Levante Ideias - Pix

Operadoras de celular avaliam o PIX

O avanço dos serviços digitais e um cenário regulatório mais favorável vem impulsionando uma onda de serviços financeiros oferecidos pelas operadoras de telecomunicações. Nesta segunda-feira (16) foi a vez da Claro anunciar sua entrada no segmento, com o lançamento de um novo serviço de conta digital, o Claro Pay, já integrado com o PIX, o novo sistema de pagamentos que começa a funcionar plenamente hoje (16).

A Claro era única das quatro grandes operadoras a não ter anunciado a entrada nos serviços financeiros, um caminho natural considerando a larga base de clientes das operadoras e a rentabilidade que os serviços financeiros atualmente são capazes de proporcionar.

Segundo o diretor de soluções e produtos financeiros da Claro, o Claro Pay não tem a intenção de ser o negócio principal da companhia, mas destaca que o setor atuar de forma holística. Além disso, ele também destacou que a ideia dos serviços financeiros não é competir com os grandes bancos e sim com os novos nichos de mercado que estão surgindo.

Embora o potencial de venda nas próprias bases de clientes das operadoras de telecomunicações seja muito grande, esses serviços vão demorar bastante tempo para serem relevantes no resultado das operadoras, logo não esperamos que essa notícia movimente muito o mercado no curto prazo, também porque a Claro faz parte de uma empresa listada na bolsa mexicana.

Na nossa visão, o setor como um todo compartilha uma visão muito similar, como todas as principais empresas buscando oportunidades de vender serviços em suas largas bases de clientes. Porém, a parte interessante desse movimento das operadoras para serviços financeiros é que cada uma adotou uma abordagem diferente, enquanto a Vivo lançou o próprio serviço de empréstimos (Vivo Money), a TIM Brasil virou sócia do banco digital C6, indicando seus clientes para a plataforma do banco, já a Oi fez uma parceria com a fintech Conta Zap e agora a Claro lançou um serviço já integrado com o PIX.

No futuro, é muito provável que todas as operadoras forneçam um portfólio de serviços financeiros, incluindo conta digital, empréstimos pessoais entre outros, porém a melhor forma de fazer ainda segue incerta e cada operadora vem adotando um modelo diferente.

* Este conteúdo faz parte do nosso boletim diário: ‘E Eu Com Isso?’. Todos os dias, o time de analistas da Levante prepara as notícias e análises que impactam seus investimentos. Clique aqui para receber informações sobre o mercado financeiro em primeira mão.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Levante Ideias - Cosan
E eu com isso

Fundo da Cosan amplia portfólio

A Cosan (CSAN3), veículo de investimento (holding) com foco em energia, agronegócio e infraestrutura que controla empresas como Raízen (RAIZ4) e Rumo (RAIL3), anunciou via

Read More »
Levante Ideias - Dinheiro
E eu com isso

Acordo para precatórios

Após uma série de discussões de bastidor, os Três Poderes vão caminhando em direção a uma solução para os precatórios no Orçamento de 2022. A

Read More »
Levante Ideias - Evergrande
E eu com isso

A Evergrande não é tão grande

O conglomerado chinês Evergrande (3333.HK) pode, sem exagero, ser considerado um império. É a segunda maior incorporadora chinesa. Emprega 200 mil pessoas e gera 3,8

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.