Foto: Divulgação

Aquisição da SulAmérica

A SulAmérica (SULA11) anunciou junto ao mercado na última sexta-feira (5), através de fato relevante, a assinatura de contrato para aquisição da Paraná Clínicas junto ao Grupo Rede D’Or por 385 milhões de reais.

A Paraná Clínicas foi fundada em 1998 e é a 5ª maior operadora de planos de saúde do estado do Paraná com cerca de 90 mil beneficiários e credenciada a operar o Hospital Santa Cruz. A partir de agora, a SulAmérica irá gerir a operação da Paraná Clínicas, enquanto a Rede D’Or, o Hospital.

O Santa Cruz é particular e localizado na região nobre de Curitiba, prestando atendimento nas áreas de Oncologia, Cardiologia, Neurologia, Neurocirurgia, Ortopedia, Pronto Socorro e Checkup e Prevenção. São 220 leitos e cerca de 12 mil atendimentos por mês, além dos atendimentos eletivos, de urgência e emergência.

Como de praxe, a conclusão da transação está condicionada ao cumprimento de diversas condições inerentes a este tipo de operação, a incluir a aprovação dos órgãos reguladores do setor.

A notícia é positiva para os acionistas da SulAmérica e esperamos impacto positivo no preço das ações (SULA11) no curto prazo, pois a transação indica que a companhia está seguindo sua estratégia de crescimento e expansão, com diversificação geográfica no estado do Paraná.

É a primeira aquisição relevante da SulAmérica depois da venda da unidade de seguros de veículos para a Allianz, cerca de 25 por cento dos recursos líquidos.

Apesar do múltiplo um pouco mais elevado da transação de 4.300 reais por beneficiário, a companhia entra num mercado em que tinha pouca exposição no Paraná e com operação focada no segmento corporativo. Antes da aquisição a companhia era concentrada nos Estados de São Paulo (63 por cento) e Rio de Janeiro (15 por cento).

Acreditamos que a compra irá gerar valor ao acionista no longo prazo, embora com impacto limitado nos seus resultados no curto e médio prazo devido ao tamanho atual da empresa adquirida: valor da aquisição representa 2 por cento do valor de mercado da SulAmérica e 4 por cento do total de beneficiários.

A receita total da Paraná Clínicas em 2019 foi de 200 milhões de reais, cerca de 1 por cento do total da receita operacional da SulAmérica no último ano.

Do ponto de vista qualitativo a recente compra é fundamentada para “reforçar a posição e relevância da SulAmérica no sul do Brasil, com um novo padrão de ticket médio, ampliando seu portfólio de produtos e market share na região”, como bem comentou no comunicado oficial.

No ano as ações do tipo unit da SulAmérica (SULA11) apresentam queda de 22,5 por cento, desempenho levemente inferior ao do Ibovespa, que recua 18,2 por cento.

O principal catalisador das ações no curto prazo é a possível queda do índice de sinistralidade no segundo trimestre de 2020 devido à quarentena da Covid-19 e a conclusão da venda da divisão de automóveis para Allianz, cuja expectativa é que ocorra nos próximos meses.

* Este conteúdo faz parte do nosso boletim diário: ‘E Eu Com Isso?’. Todos os dias, o time de analistas da Levante prepara as notícias e análises que impactam seus investimentos. Clique aqui para receber informações sobre o mercado financeiro em primeira mão.

Leia também: SulAmérica (SULA11) – Resultado do primeiro trimestre de 2020

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.

Recomendado para você

tipos de ações da bolsa de valores
Artigos

Empresas preparam IPOs

Nas últimas semanas, o número de prospectos de IPO protocolados na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) aumentou em quase dez, com as companhias “aspirantes” ao

Read More »
Artigos

Resultados da WEG

A Weg (WEGE3) apresentou nesta quarta-feira (21), antes da abertura dos mercados, os seus resultados referentes ao 3T20. Os números vieram bons e acima das

Read More »
Artigos

Resultados do 2T20 da CVC

A CVC (CVCB3) apresentou nesta segunda-feira (20), após o fechamento do mercado e com atraso, seus resultados do segundo trimestre de 2020. Como era de

Read More »
Política Sem Aspas

O desafio do teto – parte I

No Comentário de nº 9 da Instituição Fiscal Independente, “Considerações sobre o teto de gastos da União”, Felipe Salto, Daniel Couri e Josué Pellegrini recortam

Read More »
Fechar Menu

Fechar Painel