irbr3

IRB Brasil: Warren Buffett e saída do presidente do Conselho

IRB Brasil: Warren Buffett e saída do presidente do Conselho

Após chegarem a acumular queda de 30 por cento em 2020, as ações do IRB (IRBR3) tiveram alta de 6,7 por cento nesta quinta-feira (27) ante queda de 2,6 por cento do Ibovespa. A alta se deu com os investidores reagindo a uma notícia do jornal O Estado de S. Paulo de que a Berkshire Hathaway, do megainvestidor Warren Buffett, teria triplicado sua posição na resseguradora brasileira.

De acordo com a publicação, as compras teriam ocorrido entre os dias 6 e 18 de fevereiro, após as ações da companhia brasileira terem caído forte por conta de duas cartas publicadas pela gestora Squadra questionando as práticas contábeis realizadas pela resseguradora.

Ainda ontem, foi veiculada na imprensa a notícia de que o presidente do Conselho de Administração do IRB, Ivan Monteiro, teria pedido demissão do cargo no último dia 20, um dia após a teleconferência de resultados da empresa. Monteiro estaria “desconfortável” com a administração da companhia.

Apesar da empresa ter divulgado um fato relevante na noite de ontem negando a renúncia do presidente do Conselho de Administração, a notícia teria sido confirmada por fontes próximas.

O aumento de participação da Berkshire Hathaway ainda não foi oficialmente confirmado, mas é bem provável diante do interesse já publicamente revelado por Buffett no IRB. Por outro lado, a possível demissão do presidente do conselho evidencia a situação conturbada pela qual a empresa passa atualmente, com impacto negativo no preço das ações no curto prazo se a renúncia for confirmada.

A forte queda das ações em 2020 após as cartas da Squadra pode ter significado uma oportunidade de entrada para quem ainda permanece confiante na empresa. No entanto, entendemos que IRB manterá a alta volatilidade no curto prazo diante da maior incerteza sobre a veracidade de seus números contábeis e da menor previsibilidade dos lucros no futuro.

Sobre a possível demissão de Ivan Monteiro, é importante lembrar que a divulgação do fato relevante por parte da empresa não enterra de vez o assunto.

A possível troca da presidência do Conselho e o ainda não confirmado aumento de posição de Buffett podem marcar o início de uma nova fase do IRB. Porém, nesse momento, o horizonte continua nublado e vemos o case com um risco acima do habitual.

* Esse conteúdo faz parte do nosso boletim diário: ‘E Eu Com Isso?’. Todos os dias, o time de analistas da Levante prepara notícias e análises que impactam seus investimentos. Clique aqui para receber informações sobre o mercado financeiro em primeira mão.

Leia também: O que aconteceu com o IRB?

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.

Recomendado para você

Artigos

Resultados da Vale

A Vale (VALE3) divulgou nesta quarta-feira (28), após o fechamento do mercado seus números referentes ao terceiro trimestre de 2020. O resultado veio em linha

Read More »
Artigos

Números da Vivo

A Telefônica Brasil (VIVT3/VIVT4) apresentou nesta terça-feira (27), após o fechamento do mercado, o seu resultado do 3T20 e que, na nossa avaliação, foi regular

Read More »
Artigos

BTG compra corretora Necton

Na onda de consolidação do mercado em busca de capturar o número crescente de CPFs na bolsa, o BTG Pactual fechou a aquisição da Necton

Read More »
Política Sem Aspas

O desafio do teto – parte II

Na primeira parte dessa dupla de textos, concentrei-me em elencar e dissertar acerca das principais regras fiscais em voga hoje no Brasil. Naquela ocasião, deixei

Read More »
Fechar Menu

Fechar Painel