Levante Ideias - Warren-Buffett

Carta de Warren Buffett: Destaques e Lições

Como todos já devem saber, a Carta de Warren Buffett, um dos maiores investidores de todos os tempos, é sempre de extrema importância para os investidores.

Essa Carta é publicada anualmente pela holding Berkshire Hathaway, da qual o megainvestidor é o “Comandante” desde 1965.

Em suma, nesse material, encontram-se comentários a respeito dos resultados financeiros obtidos e dos investimentos feitos. Além disso, ele contém reflexões e análises que valem ouro.

E isso não apenas para aqueles que investem na Berkshire Hathaway.

Desse modo, neste artigo, nós, da Levante Ideias, trazemos a você, investidor, os principais pontos da Carta de Warren Buffett recém-divulgada.

Carta de Warren Buffett: Resultados de 2020 da Berkshire Hathaway

A Berkshire Hathaway acumulou um montante de US$ 42,5 bilhões no ano passado, de acordo com o GAAP (Generally Accepted Accounting Principles).

Em resumo, há quatro componentes nesse valor.

São eles: US$ 21,9 bilhões de lucro operacional; US$ 4,9 bilhões de ganhos de capital realizados; US$ 26,7 bilhões do aumento de ganhos de capital líquido não realizados (que existem nas ações que holding possui); e uma perda de US$ 11 bilhões na redução de valor em algumas subsidiárias e empresas afiliadas.

O principal objetivo da companhia sediada em Omaha (Nebraska) não foi conquistado no ano de 2020.

Assim, a consequência foi uma queda de 9% nos resultados operacionais.

Apesar disso, a Berkshire Hathaway aumentou seu valor intrínseco por ação. 

Foram gastos US$ 24,7 bilhões durante o processo de recompra de ações realizado, o equivalente a 80.998 do tipo A.

Essa movimentação aumentou a participação da holding em todas as empresas que ela investe, e sem mexer no bolso dos acionistas.

Na Carta de Warren Buffett, o megainvestidor ressalta o investimento da Berkshire na Apple para ilustrar o poder das recompras.

Warren Buffet começou a comprar ações da Apple no fim de 2016.

Quando terminou, em meados de 2018, Buffet possuía pouco mais de um bilhão de ações da Apple. O equivalente a 5,2% da fabricante do iPhone.

O custo foi de US$ 36 bilhões.

Desde então, ambos os acionistas da Berkshire desfrutam de dividendos regulares, com uma média anual de cerca de US$ 775 milhões.

Em 2020, eles embolsaram US$ 11 bilhões ao vender uma pequena parte da posição.

Mesmo com a venda, a Berkshire possui agora 5,4% da Apple, o que foi “sem custo”. Isso porque a Apple recomprou continuamente suas ações.

Abaixo, estão listados os 15 investimentos em ações ordinárias que foram os maiores em valor de mercado. Carta de Warren Buffett - Posições - Levante

 […]

Este Artigo é um recorte do Report Completo e Gratuito que a Levante Ideias preparou sobre a Carta da Berkshire de 2020. 

Para obter acesso exclusivo ao conteúdo na íntegra e ver a análise completa dos resultados da holding e dos ensinamentos de Warren Buffett, clique aqui

Carta de Warren Buffett: A parceria da Berkshire

Ao final da Carta de Warren Buffett, ele fala do seu compromisso com os acionistas, visando um relacionamento de longo prazo.

Buffett cita o livro do renomado investidor Philip Fisher, que faz uma analogia de extrema importância para os investidores. Mas não apenas.

Essa analogia é a seguinte: comandar uma empresa é a mesma coisa que gerenciar um restaurante. Restaurantes podem atrair a clientela servindo hambúrgueres com Coca-Cola ou pratos franceses acompanhados de vinhos exóticos. O que não se deve é mudar, inexplicavelmente, de um para o outro. A mesma mentalidade deve ter o investidor. Ele precisa ser coerente com seus potenciais clientes, mostrando o que eles encontrarão em suas instalações, produtos etc.

O megainvestidor ainda reitera: “Na Berkshire, servimos hambúrgueres e Coca-Cola há 56 anos.”

Ainda mais, à frente, Warren Buffett diz: “Valorizamos a clientela que esse banquete atraiu. Quando os lugares abrem na Berkshire – e esperamos que sejam poucos -, queremos que sejam ocupados por recém-chegados que compreendam e desejem o que nós oferecemos. Após décadas de gestão, Charlie Munger (vice-presidente da Berkshire Hathaway) e eu continuamos incapazes de prometer resultados. No entanto, podemos e fazemos o compromisso de os tratar como parceiros.”

Com a frase “nunca aposte contra a América” dita na Carta de Warren Buffet, o megainvestidor reforça seu otimismo com a economia dos Estados Unidos.

Além disso, reforça, também, a nossa orientação sobre a importância da diversificação dos investimentos com ativos internacionais a partir do Brasil.

Investimentos em ativos globais proporcionam diversificação inteligente contra crises, sejam elas domésticas ou globais, atuais ou futuras.

E proporcionam, também, um potencial de valorização maior do que os ativos mais quentes do momento e a possibilidade de proteção da carteira com ativos atrelados a moedas fortes.

A nossa conclusão inabalável é a seguinte: “Nunca aposte contra a América”. 

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Levante Ideias - Domingo de Valor
Domingo de Valor

A importância de uma palavra

Ao afirmar que o termo “transitória” deixou de se aplicar à inflação americana, Jerome Powell, presidente do Fed, provocou um terremoto no mercado   Além

Read More »
Levante Ideias - Bolsa de Valores
Artigos

Ibovespa fecha a semana em alta

Mercado Local → Ibovespa 105.069 pontos +0,58% Em dia de alta volatilidade nos mercados, as bolsas americanas viveram uma sexta-feira de quedas, após os dados

Read More »
Levante Ideias - Suzano
E eu com isso

Suzano divulga projeções de capex

A Suzano (SUZB3), maior produtora mundial de celulose, divulgou na noite desta quinta-feira (02) suas projeções de capex (investimentos em capital fixo) para 2021 e

Read More »
Levante Ideias - Braskem
E eu com isso

Braskem e Novonor

A Braskem (BRKM5) informou que recebeu da sua controladora, a Novonor (ex-Odebrecht), a informação da possibilidade da realização de uma oferta subsequente de ações (follow-on),

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.