Levante Ideias - Hering

Hering e Soma, a plataforma da moda evolui

O Grupo Soma (SOMA3), dona de marcas como Farm, Animale e Maria Filó, está preparando uma oferta subsequente de ações (follow-on) de R$ 1 bilhão, já com destino definido: financiar parte da compra da Hering (HGTX3).

O negócio entre as duas companhias foi fechado em R$ 5,1 bilhões em abril, com cerca de R$ 1,5 bilhão em dinheiro e o restante em troca de ações.

Desde o anúncio, as ações de ambas as empresas valorizaram forte, de modo que o valor total da transação, incluindo a relação de troca está em R$ 5,9 bilhões, porém sem grandes alterações na relação de troca, de modo que o “custo de aquisição” da Soma segue o mesmo praticamente.

A Hering parece estar acelerando o seu turnaround, independente se haveria ou não alguma transação de fusão ou aquisição.

A companhia está inaugurando mais unidades no formato Megalojas que estão mudando radicalmente a experiência de compra dos clientes e já apresenta um crescimento de 120% nas vendas em relação ao segundo trimestre de 2019.

A Megaloja conta com maiores destaques para segmentos novos introduzidos no portfólio da Hering, como a linha feminina, roupas íntimas e infantil, um formato moderno de loja física, além do espaço maior e já vem mostrando resultados no tempo de loja do cliente e ticket médio (já 25% maior que as lojas tradicionais).

Ainda a Megaloja, pelo tamanho e sortimento, se configura como um mini hub de entrega das compras digitais, além de oferecer um provador interativo, utilizando a tecnologia RFID, já amplamente empregada pela Nike, por exemplo.

Nessa tecnologia o cliente entra com uma peça no provador e um tablet já oferece dicas de looks e outras opções de cores, sendo possível, inclusive, chamar o vendedor sem sair do provador.

Por fim, a cereja do bolo, é que os custos absolutos da Megaloja são praticamente os mesmos da loja tradicional, mas com receita maior, implicando em margens maiores por m².

E Eu Com Isso?

A princípio tido como improvável, a fusão de varejistas de moda que possuem portfólios complementares parece fazer sentido, como é o caso de Soma e Hering, à medida que a escala, aliada à flexibilidade de fabricação dos produtos, se torna cada vez mais relevante.

A pandemia demandou uma digitalização rápida e em ritmo quase forçado para o varejo discricionários (itens que não são essenciais), porém isso possibilitou uma maior otimização de dados, com as grandes empresas do setor levantando informações importantíssimas a respeito do cliente.

A fusão de Hering e Soma amplia o escopo de atuação e se complementam na expertise em segmentos distintos.

A Hering possui uma operação mais tradicional, com ampla capacidade fabril e atuação em segmentação mais ampla, mas focado na média e baixa renda, comparativamente às outras marcas.

O Soma foca no público feminino diverso e explora diversos nichos dentro desse público, além de possuir uma operação online forte.

Acreditamos que a arbitragem entre o preço das ações SOMA3 e HGTX3 já seja praticamente impossível, de modo que ambas as ações andam em conjunto.

Atualmente, as ações da Hering apresentam um desconto de menos de 4% ante a relação de troca.

Porém, a notícia de que a Megaloja da Hering vem trazendo fortes resultados pode animar mais o mercado daqui em diante, mesmo com alta de quase 20% nas ações HGTX3 no período de 30 dias.

Além do mais, o follow-on do grupo Soma traz maior segurança financeira ao grupo e à nova companhia a ser formada, de modo que o risco agora está praticamente na execução da fusão e implementação do crescimento daqui em diante.

Enxergamos esse risco de execução como relativamente baixa, dada a expertise da família Hering no comando de operação robusta, além da relação dos executivos de ambas as companhias já ser duradoura e saudável.

Com a retomada mais forte do consumo pela volta gradual das atividades pós-pandemia e calendário de vacinação acelerada nos principais polos econômicos do país, as perspectivas são positivas para o varejo de moda e também para a combinação Hering + Soma, no médio e longo prazo.

Este conteúdo faz parte da nossa Newsletter ‘E Eu Com Isso’.

e-eu-com-isso

Leia também: Fusão da Hering (HGTX3) e Soma (SOMA3).

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Levante Ideias - Federal Reserve
E eu com isso

O Fed e a China

A terça-feira (27) começa com os mercados sob forte expectativa do que vai ocorrer nas principais economias. Há pontos que demandam atenção nos Estados Unidos,

Read More »
Levante Ideias - Dinheiro
E eu com isso

Veto ao fundão

O presidente Bolsonaro confirmou, nesta segunda-feira (26), que deve vetar o montante de R$ 5,7 bilhões destinados ao Fundo Especial de Financiamento de Campanhas (mais

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.

Fechar Menu

Fechar Painel