magazine luiza

Taxas dos investimentos: em quais você precisa ficar de olho?

No mercado financeiro, uma expressão ficou muito famosa por ilustrar como os investimentos funcionam: “Não existe almoço grátis”. Para ter um rendimento legal nas suas aplicações, é preciso pagar as taxas dos investimentos (produtos e serviços financeiros) – e nem adianta reclamar. Entre os mais famosos, podemos listar a taxa de administração, de custódia e também de carregamento.

=> BAIXE O MANUAL DE TESOURO DIRETO

Neste artigo, a Levante vai te ajudar a entender quais são as principais taxas cobradas e como elas influenciam na hora da escolha de um investimento. Afinal, se você não conhece essas taxas, pode estar perdendo um dinheirão à toa.

Qual o preço que se paga?

Diferentemente do que qualquer compra que você faça no dia a dia, no caso dos investimentos os preços pagos podem variar e até mesmo serem descontados em vários momentos – e de diversas formas.

Em muitos momentos, sofremos com a falta de transparência do mercado financeiro quando o assunto são os custos dos investimentos. Afinal, é tudo muito oculto e difícil de compreender.

Custos de perda de poder de compra e resgate antes do investimento

O melhor caso para exemplificar como seu dinheiro pode perder valor – mesmo investido – é a poupança. Como estamos com a Selic a 6,5% ao ano, este investimento popular rende somente 70% da taxa básica de juros mais a taxa referencial. Ou seja: se você deixa seu dinheiro aplicado no banco, pode não estar pagando taxas por isso, mas certamente está deixando de ganhar dinheiro.

Outro fator importante para se ficar de olho quanto à poupança é o resgate antecipado. Você sabia que se resgatar o valor aplicado antes do aniversário da mesma, todo o seu rendimento é perdido?

Taxas de administração

Quando você opta por delegar a administração de seus recursos a um fundo de investimentos, e, consequentemente, a um gestor e uma equipe responsáveis competentes, de alguma forma deverá pagar por este serviço. A taxa de administração inclui essas remunerações, bem como com eventuais despesas com o controle dessas carteiras.

Até aí tudo bem. O problema começa quando essas taxas se tornam abusivas. Para cada modalidade de fundo há uma taxa média – valores discrepantes devem ser olhados com muito critério. Como exemplo, a taxa de administração de um fundo de ações costuma ser mais alta do que a cobrada por um fundo DI. Além de ser necessária maior análise do gestor para compra de ações, o retorno também é maior nesta modalidade. Então considere uma diferença entre esses dois fundos.

Válida para: fundos de investimentos descontada diariamente de forma proporcional ao valor da cota, previdência privada.

Taxa de performance

Assim como você provavelmente ganha um bônus no final do ano caso tenha batido todas as metas, aqui ocorre o mesmo. O gestor do fundo ganha quando obter retorno acima do benchmark (índice de referência). Além disso, funciona como um incentivo para que busque desempenho superior à média do mercado.

Válida para: fundos de investimentos com gestão ativa (aqueles que o gestor segue uma estratégia em busca de superação do benchmark).

Taxa de carregamento

Tem a função de arcar com os custos da empresa que administra a aplicação e desconta uma parte do valor que você aporta, que nem chegará a ser investido.

Formas de incidência:

  • Antecipada: acontece no momento da contribuição, de acordo com o valor contribuído. Ou seja, quanto maior for o valor guardado, maior será a taxa;
  • Postecipada: ocorre apenas no momento do resgate ou portabilidade do valor contribuído e varia de acordo com o tempo de permanência no plano. Ou seja, quanto maior o tempo, menor a taxa;
  • Híbrida: acontece tanto no momento da contribuição, quanto na retirada ou portabilidade.

É importante saber que há planos que não cobram essa taxa, por isso pesquise com cuidado.

Válida para: previdência privada.

Taxa de custódia

Quando você compra um título ou uma ação, não leva para casa um papel que representa que você está em posse do ativo. Quem desempenha essa função pode ser a corretora ou a própria B3, que atuam como custodiantes. Por essa razão, você paga uma taxa que pode ser fixa ou uma porcentagem do valor do título.

Válida para: títulos públicos e ações.

Taxa de saída

No momento de aplicação, várias condições são acordadas (sempre verifique a lâmina). Uma delas se refere ao prazo para resgate, o fundo pode solicitar um tempo para que você retire o valor, como 60 ou 30 dias. Esse intervalo serve para que o gestor possa negociar as melhores taxas, assim, em caso de vários resgates, ele não comprometerá o seu desempenho.

Então, o fundo estabelece um prazo mínimo de permanência para isentar o investidor do pagamento dessa taxa. Se o cotista quiser ou precisar resgatar antes, pagará um percentual sobre o valor do saque, definido previamente.

Válida para: fundos de investimentos e previdência privada.

Encargos

Esse é um dos mais difíceis a ser descoberto. Os encargos não são definidos claramente como uma porcentagem ou taxa fixa. São valores referente a custos que o fundo tem, mas que são descontados diretamente do patrimônio. Dessa forma, ficam como parte da rentabilidade do mercado.

Válida para: fundos de investimentos.

Resumo das taxas dos investimentos

Fique de olho na tabela acima sobre as taxas nos investimentos antes de começar a aplicar o seu dinheiro. Ainda que este não seja o único motivo determinante para a escolha de um investimento em relação ao outro, você deve ficar de olho.

 

Afinal de contas, você só vai conseguir um retorno maior ao investir se reduzir os seus custos. Gostou do artigo? Compartilhe nas redes sociais e ajude outros investidores a tirar dúvidas sobre o tema. Em breve teremos novos artigos falando sobre outros tipos de taxas dos investimentos.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Levante Ideias - Taesa TAEE11
E eu com isso

Taesa (TAEE11): Resultado do 4T20

A companhia Taesa (TAEE11) divulgou seus números referentes ao quarto trimestre de 2020 na noite de quarta-feira (03), após o fechamento do mercado. A companhia

Read More »
Levante Ideias - Auxílio Emergencial
E eu com isso

Arthur Lira não desafinou

É possível contar a história do pregão da B3 na quarta-feira (03) com alguns poucos números. O Ibovespa fechou com uma leve queda de 0,32

Read More »
E eu com isso

Fechamento de lojas da Disney

A Disney (DIS) anunciou nesta quarta-feira (2), após o encerramento das negociações no mercado, que irá fechar pelo menos 60 lojas físicas na América do

Read More »
Senado federal
E eu com isso

Ajuste tímido

O Senado Federal aprovou, em primeiro turno, o texto-base da Proposta de Emenda à Constituição 186/2019, a PEC Emergencial, que retoma os pagamentos do auxílio

Read More »
Setor de Saúde Bolsa de Valores
E eu com isso

Setor de Saúde em alta

O ano de 2021 começou marcado por forte número de ofertas públicas iniciais de ações (IPOs, na sigla em inglês) realizadas em diferentes setores. O

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.

Fechar Menu
Fechar Painel