Levante Ideias - Energia Elétrica

Omega Energia funde unidades para acelerar crescimento

A Omega Energia (OMGE3) comunicou através de Fato Relevante na noite da sexta-feira (24) a aprovação da combinação de seus negócios de energia elétrica renovável que já tenham atingido a fase operacional (Negócios de Geração) com negócios de energia elétrica renovável em desenvolvimento (Negócios de Desenvolvimento) pela Omega Desenvolvimento.

O ciclo de negócios da Omega é formado por três unidades: Omega Desenvolvimento, Omega Geração e Omega Comercializadora.

A Omega Desenvolvimento é a unidade de projeto e implantação de novos ativos renováveis (solares, eólicos, hidráulicos), da Omega.

Já a Omega Geração é a plataforma de investimentos em geração de energia 100% limpa, onde é realizada a gestão, operação e manutenção dos ativos adquiridos e em funcionamento.

A proposta envolve a consolidação dos Negócios de Desenvolvimento e dos Negócios de Geração em uma nova sociedade holding, denominada Omega Energia, que será o veículo exclusivo dos atuais controladores da Omega Geração, enquanto permanecerem controladores da Omega Energia, para exploração dos Negócios de Desenvolvimento no Brasil.

A Combinação de Negócios contempla (i) a contribuição, para a Omega Energia, da totalidade das ações de emissão da Omega Desenvolvimento e da totalidade das ações de emissão da companhia de titularidade dos acionistas controladores; e (ii) a incorporação da totalidade das ações da empresa pela Omega Energia, a qual será submetida à assembleia geral da companhia e, que se aprovada, permitirá que a companhia se torne subsidiária integral da Omega Energia.

A proposta prevê uma relação de substituição de 1,4898 novas ações ordinárias da Omega Energia para cada ação a ser incorporada.

E Eu Com Isso?

A notícia é positiva para as ações da Omega (OMGE3), visto que a combinação de negócios criará uma empresa integrada com o objetivo de fornecer energia digital, simples e sustentável, possibilitando acelerar o desenvolvimento dos projetos da companhia.

Além disso, os projetos em implantação devem adicionar cerca de R$ 390 milhões de Ebitda em 2024, além de outros projetos considerados para o portfólio adicionarem, aproximadamente, R$ 700 milhões de Ebitda que, em conjunto, podem quase duplicar o resultado da empresa em 2024.

Este conteúdo faz parte da nossa Newsletter ‘E Eu Com Isso’.

e-eu-com-isso

Leia também: Leilões de energia no radar.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.