Levante Ideias - Johnson & Johnson

Johnson & Johnson evita julgamento

A Johnson & Johnson (JNJ) fechou neste fim de semana um acordo de US$ 263 milhões com a justiça em Nova York para resolver as ações judiciais focadas na sua suposta responsabilidade na crise dos opioides nos Estados Unidos.

O acordo de última hora significa que o julgamento, que deve começar nesta segunda-feira (28), vai acontecer sem a Johnson, embora outros réus ainda estejam em foco.

A companhia já se pronunciou no ano passado se comprometendo a encerrar totalmente o negócio de analgésicos opioides.

Embora a empresa não fornecesse medicamentos opioides acabados, eram fornecidas as matérias-primas necessárias para a produção.

Os Estados acusavam as empresas envolvidas de “marketing enganoso”, pois a comunicação era embasada na eficiência dos medicamentos para tratar a dor sem causar dependência.

E Eu Com Isso?

A notícia sobre este acordo vem quatro semanas depois que a J&J foi condenada a pagar US$ 2,1 bilhões em danos às mulheres que atribuíram o amianto nos produtos de talco para bebês como causa de câncer.

Vemos este último acordo como levemente positivo para a companhia, mas com baixa capacidade de impactar o preço das ações JNJ no curto prazo.

O risco regulatório é algo persistente no caso de investimento em empresas do setor farmacêutico.

No caso da Johnson, o maior e mais persistente risco é nas questões dos opioides e do amianto no talco para bebês.

Tanto em 2019 como em 2020, as despesas com litígios foram na casa dos US$ 5 bilhões, representando aproximadamente um terço do lucro líquido em cada ano.

Importante salientar que nem todas as multas têm efeito-caixa no curto prazo devido ao parcelamento delas.

A Johnson & Johnson declarou que o acordo não significa uma admissão de responsabilidade ou irregularidade.

De acordo com a farmacêutica, “as ações da empresa relacionadas ao marketing e promoção de medicamentos importantes para a dor foram apropriadas e responsáveis”.

Estima-se em quase meio milhão o número de mortes nos últimos 20 anos associados a overdose de opioides nos Estados Unidos.

A conta, então, chega às empresas do mercado, acusadas ou de fazer vista grossa ao problema ou a fomentar o seu uso indiscriminado.

Este conteúdo faz parte da nossa Newsletter ‘E Eu Com Isso’.

e-eu-com-isso

Leia também: Johnson & Johnson (JNJ): Apelação contra litígio.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Levante Ideias - NFT
E eu com isso

Os NFTs são a arte do lucro

NFT parece ser a sigla de um título público. Algo como Notas Financeiras do Tesouro. Nada disso. NFT é a abreviatura de Non-Fungible Tokens, ou

Read More »
Levante Ideias - Dinheiro
E eu com isso

PEC dos precatórios

Nesta quinta-feira (16), a CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara dos Deputados votou e aprovou, por 32 votos a 26, a PEC (Proposta

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.