Airbnb

IPO do Airbnb

Segundo informações de mercado, o Airbnb (ABNB) quer aumentar a faixa de preço da sua oferta pública inicial de ações (IPO) na Nasdaq da faixa de 44 dólares a 50 dólares por ação para a faixa entre 56 dólares e 60 dólares por ação. Assim, a companhia pode chegar com valor de mercado de até 42 bilhões de dólares.

A decisão de aumentar o preço da oferta teria surgido após as reuniões prévias realizadas junto a potenciais investidores – os chamados “roadshows”. O aumento na faixa de preço é uma prática relativamente comum no mercado americano, sendo realizada quando existe uma percepção de que a oferta está aquecida.

O Airbnb é uma plataforma digital, interativa, que conecta anfitriões e hóspedes, oferecendo a ambos uma experiência diferente das formas tradicionais de viajar, fazer turismo e de se relacionar com o prestador do serviço. São aproximadamente 4 milhões de anfitriões, sendo 86 por cento destes fora dos Estados Unidos. A empresa está presente em quase 200 países e em mais de 100 mil cidades.

Até o 3T20, a companhia apresentou uma receita líquida de 2,5 bilhões de dólares, queda de 32 por cento na comparação com o mesmo período do ano anterior. Assim como todo setor de turismo, a companhia vem sentindo os efeitos adversos da pandemia nos seus negócios.

Porém, o Airbnb vem reportando uma recuperação gradual mês após mês. Os executivos acreditam que, no longo prazo, a ideia de viajar a lazer e a trabalho vai se misturar, quebrando barreiras e paradigmas do trabalho presencial na sede das empresas.

E Eu Com Isso?

O IPO do Airbnb (ABNB) será uma espécie de termômetro após todo choque que a Covid-19 trouxe para os mercados financeiros em 2020.

A despeito do que vem ocorrendo nas últimas semanas – com as infecções resistindo a se dissipar nos países de centro – o mercado vislumbra, dia após dia, uma luz no fim do túnel, à medida em que a liberação das vacinas se aproxima bem como os programas de vacinação.

A resolução sanitária via liberação das vacinas é o “Nirvana” para os mercados, muito embora tal ponto já possa estar quase que integralmente “no preço” e diversas dúvidas a respeito da distribuição dos produtos e verdadeiro potencial resolutivo nos próximos meses esteja no ar.

Nesse contexto, uma oferta inicial de ações em um setor tão afetado pela pandemia vem para “medir o grau” do apetite dos investidores neste momento de liquidez abundante, apetite por risco após a eleição de Biden e a segunda onda de infecções da Covi-19 ao redor do globo.

Ademais, apesar do inegável sucesso da plataforma, a empresa amarga prejuízos anuais desde 2015, o que reacende a “luz amarela” e traz a velha discussão que recai sobre os modelos de negócio disruptivos, mas que não conseguem gerar resultado para os sócios.

Ao que tudo indica, o Airbnb conseguirá emplacar bem a sua oferta e receberá o benefício da dúvida do mercado se será capaz de ser uma empresa capaz de gerar valor ao acionista no longo prazo.

—— ——

Este conteúdo faz parte da nossa Newsletter ‘E Eu Com Isso’.

Para ficar por dentro do universo dos investimentos de maneira prática, clique abaixo e inscreva-se gratuitamente!

e-eu-com-isso

—— ——

Leia também: Empresas preparam IPOs.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Levante Ideias - Câmara dos Deputados
E eu com isso

Rumo ao plenário

Na esteira do que antecipamos nesta quinta-feira (23), a comissão especial da Câmara dos Deputados aprovou a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) 32/2020, que

Read More »
Levante Ideias - Bitcoin China
E eu com isso

BC chinês proíbe criptomoedas

A semana está terminando como começou, com notícias da China provocando turbulências no mercado financeiro. A diferença, desta vez, é que a volatilidade está ocorrendo

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.