Levante Ideias - Construção

CVM confirma preço de ação da Mitre Realty (MTRE3) em 19,30 reais no IPO

CVM confirma preço de ação da Mitre Realty (MTRE3) em 19,30 reais no IPO

A construtora Mitre informou, na última segunda-feira (3), que levantou 1,18 bilhão de reais em sua oferta pública inicial (IPO) de ações. Dessa forma, a companhia confirma a precificação da ação na máxima da faixa indicativa prevista, de 19,30 reais.

Além de realizar uma oferta primária, a Mitre também ofertará ao mercado ações secundárias, papéis detidos por Fabrício Mitre e Jorge Mitre, integrantes da família fundadora.

Devido à forte demanda, a construtora abriu ao mercado o lote adicional de 4,2 milhões de ações. Sendo assim, levando em consideração o lote padrão e o suplementar, foram ofertadas 61,4 milhões de papéis.

O capital levantado será utilizado para a compra de terrenos e no suporte para com os custos de construção e despesas operacionais da Mitre.

A construtora e incorporadora paulistana é especializada em imóveis de média e alta renda e será negociada com o ticker MTRE3 a partir da próxima quarta-feira (5) na Bolsa de Valores (B3).

Com o preço no topo definido no topo da faixa indicativa, o múltiplo P/VPA (Preço dividido pelo Valor Patrimonial da Ação) da Mitre fica em 2,5x, abaixo dos múltiplos da EZTEC (3,5x) e da Trisul (3,0x), empresas comparáveis.

O pedido de IPO da construtora foi registrado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) no início de dezembro do ano passado. A construtora levanta empreendimentos de médio e alto padrão, sobretudo em São Paulo. A empresa possui um portfólio de mais de 20 plantas, além de um estoque de terrenos estimado em 4,6 bilhões de reais.

Há duas linhas de imóveis da companhia: Raízes e Haus. A primeira marca é focada na média renda em bairros de menor concorrência, enquanto a segunda é especialmente para o público de alta renda, em localidades mais nobres.

A empresa vai utilizar os recursos para: i) aquisição de terrenos (landbank): 64 por cento; ii) custos de construção: 14 por cento e; despesas de vendas, gerais e administrativas (SG&A): 22 por cento.

Em 2020, além da Mitre, Kallas, Cury, You, Inc e Moura Dubeux podem abrir seu capital na bolsa brasileira. Antes da Mitre, a última vez que uma construtora estreou na B3 foi em 2009, quando a Direcional (DIRR3) abriu capital.

—— ——

Este conteúdo faz parte da nossa Newsletter ‘E Eu Com Isso’.

Para ficar por dentro do universo dos investimentos de maneira prática, clique abaixo e inscreva-se gratuitamente!

e-eu-com-isso

—— ——

Leia mais sobre a empresa: Resultado do 2T20 da Mitre.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Levante Ideias - NFT
E eu com isso

Os NFTs são a arte do lucro

NFT parece ser a sigla de um título público. Algo como Notas Financeiras do Tesouro. Nada disso. NFT é a abreviatura de Non-Fungible Tokens, ou

Read More »
Levante Ideias - Dinheiro
E eu com isso

PEC dos precatórios

Nesta quinta-feira (16), a CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara dos Deputados votou e aprovou, por 32 votos a 26, a PEC (Proposta

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.