Barroso - STF - Divulgação

Barroso determina instalação da CPI da Covid-19

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, determinou ontem que o Senado Federal instale uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar eventuais irregularidades e omissões do governo federal no combate à pandemia de Covid-19.

A liminar do ministro foi concedida após mandado de segurança impetrado, em março, pelos senadores do partido Cidadania, Alessandro Vieira (SE) e Jorge Kajuru (GO). O ministro Barroso, logo após a decisão, liberou o tema para análise do plenário virtual do STF. No despacho, o ministro destacou que o Supremo tem reiterado que CPIs devem ser instaladas caso seus requisitos constitucionais sejam cumpridos. São eles: a assinatura de um terço dos integrantes de qualquer Casa Legislativa; a indicação de fato determinado para apuração; e a definição de prazo concreto para duração. O prazo de duração da CPI é de 90 dias, podendo ser prorrogado pelo mesmo período.

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), recebeu a decisão com maus olhos, mas afirmou que vai cumpri-la já na semana que vem, com a leitura do requerimento de instalação da CPI no Senado. Segundo o mineiro, neste momento não é oportuna a abertura de investigações, sob risco de comprometer o enfrentamento da pandemia e de forte politização, em meio ao início precoce da corrida eleitoral para 2022.

Alguns interlocutores do governo também reagiram negativamente à decisão, entendendo que ela deve tornar a relação entre Executivo e Legislativo mais complicada nas próximas semanas. Recentemente, a questão orçamentária já criou desavenças indesejadas entre as partes.

Informações de bastidor, inclusive, apontam que o presidente do STF, Luiz Fux, tentou evitar a liminar impositiva de Barroso por meio do diálogo com congressistas e com o próprio presidente do Senado. O atual presidente do tribunal deixou claro aos senadores que a decisão seria inevitável caso nada fosse feito no Legislativo.

E Eu Com Isso?

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, ficou em uma situação politicamente delicada, pois nada pôde fazer sobre a instalação da CPI sem que contrariasse a base aliada do governo, uma das maiores responsáveis pela sua eleição na Casa. O líder do Senado resistiu ao máximo, mas agora deve abrir a comissão, que coloca pressão adicional sobre o Executivo.

Comissões Parlamentares de Inquérito tem como objetivo apurar ilegalidades ou omissões sobre um tema específico, por meio de discussões, entrevistas, levantamentos de evidências e dados e, posteriormente, elaboração de um relatório conclusivo, que inclusive pode ser encaminhado ao Ministério Público, para que se promova a responsabilidade civil e/ou criminal.

Além disso, continua em vigor a velha máxima do Congresso Nacional: é possível saber como uma CPI começa, mas não como ela termina. Nesse sentido, o Planalto fica mais vulnerável com a decisão de Barroso e o mercado financeiro deve acompanhar de perto o andamento das sessões da comissão. Para esta sexta (9), a notícia pode ter algum impacto negativo, mas de modo colateral, nas negociações.

Este conteúdo faz parte da nossa Newsletter ‘E Eu Com Isso’.

Para ficar por dentro do universo dos investimentos de maneira prática, clique abaixo e inscreva-se gratuitamente!

e-eu-com-isso

Leia também: Pandemia volta a ameaçar retomada da atividade.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Levante Ideias - Telecomunicação
E eu com isso

Onda de M&A na telecom

Um estudo publicado pela consultoria RGS Partners mostra que o Brasil movimentou mais US$ 92 bilhões em fusões e aquisições em 95 transações entre 2010

Read More »
Levante Ideias - Banco Central
E eu com isso

Semana decisiva para os juros

A próxima semana será decisiva para a trajetória dos juros brasileiros de agora em diante. Em circunstâncias normais, o prognóstico seria de alta das expectativas

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.

Fechar Menu

Fechar Painel