Petrobras E Eu Com Isso

Petrobras (PETR3/PETR4): Opep e corte na produção

Nesta terça-feira (5), a Arábia Saudita fez um alerta à Organização dos Países Produtores de Petróleo (Opep) e seus aliados contra a liberação de mais barris no mercado, aceitando reduzir sua produção em 1 milhão de barris/dia em fevereiro e março. Segundo os sauditas é necessário que a produção de petróleo continue restrita a fim de administrar o nível de demanda, afetada pela pandemia do coronavírus. Sua postura foi de oposição à Rússia, que sinalizou desejo de aumento na produção. Segundo Alexandrer Novak, vice-premiê do país, os programas de vacinação deverão avançar, o que impactará a retomada da atividade econômica e, consequentemente, a demanda por petróleo.

Os preços de petróleo chegaram a oscilar na bolsa durante o dia com a divergência de visões na reunião da Opep, porém terminaram o pregão em forte alta, com o barril do Brent subindo 4,91 por cento para março, cotado a 53,60 dólares, e o WTI subindo a 4,85 por cento, fechando em 49,93 dólares, respectivamente.

O início das vacinações em escala mundial animou o mercado sobre a futura retomada da atividade econômica, o que fez com que o preço do barril subisse a patamar superior a 50 dólares por barril.

No entanto, o aumento do número de casos de covid-19 em países como o Reino Unido, novos “lockdowns” impostos em algumas economias e descobertas de novas variantes do coronavírus fez com que se freasse em parte esse otimismo.

Em dezembro, a Opep+ decidiu realizar um aumento da produção de petróleo em 500 mil barris/dia, nível inferior à alta de 2 milhões de barris/dia acertada como afrouxamento gradual do acordo de corte na produção. Embora a Rússia pressione pelo aumento da produção, a Arábia Saudita, líder do grupo, e outros produtores do cartel desejam manter controlado o nível de produção de óleo.

E Eu Com Isso?

A notícia teve impacto positivo para os preços do petróleo e indica um mercado com oferta e demanda mais equilibradas nos próximos meses, o que é música para ouvidos para a Petrobras, com forte alta no preço das ações (PETR3/PETR4).

Surpreendeu os investidores diante da demanda global acima das expectativas nas primeiras semanas de dezembro, refletindo lockdowns mais curtos do que o projetado na União Europeia, e por permitir que a Rússia aumente sua produção, transferindo o impacto fiscal somente à Arábia Saudita. Além disso, desde julho, ocorre queda quase ininterrupta dos estoques, embora ainda permaneçam historicamente elevados.

Nesse contexto, nossa visão é que o corte reflete uma aceleração da pandemia nos últimos dias, especialmente em países como a Alemanha, que enfrenta dificuldades para controlar os casos, e Reino Unido, que sofre com uma nova cepa mais contagiosa. Países asiáticos, como Coreia do Sul e Japão, também reportaram aumento substancial dos casos, que atingiram valores diários superiores aos reportados na primeira onda. Em conjunto, os números apontam para retração da demanda global, e a Arábia Saudita parece ter se antecipado a esse movimento.

Analisando os efeitos para empresas brasileiras do setor, o aumento do preço do barril é benéfico. Nesse sentido, ao decorrer do pregão de ontem, o Ibovespa reagiu de modo positivo, sustentado por forte alta das ações da Petrobras, que fecharam o dia acima de 30 reais, patamar observado pela última vez somente nos meses anteriores à pandemia. Mais especificamente, PETR3 e PETR4 valorizaram-se 3,05 e 3,90 por cento, respectivamente, enquanto o Ibovespa encerrou o dia com alta de 0,44 por cento.

Este conteúdo faz parte da nossa Newsletter ‘E Eu Com Isso’.

Para ficar por dentro do universo dos investimentos de maneira prática, clique abaixo e inscreva-se gratuitamente!

e-eu-com-isso

Leia mais sobre a empresa: Petrobras (PETR3/PETR4): Venda de ativos segue no radar.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Copel - E Eu Com Isso - Levante
E eu com isso

Plano Estratégico da Copel

A Copel divulgou nesta quinta-feira (21) seu novo planejamento estratégico. Além de mudanças estatutárias e de uma nova política de dividendos, a nova agenda propõe

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.

Fechar Menu

Fechar Painel