Levante Ideias - Construção

Construção civil: obras podem parar em 11 municípios de São Paulo

Construção civil: obras podem parar em 11 municípios de São Paulo

Obras e outras atividades do setor de construção civil na capital e em mais dez cidades do Estado de São Paulo poderão ser paralisadas total ou parcialmente, para assegurar a saúde e a segurança dos trabalhadores, com possibilidade de redução do salário em até 25 por cento, conforme aditivo à convenção coletiva do setor, assinado pelo Sindicato da Construção Civil do Estado de São Paulo (Sinduscon-SP) e pelo Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Civil do Estado de São Paulo (Sintracon-SP) na sexta-feira (20).

Assinado pelo presidente do Sinduscon-SP, Odair Senra, e pelo presidente do Sintracon-SP, Antonio Ramalho, o documento permite que empresas do setor adotem medidas em resposta à pandemia de coronavírus até 30 de junho.

Os trabalhadores terão garantia de estabilidade enquanto houver paralisação. A redução salarial será revogada assim que o aditivo for extinto.

Conforme os termos do documento, passa a ser possível a concessão de férias coletivas ou individuais com a notificação prévia de dois dias. Outras duas possibilidades são a licença remunerada durante a quarentena com compensação pelo trabalhador dos dias parados e a adoção do regime de trabalho remoto na residência do empregado, conforme a atividade e o acordo entre empresa e trabalhador.

A notícia é negativa para as ações do setor de construção civil no curto prazo sobretudo para as empresas com foco em São Paulo. O setor vivia o seu alinhamento de estrelas: nível baixo de taxa de juros, crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), melhores níveis de emprego e renda, com melhora da confiança do consumidor e disponibilidade de crédito imobiliário. Agora, este alinhamento se desfez ao menos no curto prazo e o setor terá a velocidade de sua retomada reduzida.

Com os estandes de vendas dos imóveis deixando de ser visitados, veremos um impacto negativo nas vendas a partir do último fim de semana. Entretanto, as empresas concentraram boa parte dos seus lançamentos no quarto trimestre para aproveitar o forte momento do setor imobiliário. Felizmente, neste caso, as obras deverão começar apenas no segundo semestre de 2020, mas algumas obras em andamento poderão ser muito afetadas pelas quarentenas.

O impacto no setor de construção civil, que amargou cinco anos de queda no PIB, dependerá da intensidade da desaceleração da economia brasileira, movimento que se intensificou recentemente. Neste momento, a estimativa no PIB se situa entre crescimento zero e retração de 1 por cento em 2020.

O momento é de cautela e conservadorismo, ainda mais no setor de construção civil, que tem ciclo longo e mais risco. Nesse cenário de maior incerteza, o melhor é ter ações de empresas que possuem baixo nível de endividamento e sólida posição de caixa.

O principal catalisador das ações do setor de construção civil é o nível de liquidez das empresas, com foco no vencimento de dívidas corporativas no curto prazo e posição de caixa das empresas.

* Esse conteúdo faz parte do nosso boletim diário: ‘E Eu Com Isso?’. Todos os dias, o time de analistas da Levante prepara notícias e análises que impactam seus investimentos. Clique aqui para receber informações sobre o mercado financeiro em primeira mão.

Leia também: É preciso escolher suas construtoras – IPO da Moura Dubeux

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Levante Ideias - E-Commerce
E eu com isso

Infracommerce adquire concorrente

A Infracommerce (IFCM3), companhia integrada de soluções para o e-commerce desde a gestão das operações online até o fluxo logístico, anunciou um acordo final para

Read More »
Levante Ideias - Banco Central
E eu com isso

O BC dará a tônica da semana

A última semana do terceiro trimestre de 2021 será pautada pelas declarações do Banco Central (BC). Além do Relatório Focus divulgado nesta segunda-feira (27), na

Read More »
Senado - Levante Investimentos
E eu com isso

Relator critica pressão

Designado para ser relator da Reforma Tributária que trata de mudanças no Imposto de Renda (IR), o senador Angelo Coronel (PSD-BA) afirmou que não tem

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.