Levante Ideias - Acessórios femininos

Arezzo aprova follow-on e estuda novas aquisições em vestuário

O Conselho de Administração da Arezzo (ARZZ3), empresa líder no setor de calçados, bolsas e acessórios femininos, aprovou o follow-on inteiramente primário, que pode chegar a R$ 829 milhões, considerando o preço de fechamento das ações na quarta-feira (26) e considerando também os lotes adicionais. A Arezzo vai emitir 7,5 milhões de novas ações com esforços restritos de colocação, com precificação para o dia 3 de fevereiro, 11 anos após o IPO da companhia.

Segundo a Arezzo, o objetivo da oferta é levantar mais capital para o crescimento orgânico da companhia – com desenvolvimento das marcas, abertura de lojas, investimentos em centros de distribuição e tecnologia – e M&As (fusões e aquisições).

A companhia deve acelerar os planos de expansão por meio de aquisições de marcas digitais e já vem estudando negócios com maior potencial de crescimento e que traga sinergias interessantes para seu ecossistema de negócios. Entre as companhias que a Arezzo pode estar de olho estão grandes empresas do varejo de vestuário como a Soma, Amaro, Renner, C&A e Centauro/Nike.

Alexandre Birman, CEO da Arezzo, vem buscando entrar cada vez mais no segmento de vestuário. Após a tentativa de compra da Hering, que acabou sendo adquirida pelo Grupo Soma (SOMA3), a Arezzo tentou uma aproximação com a Soma no final do ano passado, mas as conversas não avançaram.

E Eu Com Isso?

A Arezzo está mapeando oportunidades e novas aquisições que devem expandir a presença da companhia em segmentos que têm apresentado crescimento relevante nos últimos anos, como roupas femininas, ou em segmentos que a companhia ainda não possui presença, como roupas esportivas e de praia.

Apesar da companhia mencionar a expansão de lojas, os recursos devem ser levantados quase que exclusivamente para expansão em outros setores. No segmento de vestuário, a Arezzo tem acelerado a proposta de se tornar uma casa de marcas, desde a aquisição da Reserva em 2020, passando pela marca de streetwear Baw e mais recentemente da Carol Bassi, focada em moda feminina.

Este conteúdo faz parte da nossa Newsletter ‘E Eu Com Isso’.

e-eu-com-isso

Leia também: Arezzo entra no vestuário feminino com aquisição da Carol Bassi.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.