(Fonte: Divulgação)

Celso de Mello autoriza inquérito sobre Bolsonaro

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Celso de Mello, autorizou no fim desta segunda-feira (27) a abertura de inquérito para que se apurem as declarações feitas pelo ex-ministro da Justiça, Sérgio Moro. 

O juiz apontou suposta interferência do presidente em inquéritos da PF enquanto esteve no comando do cargo. Já na última sexta (24) – no mesmo dia da demissão de Moro – o Procurador-Geral da República, Augusto Aras, enviou pedido de abertura de inquérito. Segundo Celso de Mello, os fatos têm relação com o exercício do cargo do presidente, por isso a autorização. Agora, inicia-se a fase de produção de provas, com o ex-ministro devendo apresentar documentos que comprovem suas declarações. 

Como já comentamos durante o fim de semana e no Gabinete Anticaos de ontem, as investigações envolvendo Bolsonaro no STF são um fator de risco relevante para seu governo e será necessário ficar bastante atento aos seus desdobramentos. Na próxima fase, a PGR deve colher provas para decidir se oferece, ou não, uma denúncia sobre o presidente. Nessa etapa, a PGR tem poder de arquivar o processo caso julgar pertinente e não há prazo definido para as investigações.

* Este conteúdo faz parte do nosso boletim diário: ‘E Eu Com Isso?’. Todos os dias, o time de analistas da Levante prepara as notícias e análises que impactam seus investimentos. Clique aqui para receber informações sobre o mercado financeiro em primeira mão.

Leia também: O fim de Sérgio Moro

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.

Recomendado para você

Votação em Senado
E eu com isso

Votação da Lei de Falências

A nova Lei de Recuperação Judicial e Falência, apelidada de Lei de Falências no Congresso, será pautada nesta quarta (25) em plenário no Senado Federal.

Read More »
Bull Market EECI
E eu com isso

Ninguém segura o touro

Os números mostram que o Ibovespa retomou seu fôlego em novembro. No mês, até a terça-feira (24), a alta acumulada é de 16,9 por cento.

Read More »
Fechar Menu

Fechar Painel