Levanate Ideias - Bitcoin

Qual o valor justo do Bitcoin?

Um dos exemplos mais usados para explicar a volatilidade dos preços dos ativos é o “Sr. Mercado”. Na versão mais frequente, essa entidade senta-se na mesa ao lado de Warren Buffett na sede da Berkshire Hathaway.

Disciplinado, o “Sr. Mercado” trabalha todos os dias. O que é imprevisível é seu humor. Em alguns momentos, ele está extremamente otimista. Acha que todas as ações estão baratas, que todos os preços vão subir e que não haverá nenhum problema pela frente. Está comprando tudo o que aparecer, sem questionar.

Em outros momentos ele está no mais profundo pessimismo. Está convencido de que tudo vai mal, e que os preços só farão cair para todo o sempre. Por isso, ele está vendendo tudo baratinho, para evitar maiores prejuízos à frente. Porém, se você não quiser fazer nenhum negócio com ele, sem problemas. No dia seguinte – e em todo os demais – ele estará lá, pronto para comprar e vender.

Buffett tira duas conclusões desse exemplo com jeito de parábola. A primeira é que não é preciso fazer negócios todos os dias. Ao contrário, na maioria das ocasiões o mais recomendado é não fazer nada, e apenas observar as mudanças de humor do Sr. Mercado.

A segunda conclusão, mais importante, é que os preços do Sr. Mercado não são uma indicação totalmente precisa do valor de um ativo. Em momentos de euforia, ativos ruins parecerão ótimos. Em motivos de depressão, joias serão negociadas a preço de bijuteria. Ou, como resumem os especialistas em análise fundamentalista, a melhor estratégia é comprar ao som de canhões e vender ao som de violinos.

Por que estamos relembrando esse velho exemplo? Na terça-feira (21), o índice de Medo e Cobiça (Fear and Greed Index) do mercado de criptoativos, que oscila entre zero e 100 pontos, marcava 27 pontos, indicando Medo Extremo. Na manhã desta quarta-feira (22), ele ainda está na zona do Medo, mas subiu para 45 pontos, perto da indicação Neutra. Na ponta do lápis, uma alta de 66%. Mesmo assim, nas 24 horas até esta manhã, os preços do Bitcoin oscilaram pouco. Subiram apenas 0,6%, avançando de US$ 49,6 mil na terça para US$ 49,9 mil na quarta. Ou seja, ainda testando a resistência de US$ 50 mil.

Qual o valor “justo” do Bitcoin? Essa é uma pergunta complexa, pois as técnicas de valuation mais tradicionais são relativamente ineficientes. No entanto, a indicação mais básica para a trajetória dos preços, a oferta e a demanda, mostra um espaço amplo para valorizações no futuro.

Na avaliação da Fernanda Guardian, especialista em criptomoedas da Levante Ideias de Investimentos, o processo de migração do Bitcoin e das demais criptomoedas e ativos baseados em blockchain prossegue sem interrupções, o que permitirá uma alta sustentável dos preços desses ativos.

E Eu Com Isso?

Os mercados internacionais iniciam o dia sem tendência definida, após a alta da terça-feira que se seguiu às quedas da segunda-feira. As cotações deverão ser influenciadas pelas notícias sobre o Produto Interno Bruto americano do terceiro trimestre, que se espera sejam divulgadas durante a manhã.

Fique atento aos novos desdobramentos.

Este conteúdo faz parte da nossa Newsletter ‘E Eu Com Isso’.

e-eu-com-isso

Leia também: O interesse crescente pelas criptomoedas.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Recomendado para você

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.