berkshire hathaway eeci

Números da Berkshire Hathaway

A Berkshire Hathaway (BERK-A/BERK-B) apresentou no sábado (27), os seus resultados do quarto trimestre de 2020. Por se tratar de uma empresa de participações, os resultados contábeis não apresentaram grandes surpresas, mas a revelação do tamanho do programa de recompra de ações praticado em 2020 pode ser vista como um sobressalto para os acionistas.

O lucro no trimestre foi de 35,8 bilhões de dólares, 23 por cento a mais que no mesmo período no ano anterior. O resultado no período foi beneficiado pelo “rally” das ações no final do ano. No resultado anual completo, porém, o lucro foi de 42,5 bilhões de dólares, 47,7 por cento a menos que em 2019.

Por uma questão de regulação, o mercado teve acesso às operações dos últimos meses apenas recentemente, já demonstradas neste balanço. As principais delas foram a venda de uma parte da participação na Apple e a correspondente compra de 4 bilhões de dólares na gigante do petróleo Chevron e outros 8,7 bilhões de dólares na operadora de telecom Verizon.

Por fim, ela anunciou que despendeu 24,7 bilhões em recompra de ações ao longo de 2020, aproximadamente 5 por cento do total de ações correspondentes ao capital da companhia.

E Eu Com Isso?

Os números apresentados pela Berkshire foram bons, em linha com o esperado devido à natureza das suas operações. Acreditamos que o comunicado a respeito do programa de recompra de ações é que deve refletir positivamente no preço das ações BERK-A/BERK-B no curto prazo.

Meses após o início da pandemia, Buffett deu seu recado: “nunca aposte contra a América”. Dito e feito: o oráculo de Omaha aproveitou a queda generalizada dos mercados para reforçar a recompra de ações, fazendo com que seus acionistas aumentassem a sua fatia nas companhias através da holding sem necessidade de aportes.

Esse é um dos pontos que ele destaca na carta anual: a maravilha da recompra de ações para os acionistas. Porém, ele não guarda críticas às companhias que a realizam com o mercado em alta, o que sugere menor potencial de retorno aos sócios.

Agora, desde o início das operações (entre 1965 e 2020), o retorno anualizado da Berkshire é de 20 por cento, quase o dobro do S&P 500 (10,2 por cento).

Atualização das maiores posições: a companhia detém 5,4 por cento do capital da Apple (AAPL), e representa 42,8 por cento da sua exposição; também detém 11,9 por cento do Bank of America, 11,1 por cento da sua “carteira”; 9,3 por cento da The Coca Cola Company (KO), o que corresponde a 7,8 por cento de exposição e 18,8 por cento da American Express Company, 6,5 por cento dos investimentos.

Este conteúdo faz parte da nossa Newsletter ‘E Eu Com Isso’.

Para ficar por dentro do universo dos investimentos de maneira prática, clique abaixo e inscreva-se gratuitamente!

e-eu-com-isso

Leia também: Acordo do Facebook.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Levante Ideias - Congresso Nacional
E eu com isso

Não olhe para Brasília

Agosto, mês de desgosto. Esse velho ditado indica que os prognósticos para o oitavo mês do ano não são dos melhores. Há várias explicações para

Read More »
Levante Ideias - Congresso Nacional
E eu com isso

Terreno perigoso

Após o diagnóstico sobre a cifra elevada de pagamento de precatórios no Orçamento de 2022, os dois principais articuladores do governo (Ciro Nogueira, do PP

Read More »
Levante Ideias - Petróleo
E eu com isso

Resultados da BP do 2T21

A gigante do petróleo BP (BP) apresentou nesta segunda-feira (2), após o fechamento dos mercados, seus resultados do 2T21. Os números vieram fortes, bem acima

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.