Levante Ideias - Luiz Henrique Mandeta Fabio Rodriguez

Mandetta na CPI

O início da rodada de depoimentos da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, com a presença dos ex-ministros da Saúde Luiz Henrique Mandetta (DEM-MS) e Nelson Teich, nesta terça, tem tudo para ser acalorada.

A expectativa é que o médico ligado ao DEM enfrente jogo duro tanto do governo quanto da oposição, com as eleições de 2022 como pano de fundo para os ataques de ambos os grupos. Mandetta é ventilado como uma alternativa de centro para o próximo pleito, seja para o âmbito presidencial ou para um eventual governo do estado.

A estratégia dos governistas já foi definida: culpar o ex-ministro por erros no início da pandemia e retirar algumas declarações de contexto para pressioná-lo, evitando o uso político dos holofotes dados pela comissão. Já a oposição deve questionar o respaldo do médico à política negacionista do Planalto e a conveniência política de, posteriormente, largar o posto realizando duras críticas ao governo.

Ao cabo, porém, o saldo do depoimento vai depender mais do próprio comportamento do ex-ministro, de como ele se defenderá e se vai partir para o ataque contra Bolsonaro e outros integrantes do Executivo. Há quem considere que é cedo demais para que o médico adote um discurso mais eleitoreiro.

O depoimento de Nelson Teich, por sua vez, deve ser mais tranquilo – já que o médico permaneceu menos de um mês no cargo e não tem nenhuma pretensão política. O colegiado inicia os trabalhos às 10 horas da manhã e não deve ter horário para acabar, mas alguns senadores cogitam abreviar as sessões de interrogatório para evitar dar qualquer oportunidade para que Mandetta se capitalize politicamente. O depoimento mais tenso é esperado para esta quarta (5), quando o general Eduardo Pazuello estará presente na CPI e terá de esclarecer suas declarações mais recentes sobre a condução da pandemia pelo governo federal.

E Eu Com Isso?

Ao que tudo indica, o ex-ministro Mandetta deve adotar um tom mais moderado e focar na sua defesa, desmentindo quaisquer pontos de ataque levantados pelos senadores – tanto da base aliada quanto da oposição. Em função da conjuntura política e pelo fato do médico se posicionar ao centro no espectro político, não é de interesse de nenhum dos outros dois grupos políticos abrir brechas para seu crescimento como cabo eleitoral.

De qualquer forma, depoimentos em CPIs acabam chamando bastante atenção no mundo político e podem gerar ruídos nos pregões desta semana, especialmente nessa terça e quarta-feira. O mercado deve acompanhar atento os depoimentos dos ex-ministros.

Este conteúdo faz parte da nossa Newsletter ‘E Eu Com Isso’.

Para ficar por dentro do universo dos investimentos de maneira prática, clique abaixo e inscreva-se gratuitamente!

e-eu-com-isso

Leia também: Barroso determina instalação da CPI da Covid-19.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Levante Ideias - Federal Reserve
E eu com isso

O Fed e a China

A terça-feira (27) começa com os mercados sob forte expectativa do que vai ocorrer nas principais economias. Há pontos que demandam atenção nos Estados Unidos,

Read More »
Levante Ideias - Dinheiro
E eu com isso

Veto ao fundão

O presidente Bolsonaro confirmou, nesta segunda-feira (26), que deve vetar o montante de R$ 5,7 bilhões destinados ao Fundo Especial de Financiamento de Campanhas (mais

Read More »
Levante Ideias - Tesla
E eu com isso

Resultados da Tesla (TSLA) do 2T21

A Tesla (TSLA), referência global no mercado de veículos elétricos, apresentou nesta segunda-feira (26), após o fechamento do mercado, o seu resultado referente ao segundo

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.

Fechar Menu

Fechar Painel