Levante Ideias - Cosan

Cosan (CSAN3): Mais movimentações na Raízen + IPO

A subsidiária da holding Cosan (CSAN3), a Raízen, continua sua movimentação rumo à abertura de capital e crescimento. A Raízen, após vencer o contrato de distribuição exclusiva de lubrificantes da marca Shell, ampliou o escopo do contrato e adquiriu a operação do RJ, localizada na cidade de Duque de Caxias. E ontem (07), a Raízen protocolou o prospecto preliminar para a abertura de capital na CVM.

A Raízen já havia adquirido operações de refino e distribuição de combustíveis da Shell na Argentina em 2018 por US$ 950 milhões.

A Raízen agora parece ter completado toda a movimentação necessária para a abertura de capital. Nos últimos 2 anos a companhia vem passando por diversas mudanças, se preparando para a abertura de capital, que pode ser uma das maiores da história na bolsa brasileira.

Ainda não se sabe a faixa de preço nem a quantidade total de ações a serem ofertadas pela Raízen em seu IPO, porém o mercado já estima um valor entre R$ 10 bilhões e R$ 13 bilhões, configurando uma das maiores ofertas da história da bolsa.

A última grande oferta veio da Rede D’Or, que movimentou cerca de R$ 11,4 bilhões.

E Eu Com Isso?

O IPO da Raízen tem o potencial de alavancar a avaliação das ações da holding Cosan (CSAN3) que possui valor de mercado de cerca de R$ 46,7 bilhões atualmente.

Estima-se que a Raízen pode valer em torno de R$ 80 bilhões a R$ 100 bilhões em valor de mercado. Caso confirmado, o valor de mercado da holding Cosan poderá saltar no curto prazo, devido a uma precificação mais precisa da Raízen pelo mercado, superando a avaliação implícita precificada nas ações CSAN3.

A Raízen Energia adquiriu a Biosev (BSEV3), uma das maiores companhias de açúcar e etanol do país, que se viu endividada e incapaz de gerar uma rentabilidade satisfatória aos acionistas, se tornando a maior player de açúcar e etanol de cana do planeta, consolidando sua liderança.

Além disso, a Raízen Combustíveis alocou a Raízen Energia embaixo de seu guarda-chuva, após operação de reestruturação da companhia, de modo a se tornar uma só. O controle acionário da Raízen segue ainda 50% da Shell e 50% da Cosan.

A companhia também adquiriu uma trading de energia, ampliando seu escopo de atuação no mercado de energia elétrica no país e aumentando sua geração de caixa operacional, método de crescimento típico das empresas do controlador Rubens Ometto: primeiro amplia a receita e o resultado operacional e gera rentabilidade e desalavancagem no longo prazo.

Este conteúdo faz parte da nossa Newsletter ‘E Eu Com Isso’.

e-eu-com-isso

Leia também: Cosan: Compass recebe aporte da Atmos.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Levante Ideias - Federal Reserve
E eu com isso

O que esperar da Super Quarta

Este dia foi apelidado de “Super Quarta”, pois, tanto o Banco Central (BC) quanto o Federal Reserve (Fed), o BC americano, vão revelar suas visões

Read More »
Levante Ideias - Eletrobras
E eu com isso

Sem acordo na Medida Provisória

A Medida Provisória 1.031/21, que trata da desestatização da Eletrobras (ELET3/ELET6), entra em sua reta final faltando apenas seis dias para que seu prazo de

Read More »
Levante Ideias - Roblox
E eu com isso

Dados operacionais da Roblox

A Roblox (RBLX), plataforma para desenvolvedores de games, anunciou nesta terça-feira (15), dados operacionais referentes ao mês de maio. Na comparação anual, os dados vieram

Read More »
Levante Ideias - Ultrapar
E eu com isso

Ultrapar perto de vender Oxiteno

O grupo tailandês Indorama, uma das grandes empresas do setor químico e petroquímico, parece ter avançado nas negociações com a Ultrapar (UGPA3) para a compra

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.

Fechar Menu

Fechar Painel