Facebook Logo

Facebook: regulação na Europa

O Facebook está lidando há meses com uma possível interrupção na transferência de dados dos seus usuários na Europa para os Estados Unidos. A decisão preliminar do caso saiu em setembro do ano passado e na semana passada, o Supremo Tribunal da Irlanda rejeitou uma contestação do Facebook sobre a investigação regulatória, que pode levar à proibição do fluxo de informações de usuários da União Europeia para os Estados Unidos.

A forma como o Facebook transfere dados da UE para a América está mais uma vez sob ameaça. Nesta quinta-feira (20), o Supremo Tribunal irlandês realizará uma breve audiência, onde se espera o levantamento da suspensão da ordem da Comissão de Proteção de Dados da Irlanda a respeito da sua investigação sobre o fluxo de dados fluxos de dados União Europeia – Estados Unidos do Facebook.

O Facebook afirmou que segue os padrões e as leis de proteção de dados internacionais. No seu último relatório de resultados, afirmou-se que estavam sendo “monitoradas de perto o impacto potencial nas nossas operações europeias à medida em que estas questões evoluem”.

A companhia fechou o último trimestre com 2,85 bilhões de usuários mensais ativos (MAUs). Acredita-se que a região da Europa corresponda a 400 milhões de usuários de tal base (14 por cento do total, aproximadamente).

E Eu Com Isso?

Acreditamos que este fator de risco já está refletido nos preços das ações FB. Contudo, as próximas sessões podem ser voláteis para a ação. Uma vez confirmada de forma definitiva a decisão, as ações devem recuar, visto que o impedimento na transferência de dados a obrigará a assumir novos investimentos na região europeia, desacelerando a sua expansão de margem operacional recente.


A companhia também tem lidado com a obrigatoriedade impostas por alguns países de excluir das suas redes sociais algumas postagens classificadas como “Fake News”, principalmente envolvendo o assunto coronavírus/Covid-19.

Este é mais um capítulo na novela das empresas gigantes de tecnologia contra órgãos reguladores. As decisões recentes sugerem alguns desafios à frente na condução das suas operações internacionais. Além do Facebook e Google, as demais companhias também já experimentaram a “mão pesada” dos órgãos reguladores internacionais, em especial na Europa.

Este conteúdo faz parte da nossa Newsletter ‘E Eu Com Isso’.

Para ficar por dentro do universo dos investimentos de maneira prática, clique abaixo e inscreva-se gratuitamente!

e-eu-com-isso

Leia mais sobre a empresa: Resultado do Facebook (FB) do 1T21.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Política sem Aspas, por Felipe Berenguer
Política Sem Aspas

Qual Terceira Via? | Política sem Aspas

Expressão largamente utilizada nos noticiários e na política brasileira, especialmente nesta última década, a “Terceira Via” foi consagrada a partir de teoria elaborada por um

Read More »
Levante Ideias - Câmara dos Deputados
E eu com isso

Rumo ao plenário

Na esteira do que antecipamos nesta quinta-feira (23), a comissão especial da Câmara dos Deputados aprovou a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) 32/2020, que

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.