Moeda Real

Dólar baixo, inflação mansa

Divulgado pela Fundação Getulio Vargas (FGV) na manhã desta segunda-feira (7), o Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI) traz tanto um número preocupante quanto uma boa notícia. Em 12 meses, a inflação acumulada é de 24,28 por cento. Para comparar, a inflação acumulada em 12 meses em novembro de 2019 era de 5,38 por cento. No entanto, apenas no mês de novembro, o IGP-DI variou 2,64 por cento. É um percentual inferior aos 3,68 por cento de outubro.

O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) variou 3,31 por cento em novembro, ante 4,86 por cento em outubro. O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) subiu 0,94 por cento em novembro, após variar 0,65 por cento em outubro. E o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) variou 1,28 por cento em novembro, ante 1,73 por cento no mês anterior.

Não foi a única notícia sobre a inflação. Nesta manhã, como em todas as segundas-feiras, o Banco Central (BC) divulgou o Boletim Focus. A expectativa dos agentes econômicos para a inflação em 2020 subiu bastante, e alcançou 4,21 por cento, ante 3,54 por cento na semana passada e 3,20 por cento há quatro semanas.

Todos esses números poderiam indicar que a inflação está em um ritmo de aceleração, com os preços subindo bastante. No entanto, o comportamento do dólar, que é uma das variáveis menos previsíveis e mais relevantes para a economia brasileira, mostra que não é bem assim. Desde a eleição americana, em 3 de novembro, o dólar recuou para 5,17 reais, uma queda de 10,3 por cento em relação aos 5,762 reais do início do mês passado. O relatório Focus mostra que essa tendência de baixa no câmbio já está inserida nas expectativas. Na edição desta segunda-feira, a taxa de câmbio esperada para o fim deste ano é de 5,22 reais, ante 5,36 reais na edição anterior e 5,45 reais há quatro semanas.

Qual a conclusão disso? Que, apesar da alta consistente dos preços das últimas semanas, a desaceleração do câmbio e alguns indicadores menos pujantes da atividade econômica (leia mais abaixo) deverão manter a inflação sob controle.

Internacional

A forte alta das ações no mercado internacional foi interrompida neste domingo à noite, com a notícia de que o governo americano se prepara para impor sanções a autoridades chinesas. A causa é a pressão que a China vem exercendo sobre Hong Kong, com autoridades de Pequim perseguindo e desqualificando parlamentares oposicionistas da região semiautônoma. Essa notícia arrefeceu o impacto positivo do aumento de 14,9 por cento das exportações chinesas em novembro (dados em yuanes), que superaram bastante a projeção de alta de 5,7 por cento. A notícia deve aumentar a tensão no mercado, vem provocando baixas em diversos pregões no início da semana e deverá ter reflexos por aqui também.

Indicadores

A FGV divulgou também o Indicador Antecedente de Emprego (IAEmp) de novembro, que recuou 0,4 ponto, para 84,5 pontos. Foi o primeiro recuo do indicador após seis altas consecutivas. Já o Indicador Coincidente de Desemprego (ICD) subiu 3,2 pontos para 99,6 pontos, maior nível desde maio de 2020. O ICD é um indicador com sinal semelhante ao da taxa de desemprego, ou seja, quanto maior o número, pior o resultado. Segundo a FGV, os resultados mostram que a recuperação perdeu força.

E Eu Com Isso?

O aumento da tensão no mercado internacional arrefeceu o entusiasmo dos investidores, que deverão aproveitar para embolsar parte dos lucros do início de dezembro. O cenário macro permanece positivo, mas deve haver uma realização de lucros no curto prazo.

—— ——

Este conteúdo faz parte da nossa Newsletter ‘E Eu Com Isso’.

Para ficar por dentro do universo dos investimentos de maneira prática, clique abaixo e inscreva-se gratuitamente!

e-eu-com-isso

—— ——

Leia também: De olho no emprego americano.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Levante Ideias - Banco Central
E eu com isso

Apenas mais um ajuste no cenário

A semana se inicia com um momento dedicado ao pragmatismo. Durante vários meses, essa entidade conhecida como mercado considerou garantido o compromisso do governo com

Read More »
Levante Ideias - Congresso Nacional
E eu com isso

Segue o jogo

Ainda de ressaca por conta da conturbada semana passada, o mercado brasileiro aguarda maiores sinalizações sobre como será conduzida a política econômica nesse último ano

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.