google eeci

Números da Alphabet

A Alphabet (GOOGL/GOOL) – holding que controla o Google – também apresentou nesta terça-feira (2), após o fechamento do mercado, os seus resultados do quarto trimestre de 2020. Assim como a Amazon, os números vieram acima das expectativas em todas as linhas do resultado.

Os principais destaques foram a linha de receitas, puxada pelo surpreendente desempenho dos Serviços de publicidade (ads).

A receita líquida totalizou 56,9 bilhões de dólares, crescimento de 23 por cento na comparação anual e mais de 7 por cento acima do estimado.

O resultado operacional medido pelo Ebit foi de 15,6 bilhões de dólares, crescimento de 28 por cento na comparação com o mesmo período de 2019. O crescimento nesta linha em uma taxa superior a linha de receitas indica um ganho de margem, que neste caso foi de 8 pontos percentuais.

O lucro líquido por ação de 22,30 dólares também foi forte e acima das projeções, que giravam em torno dos 16 dólares por ação.

A geração de caixa livre (free cash flow) no exercício anual foi de 42,8 bilhões de dólares.

E Eu Com Isso?

O resultado do Google foi bom e superior às expectativas. Por conta disso, acreditamos que as ações GOOGL/GOOG reagirão bem ao resultado na sessão desta quarta-feira (3). Sem dúvidas foi uma boa resposta aos investidores mais céticos e preocupados com o risco regulatório que vem rondando a empresa nos últimos meses.

Apesar de “anos de estrada”, a companhia segue sustentando boas taxas de crescimento de receitas (CAGR acima de 20 por cento nos últimos5 anos), ganhos de margem operacional e geração de caixa crescente.

Esta rara combinação é, ainda, acompanhada de valuations não muito exagerados: cerca de 30 vezes o lucro projetado para 2021.

A companhia estreou um novo formato de apresentação dos resultados, dividindo os segmentos em Serviços, Cloud e outros. Os serviços, que representam 92 por cento do resultado e o único com margem positiva, é onde estão o seu canal de buscas e o YouTube, por exemplo.

Este canal foi a surpresa positiva do trimestre e cresceu 21 por cento em volume. A receita oriunda do YouTube cresceu 46 por cento.

Os serviços de Cloud também foram bem (crescimento de 46 por cento), alcançando 3,8 bilhões de dólares. Ele deve ganhar relevância nos próximos exercícios, mas ainda é reduz um pouco a margem no resultado agregado.

Em mensagem, o CEO Sundar Pichai reforçou a utilidade dos serviços da companhia para pessoas e empresas, dentro do contexto da rápida transição para os serviços online e o Cloud (nuvem). Assim como observamos, ele destacou a receita do YouTube, marcando a recuperação das atividades de consumo na comparação com o começo do ano, período mais desafiador para os serviços de publicidade.

Este conteúdo faz parte da nossa Newsletter ‘E Eu Com Isso’.

Para ficar por dentro do universo dos investimentos de maneira prática, clique abaixo e inscreva-se gratuitamente!

e-eu-com-isso

Leia também: Resultados do Alibaba Group.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Levante Ideias - Telecomunicação
E eu com isso

Onda de M&A na telecom

Um estudo publicado pela consultoria RGS Partners mostra que o Brasil movimentou mais US$ 92 bilhões em fusões e aquisições em 95 transações entre 2010

Read More »
Levante Ideias - Banco Central
E eu com isso

Semana decisiva para os juros

A próxima semana será decisiva para a trajetória dos juros brasileiros de agora em diante. Em circunstâncias normais, o prognóstico seria de alta das expectativas

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.

Fechar Menu

Fechar Painel