Levante Ideias - Lula

Fique atento aos fatos

A anulação das condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva provocou um turbilhão nos mercados. O Ibovespa caiu 4 por cento a 110.600 pontos. O dólar comercial subiu 1,7 por cento, para 5,77 reais. Tudo isso ocorreu devido à decisão do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF). A pergunta dos investidores é: e agora?

A melhor maneira de responder é evitando as interpretações e indo diretamente aos fatos. Resumindo: Fachin aceitou a alegação da defesa do ex-presidente de que não houve ligação direta entre os desvios na Petrobras e as vantagens indevidas supostamente pagas a Lula pela empreiteira OAS. Com isso, Fachin entendeu que a 13ª Vara Federal de Curitiba não tinha competência para julgar Lula e determinou então que os processos que envolvem Lula (esse é um detalhe importante) tramitem na Justiça Federal do Distrito Federal.

A decisão teve uma boa dose de xadrez político. Para anular os processos, a defesa de Lula havia argumentado a suspeição do juiz Sérgio Moro. Ou seja, a troca de mensagens entre Moro e os procuradores tornou o juiz parcial, algo que invalida o julgamento. Se o STF abraçasse essa tese, todos os julgamentos da Lava Jato estariam comprometidos. Ao decidir como decidiu, Fachin evitou que a segunda turma do Supremo invalidasse todas as decisões, além das que afetam Lula.

O assunto é complexo e não cabe aqui discutir seus aspectos jurídicos. O que interessa é responder uma pergunta simples: comprar ou vender? Permanecendo nos fatos. A decisão de Fachin pode permitir a participação de Lula na eleição de 2022, mas isso não é garantido. Por enquanto, esse é o único fato disponível. Tudo o mais é imponderável.

Teoricamente, a participação de Lula na eleição de 2022 levaria a um pleito mais polarizado e com menos espaço para um candidato de centro. No entanto, mesmo que a urna eletrônica traga a foto do ex-presidente, o peso eleitoral de um eventual Lula 2022 será bem diferente do que era em 2018. Mais ainda do que era em 2014, quando elegeu Dilma Rousseff.

Tudo isso, porém, é apenas teoria. Eleições são o território do imponderável. Ainda há muita indefinição. O primeiro turno deve ocorrer em outubro do ano que vem, mas a página do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sequer traz a data do pleito. E, nos mais de 18 meses até lá, é preciso tomar decisões com base nos fatos.

E os fatos são que, passado o susto dos últimos dias, os preços das ações americanas estão em alta. Os contratos futuros do índice americano S&P 500 iniciam o dia com alta de quase 1 por cento. No caso dos contratos futuros do índice Nasdaq, com maior peso das ações de tecnologia, a alta é ainda mais expressiva, cerca de 2 por cento. Isso decorre da queda dos juros de títulos do Tesouro americano com vencimento em dez anos. Na segunda-feira (08) sua remuneração superou 1,6 por cento ao ano, mas nesta manhã a taxa está recuando para 1,537 por cento ao ano.

E Eu Com Isso?

Passada a turbulência da véspera, o momento de alta nos mercados internacionais e os preços baixos por aqui fizeram os investidores se animarem logo cedo nesta terça-feira. Os contratos futuros de Ibovespa estão em alta de cerca de 1 por cento no início do dia. Esperamos um pregão volátil, mesmo com cenário externo favorável.

Este conteúdo faz parte da nossa Newsletter ‘E Eu Com Isso’.

Para ficar por dentro do universo dos investimentos de maneira prática, clique abaixo e inscreva-se gratuitamente!

e-eu-com-isso

Leia também: Aversão ao risco.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Levante Ideias - Banco Central
E eu com isso

O Copom e o Fomc

Todas as atenções do mercado financeiro, tanto brasileiro quanto internacional, estarão voltadas para as reuniões do Copom (Comitê de Política Monetária) e do Fomc (Federal

Read More »
Levante Ideias - Congresso Nacional
E eu com isso

Mais um parecer

Após a divulgação do segundo parecer da reforma administrativa (PEC 32/2020), que tramita em comissão especial na Câmara dos Deputados, o deputado e relator da

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.