Tudo o que você precisa saber sobre Ethereum

Entenda Tudo O Que Você Precisa Saber Sobre Ethereum

Se você está ligado no mundo das criptomoedas, já deve ter ouvido falar sobre o Ethereum. 

Mas engana-se quem pensa que isso é uma moeda digital, quando, na verdade, é um sistema que permite a criação de aplicativos descentralizados, bem como transações de criptoativos. 

Continue a leitura para entender melhor sobre esse assunto! 

Neste artigo você verá:

  • o que é Ethereum? E Ether (ETH)?;
  • como essa blockchain surgiu?;
  • quais as diferenças em relação ao Bitcoin?;
  • vantagens e desvantagens da Ethereum;
    • vantagens;
    • desvantagens;
  • como investir em Ether?.

O que é Ethereum? E Ether (ETH)?

Diferentemente do que muitas pessoas pensam, o Ethereum não é uma criptomoeda, mas sim um sistema baseado na tecnologia blockchain. Em outras palavras, é uma rede que possui a sua própria linguagem de codificação, o seu próprio navegador e meios de pagamento.

O objetivo é servir como uma rede que permite a construção de operações descentralizadas,  ou seja, que não são controladas, diretamente, por ninguém. O Ethereum se mantém em pleno funcionamento, pois é executado em diversos computadores ao redor do mundo, e aqueles que executam essas operações recebem Ether (ETH) em troca.

Dessa forma, essa rede também funciona como um meio de troca do ETH, a sua própria criptomoeda, a partir da criação e execução de contratos inteligentes, que são aqueles realizados por meio de códigos criptografados.

Esses contratos não precisam de nenhum órgão regulador, como um Banco Central, pois tudo é operado na própria rede. 

Como esse sistema surgiu?

Essa tecnologia foi criada por Vitalik Buterin, quando ele decidiu fazer um sistema baseado na blockchain do Bitcoin, porém, adicionando camadas de informação que permitem executar programas simples, que são justamente os contratos inteligentes. 

Quais as diferenças em relação ao Bitcoin?

Muitas pessoas veem o Ethereum e o Bitcoin como coisas semelhantes, no caso, como moedas digitais. Mas a verdade é que os dois são projetos bastante diferentes.

O Bitcoin é uma criptomoeda consolidada no mercado, enquanto o Ethereum é uma plataforma que pode ser usada com diversas finalidades, como o uso do Ether, uma moeda digital, sendo esta apenas uma das aplicações possíveis de executar por meio dos contratos inteligentes.

Mesmo quando pensamos apenas nos aspectos relacionados às suas criptomoedas, ainda assim os dois diferem muito. Um exemplo é que o Bitcoin tem um hard cap ─ quantia máxima de fundos ─ de 21 milhões, enquanto o Ether não apresenta um limite.

Vantagens e desvantagens da Ethereum

Por ser uma das tecnologias mais seguras para realizar transações, esse sistema oferece várias vantagens, mas também existem alguns riscos. 

Vantagens

Como essa rede é baseada na tecnologia blockchain, a segurança é uma das suas maiores vantagens, pois todas as informações registradas não podem ser alteradas. Além disso, em 5 anos de atividade, nunca foi registrada uma fraude, censura, interferência de terceiros ou inatividade.

Por ser um sistema descentralizado, dispensa uma entidade controlando todas as transações, o que promove mais liberdade aos usuários. E a agilidade dos processos é garantida, pois tudo é automatizado.

Por fim, o Ethereum é totalmente programável, podendo ser utilizado para desenvolver contratos inteligentes, aplicativos, jogos, serviços financeiros, dentre outros.

Desvantagens

Mesmo que os contratos inteligentes tenham o objetivo de tornar todas as informações contidas na rede seguras, ainda assim pode existir a falha humana na hora de escrever o código. Qualquer erro de digitação, por menor que seja, pode ser alvo de hackers.

Um exemplo foi o roubo de mais de 3,6 milhões de ETHER de uma Empresa Autônoma Desentralizada (DAO), em 2016. O atacante explorou um bug no código e conseguiu drenar os seus fundos. Isso causou uma perda de confiança na rede, e o valor do Ether caiu de U$ 20 para U$ 13.

Quero investir em Ether, o que fazer?

Para adquirir Ether basta comprar a moeda digital nas exchanges. Mas para entrar no mundo das criptomoedas é importante que você conheça bem o mercado, para não correr o risco de fazer um investimento ruim ou inadequado em relação ao seu perfil de investidor.

Caso você tenha interesse em entrar para o mundo dos criptoativos, a Levante Ideias pode te ajudar com isso! Nós temos a série Cripto Research. A analista responsável pela série é a Fernanda Guardian. Lá você irá entrar em contato com todo o conteúdo necessário para ficar por dentro do universo das moedas digitais.

Além disso, você receberá uma carteira de investimento completa, que contempla os ativos mais rentáveis e promissores do universo das criptomoedas, e um guia que irá te ajudar a adquirir as suas primeiras moedas digitais. Ademais, você receberá relatórios semanais que te ajudarão a ficar por dentro das escolhas da Fernanda e a entender a dinâmica do mercado. 

Por fim, assinando o Cripto Research você também ganha acesso ao curso Cripto Sem Medo, da Levante Ideias. São 22 videoaulas exclusivas sobre o assunto.

Saiba mais sobre o Cripto Research, da Levante Ideias, clicando no link anterior!

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Levante Ideias - NFT
E eu com isso

Os NFTs são a arte do lucro

NFT parece ser a sigla de um título público. Algo como Notas Financeiras do Tesouro. Nada disso. NFT é a abreviatura de Non-Fungible Tokens, ou

Read More »
Levante Ideias - Dinheiro
E eu com isso

PEC dos precatórios

Nesta quinta-feira (16), a CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara dos Deputados votou e aprovou, por 32 votos a 26, a PEC (Proposta

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.