expectativas. Não foi um movimento de ruptura. Ao contrário,

Read More »
Levante Ideias - Congresso Nacional
E eu com isso

Bola da vez

Com a reunião entre Bolsonaro e Ciro Nogueira (PI), o Partido Progressistas é a bola da vez em Brasília. O presidente da sigla deve mesmo

Read More »
Levante Ideias - Economia China
E eu com isso

Sell-off prossegue na China

Na madrugada desta segunda-feira (26), o sell-off (movimento forte e generalizado de venda dos ativos) das ações chinesas do setor de educação privada e tecnologia

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.

Fechar Menu

Fechar Painel