Levante Ideias - Moedas ESG

Ambipar vai fazer spin-off da Environmental ESG

A Ambipar anunciou, em Fato Relevante, nesta quarta-feira (18), após o fechamento do mercado, que irá realizar um spin-off da Environmental ESG, controlada da companhia que consolida as atividades do segmento de Environment que contempla soluções ambientais relacionadas à gestão e à valorização de resíduos e a gestão de gases do efeito estufa, bem como a originação de créditos de carbono.

A oferta foi aprovada em Assembleia Geral da ESG, e, segundo o comunicado, a oferta de distribuição será primária.

A Ambipar pode ser dividida em dois segmentos, o Environmental e o Response.

No primeiro segmento, que representou cerca de 47% da receita da companhia no 2T21, a empresa atua na gestão e tratamento de resíduos, dando o destino correto para resíduos normais e perigosos de seus clientes.

Já o segmento Response atua na prevenção e no atendimento emergencial de acidentes com produtos químicos, poluentes e incêndios.

A companhia atuou no desastre da Vale em Brumadinho. 

Quem irá comandar a nova empresa será Leon Tondowski, diretor de desenvolvimento estratégico da Ambipar desde agosto do ano passado com vasta experiência no setor, ex-executivo do grupo Veolia, empresa líder mundial em gestão de resíduos, água e energia.

A Ambipar vem seguindo uma estratégia acelerada de aquisições desde seu IPO em julho de 2020, tendo realizado quase 20 aquisições no período, após levantar R$ 1,08 bilhão. A empresa vem crescendo e ganhando maior destaque na Bolsa.

No IPO, as ações foram vendidas a R$ 24,75 e, hoje, um ano depois, já valem mais que o dobro, R$ 52,50, considerando o último fechamento.

E Eu Com Isso?

Com o spin-off de sua divisão de gestão de resíduos, a companhia pretende levantar mais de R$ 1 bilhão, capital suficiente para continuar sua acelerada expansão por meio de aquisições.

Recentemente, a companhia adquiriu a Disal Ambiental, empresa de transformação de resíduos que opera no Chile, Peru e Paraguai, na maior aquisição de sua história, que fez essa divisão de negócios dobrar de faturamento e custou R$ 800 milhões.

Além da Disal, a Ambipar adquiriu na mesma linha de negócios a Boomera, a Metal Ar, a Ecológica Nordeste e a Centro Oeste.

Mesmo com a grande alta das ações no período, a empresa incorporou o resultado de suas adquiridas e apresentou um crescimento de 126% na receita líquida e 108% no Ebitda no 2T21 em relação ao mesmo período do ano anterior.

Ademais, sua alavancagem aumentou para 3,4 vezes no trimestre, devido à emissão de debêntures de longo prazo.

A notícia é positiva para as ações da empresa, que vem apresentando um bom track record em suas aquisições.

A Ambipar vem consolidando um mercado ainda incipiente e que possui altas margens, e os recursos captados devem acelerar ainda mais esse processo.

Apesar do momento para a realização de um IPO não ser dos melhores, visto o conturbado cenário local e internacional, o que pode afetar a demanda pelos papéis da nova empresa, a empresa pode ser classificada como um player ESG, algo muito bem visto pelos investidores, principalmente estrangeiros.

Este conteúdo faz parte da nossa Newsletter ‘E Eu Com Isso’.

e-eu-com-isso

Leia também: Ambipar duplica com aquisição.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Levante Ideias - Câmara dos Deputados
E eu com isso

Rumo ao plenário

Na esteira do que antecipamos nesta quinta-feira (23), a comissão especial da Câmara dos Deputados aprovou a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) 32/2020, que

Read More »
Levante Ideias - Bitcoin China
E eu com isso

BC chinês proíbe criptomoedas

A semana está terminando como começou, com notícias da China provocando turbulências no mercado financeiro. A diferença, desta vez, é que a volatilidade está ocorrendo

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.