Cogna Educação Logo

Cogna (COGN3) – Resultado do primeiro trimestre de 2020

A Cogna Educação (COGN3), antiga Kroton Educacional, divulgou na quinta-feira (21) seu resultado do primeiro trimestre de 2020. Os números mostraram os primeiros impactos da pandemia e vieram abaixo do esperado em termos de receita líquida, Ebitda e lucro líquido.

Do lado positivo, a base de alunos se manteve estável de janeiro a março deste ano, embora comportamentos distintos entre as modalidades presencial e de Ensino a Distância (EAD) tenham se revelado.

Do lado negativo, houve o aumento de 25 milhões de reais na provisão para créditos de liquidação duvidosa (PCLD), para fazer frente à potencial piora de aumento de inadimplência nos próximos trimestres devido à Covid-19.

A receita líquida caiu 11,5 por cento entre os dois períodos, de 1,84 bilhão de reais para 1,63 bilhão de reais.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) teve queda de 32,8 por cento entre o primeiro trimestre de 2019 e o deste, para 504,8 milhões de reais.

A Cogna Educação teve prejuízo líquido de 39,1 milhões no primeiro trimestre deste ano, ante lucro líquido de 238,2 milhões em igual período de 2019.

Esperamos impacto negativo no preço das ações de Cogna (COGN3) no curto prazo diante da pressão já verificada nos processos de captação de alunos deste primeiro semestre, e potencialmente no segundo semestre, além de potenciais efeitos negativos nos indicadores de evasão e inadimplência.

As ações da Cogna (COGN3) apresentam desempenho negativo em 2020: queda de 58,9 por cento, em relação à queda de 28,2 por cento no Ibovespa.

O custo dos bens e/ou serviços vendidos diminuiu 4,2 por cento, para 653,2 milhões, e as despesas operacionais aumentaram 6,4 por cento, para 812,3 milhões no primeiro trimestre na comparação anual.

O resultado financeiro ficou negativo em 173 milhões no primeiro trimestre deste ano, 26,2 por cento acima do resultado negativo de 137,1 milhões do mesmo período de 2019.

O custo dos bens e/ou serviços vendidos teve uma retração de 4,2 por cento no primeiro trimestre, para 653,2 milhões, e as despesas operacionais avançaram 6,4 por cento na comparação anual dos trimestres em questão, para 812,3 milhões.

A pós-graduação EAD avançou 3 por cento, resultado do forte crescimento da captação (+15 por cento), enquanto a pós-graduação presencial declinou 11 por cento por conta do impacto da pandemia de coronavírus na captação, particularmente concentrada em março.

No pilar financeiro, a empresa desenvolveu um cenário de estresse e definiu ações para garantir um nível de alavancagem inferior a 3x dívida líquida/Ebitda e uma geração de caixa depois dos investimentos positiva em 2020. A empresa tem sólida posição de caixa de 2,9 bilhões de reais.

Em fevereiro, a Cogna levantou 2,6 bilhões de reais com a realização de uma oferta de ações (follow-on). O dinheiro no caixa da companhia seria utilizado para preparar a estratégia de crescimento. Nos planos estavam compras de instituições de ensino superior. Porém, com a mudança de cenário, os investimentos ficam postergados e a preocupação maior passa a ser a manutenção do caixa.

Em um mundo com o coronavírus controlado, a Cogna ainda espera levantar outros 2 bilhões de reais com o IPO da Vasta, seu negócio de sistemas de ensino e serviços para escolas de educação básica.

O mundo pós-pandemia deve trazer mudanças nos sistemas de ensinos 100 por cento presenciais. Entendemos que o processo de hibridização do ensino que já vinha acontecendo no ensino superior será fortemente acelerado neste novo cenário e a Cogna está em uma boa posição para capturar valor com essa nova realidade.

* Este conteúdo faz parte do nosso boletim diário: ‘E Eu Com Isso?’. Todos os dias, o time de analistas da Levante prepara as notícias e análises que impactam seus investimentos. Clique aqui para receber informações sobre o mercado financeiro em primeira mão.

Leia também: Even (EVEN3) – Resultado do primeiro trimestre de 2020

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Levante Ideias - Eletrobras
E eu com isso

Medida Provisória aprovada

Foi com um placar apertadíssimo, mas a Medida Provisória 1.031/21, que trata da desestatização da Eletrobras, foi aprovada no Senado Federal. Teve atraso na entrega

Read More »
Levante Ideias - Commodities
E eu com isso

Commodities em alta

A semana se encerra com os investidores refazendo as contas sobre o comportamento dos preços dos ativos físicos, especialmente as commodities. O que está em

Read More »
Levante Ideias - Eletrobras
E eu com isso

Senado aprova MP da Eletrobras

Nesta quinta-feira (17), foi aprovada no Senado a medida provisória (MP) 1.031, que viabiliza a privatização da Eletrobras (ELET3/ELET6). A votação foi apertada, tendo 42

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.

Fechar Menu

Fechar Painel