Levante Ideias - Bitcoin

Lucros muito além do Bitcoin

O investidor (ou a investidora) que acompanhou o noticiário sobre o Bitcoin nos últimos dias está convencido que é preferível encerrar 2021 com um diagnóstico de influenza do que colocar seu dinheiro em criptomoedas. O comportamento dos preços nos últimos pregões do ano tem sido ruim, com fortes quedas.

Na manhã desta quarta-feira (29), o Bitcoin estava sendo negociado a US$ 47,6 mil. Na ponta do lápis, uma alta de mais de 64% no ano. Nada mau. No entanto, esses preços estão quase 30% abaixo da máxima do ano. Em outubro, o Bitcoin chegou a seu pico histórico, que foi de US$ 67,6 mil. Alta de 133% no ano.

Qual o valor “justo” do Bitcoin? Os US$ 29 mil do início de 2021, os US$ 47,6 mil do fim ou os US$ 67,6 mil do pico? Nenhum deles. Ou todos eles.

Analisar criptomoedas requer ferramentas diferentes da análise de ações, que é o arroz com feijão (muito bem temperado, por sinal) dos profissionais da Levante Ideias de Investimentos que todos os dias suam a camisa para trazer para você as melhores alternativas para aplicar seu dinheiro duramente ganho.

É fácil entender o motivo dessa dificuldade em analisar os criptoativos. Uma empresa, especialmente uma que está na Bolsa há algum tempo, tem um histórico de resultados. É possível comparar seu desempenho com os movimentos do PIB (Produto Interno Bruto). É fácil avaliar seus números com a média do setor, e procurar distorções que indiquem oportunidades à frente (ou problemas em potencial).

No caso do criptoativos, é mais difícil. Essas moedas não pagam dividendos. A única rentabilidade possível é comprar e vender com lucro. Ou seja, comprar com a convicção de que, mais à frente, haverá alguém disposto a pagar mais. Futurologia? Longe disso.

É nesse momento que entra em cena Fernanda Guardian, especialista em criptoativos da Levante. Fernanda não tem apenas um profundo conhecimento teórico das criptomoedas. Ela também vive essa realidade na prática. Renunciou a uma carreira bem-sucedida e promissora no Citibank para se dedicar a esses ativos. E há alguns meses ela foi para El Salvador. Sua intenção não era tomar sol em resorts paradisíacos às margens do Pacífico, mas testemunhar o primeiro país a adotar o Bitcoin como moeda nacional. “Pagar uma pizza com Bitcoin foi emocionante”, diz ela.

Para Fernanda, os solavancos atuais do Bitcoin fazem parte do processo de qualquer mercado, especialmente em eventos “gregorianos”, como o fim do ano. Muitos investidores podem, simplesmente, estar aproveitando para colocar dinheiro no bolso, realizando os lucros acumulados. Porém, para ela, isso pode ser uma oportunidade. “O Bitcoin é uma moeda escassa, 90% dos Bitcoins possíveis já foram minerados e a demanda deve seguir aumentando, devido aos usos crescentes pela economia tradicional”, diz ela.

Na avaliação da especialista da Levante, ainda há muito espaço para ganhos, e não apenas no Bitcoin. Fernanda preparou um relatório indicando seis criptomoedas que já estão caminhando para usos importantes na economia tradicional, cujos preços subiram bastante em 2021 e que ainda podem proporcionar bons ganhos. Claro, nunca é demais lembrar que rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura, e que esses ativos são voláteis e, portanto, arriscados.

A estratégia mais recomendada é investir uma fatia pequena de seu patrimônio neles, buscando grandes ganhos e se expondo a perdas pouco relevantes. Quais ativos? Essa é uma resposta que você deve procurar lendo os brilhantes relatórios da Fernanda Guardian, especialista em criptoativos da Levante Ideias de Investimentos.

Indicadores

O IGP-M (Índice Geral de Preços – Mercado) acelerou para 0,87% em dezembro, após variar 0,02% em novembro. Entre janeiro e dezembro de 2021, o índice acumulou alta de 17,78%. Em dezembro de 2020, o índice havia subido 0,96% e acumulava alta de 23,14% em 12 meses.

O IPA (Índice de Preços ao Produtor Amplo) subiu 0,95% em dezembro, após queda de 0,29% em novembro. O IPC (Índice de Preços ao Consumidor) variou 0,84% em dezembro, ante 0,93% em novembro. O INCC (Índice Nacional de Custo da Construção) variou 0,30% em dezembro, ante 0,71% em novembro.

E Eu Com Isso?

Em um ambiente de baixa liquidez devido à aproximação do fim do ano, os contratos futuros de Ibovespa e do índice americano S&P 500 iniciam o dia perto da estabilidade, com a maioria dos investidores evitando correr riscos.

As notícias são neutras para a Bolsa.

Este conteúdo faz parte da nossa Newsletter ‘E Eu Com Isso’.

e-eu-com-isso

Leia também: Qual o valor justo do Bitcoin?

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Recomendado para você

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.