bancos

De olho nos bancos e nos bancões

A segunda-feira nem começou e os investidores já acenderam a luz amarela. Existe cautela à espera da ‘Super Quarta-Feira’, dia da decisão dos bancos centrais do Brasil e dos Estados Unidos sobre a taxa de juros. Também serão divulgados mais para o fim da semana as deliberações sobre o tema das autoridades monetárias de Japão e Inglaterra. Se o Fed der o passo inicial com o primeiro corte de juros em uma década para fazer frente a uma possível desaceleração global, os demais Bancos Centrais deverão seguir o mesmo ritmo e discurso de incentivos monetários. 

Outro fator que é analisado com prudência diz respeito à negociação entre EUA e China. Os países deverão ter um encontro ainda esta semana. Mas, como os investidores já estão cansados de tantas conversas sem verem resultados, nem esperam que um avanço seja conquistado. Portanto, não chegam a repercutir a nova reunião.

De olho nos bancos e nos bancões

Por aqui, os investidores também estão de olhos bem abertos para os resultados corporativos. Hoje, por exemplo, conheceremos o desempenho do Banco Itaú no segundo trimestre. Isso ocorrerá logo após o fechamento do mercado.

O setor bancário, aliás, anda especialmente agitado. Bancos digitais recebem aportes milionários em diversas rodadas de investimentos. Dessa forma, já chegam a serem avaliados em mais de 10 bilhões de dólares. Poe isso, cada linha do balanço dos bancos será avaliada e poderá ser penalizada pelos entusiastas da era digital. Portanto, atenção aos números divulgados e perspectivas daqui para frente.

Falando em banco. O BNDES está acelerando o processo de venda de participações que envolvem empresas de capital aberto, capital fechado e em fundos de Private Equity. A venda envolve participações na Petrobras, JBS, Copel e Cemig. O novo diretor do BNDES, Gustavo Montezano, tem reunião marcada com os principais executivos dos bancos que atuam no Brasil para apresentar o plano. O BNDES espera vender cerca de 35 bilhões de reais em participações ainda neste ano de 2019. O mercado já está aquecido com muitas operações, principalmente follow-ons. Com o plano do BNDES, tais ofertas só devem se intensificar.

E Eu Com Isso?

O dia começa sem grandes novidades. A expectativa de bons resultados corporativos e de uma boa notícia vinda da reunião devem empurrar a Bolsa por aqui.

Santander Brasil (SANB11): resultado do segundo trimestre de 2019

O guia completo para entender como a bolsa de valores funciona

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Levante Ideias - Cosan
E eu com isso

Fundo da Cosan amplia portfólio

A Cosan (CSAN3), veículo de investimento (holding) com foco em energia, agronegócio e infraestrutura que controla empresas como Raízen (RAIZ4) e Rumo (RAIL3), anunciou via

Read More »
Levante Ideias - Dinheiro
E eu com isso

Acordo para precatórios

Após uma série de discussões de bastidor, os Três Poderes vão caminhando em direção a uma solução para os precatórios no Orçamento de 2022. A

Read More »
Levante Ideias - Evergrande
E eu com isso

A Evergrande não é tão grande

O conglomerado chinês Evergrande (3333.HK) pode, sem exagero, ser considerado um império. É a segunda maior incorporadora chinesa. Emprega 200 mil pessoas e gera 3,8

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.