Entenda O Que É Estagflação

A palavra estagflação é uma tradução livre do termo em inglês “stagflashion”, um neologismo criado a partir da junção das palavras stagnation (“estagnação”) e inflation (“inflação”). 

O tema voltou a ganhar a atenção do público, pois, em muitas economias mundo afora, os índices inflacionários vêm em trajetória de alta. No caso brasileiro, isso vem acompanhado de uma certa instabilidade política e de alta dos juros. 

A junção desses fatores pode, no pior dos cenários, ocasionar um crescimento aquém do esperado por aqui pelo mercado nos próximos dois anos. Crescimento baixo aliado a uma inflação alta constituem a receita da já citada — e temida — estagflação.

Se você ainda não ainda está familiarizado com o tema, não tem problema! Continue lendo para descobrir:

  • o que é estagflação? Entenda esse conceito;
  • estagflação no Brasil;
    • reação do mercado e das autoridades;
    • períodos que o Brasil passou por uma estagflação.

O que é estagflação? Entenda esse conceito

Estagflação é o termo que descreve o que acontece com um país quando este passa por um período de queda da sua atividade econômica (estagnação) ao mesmo tempo em que enfrenta uma alta dos preços (inflação).

Nesse contexto, não só o mercado financeiro sofre, mas também toda a população, pois existe o grande risco de ocorrerem demissões em massa, enquanto o custo de vida cresce cada vez mais.

Tratando-se de indicadores econômicos, podemos dizer que a estagflação ocorre quando há: 

  • um aumento das taxas de inflação;
  • o avanço do desemprego;
  • a diminuição do Produto Interno Bruto (PIB).

Esse cenário macroeconômico é de certa forma inusitado, pois, de modo geral, quando o desemprego aumenta, a tendência é que os preços diminuam.

Essa relação inversa entre a taxa de desemprego e de inflação é representada pela curva de Phillips. Por muito tempo, muitos estudiosos de economia acreditavam ser impossível esses dois indicadores avançarem simultaneamente. Contudo, é justamente isso que chamamos de estagflação.

O grande perigo disso é que a estagflação cria um efeito em cascata: produtos mais caros e baixa produção econômica levam, consequentemente, a menos vagas de trabalho. Com o menor poder de compra da população, a economia é menos estimulada.

Em contextos como esses, as pessoas passam a comprar apenas o que é absolutamente necessário, abrem mão do seu padrão de vida e, muitas vezes, até da qualidade da alimentação.

Estagflação no Brasil

O cenário parece desesperador, porém, é importante ter calma neste momento. Tecnicamente, o Brasil não está vivendo uma estagflação — e as chances de isso ocorrer são baixas, mesmo em cenários complexos. 

O que ligou o alerta dos economistas para esse risco é o fato de o PIB brasileiro ter caído 0,1% no segundo trimestre de 2021. Contudo, três meses constituem um período curto demais para realizar qualquer análise aprofundada, da qual se tire um julgamento 100% certeiro.

Além disso, precisamos levar em conta que acabamos de vir de um cenário de pandemia, que impactou profundamente a economia. A produção diminuiu em uma escala muito grande, por exemplo. Esse e outros fatores foram responsáveis pelo rápido aumento da inflação e, em certa medida, do desemprego. Outros motivos são:

  • alta do preço das commodities;
  • desvalorização do real, o que encarece o preço final de produtos do dia a dia e até de bens de consumo;
  • desequilíbrio ambiental, o que está levando o país a uma das piores secas dos últimos anos — isso causa o aumento do preço da energia elétrica e impacta não só na conta de luz das famílias, mas também todo o ciclo produtivo.

Ao mesmo tempo, em 2021, vimos a volta das atividades econômicas e uma grande procura por bens de consumo e serviço, e essa alta demanda também acaba tendo impacto nos preços.

Reação do mercado e das autoridades

Ainda não podemos afirmar que o Brasil está passando por uma estagflação. As autoridades, porém, já reconhecem o risco e estão tomando medidas para tentar lidar com a inflação e com a alta do desemprego:

  • Banco Central: neste ano, o presidente do Banco Central e os outros oito diretores que constituem o Comitê de Política Monetária (Copom) decidiram elevar a Taxa básica de juros Selic sequencialmente, até o patamar atual, de 6,25%, podendo chegar a mais de 8% no fim deste ano. Essa decisão visa à normalização do estímulo monetário a fim de controlar a inflação;
  • Governo Federal: o plano de vacinação da Covid-19 representa um dos principais planos do governo para tentar evitar um cenário de estagflação no Brasil, pois, com o avanço da imunização, setores que estavam parados podem voltar gradualmente, como é o caso do turismo, transportes, eventos, etc., estimulando o crescimento econômico.

Períodos que o Brasil passou por uma estagflação

O Brasil já passou por momentos “de estagflação” – ou ao menos perto disso. Por exemplo, no início dos anos 80, em que enfrentava uma grande dívida externa, ao mesmo tempo que houve o segundo choque do petróleo.

Além desse evento, ocorreram outros cinco períodos menores de estagnação econômica e alta da inflação, que duraram, em média, cerca de dois ou três trimestres. 

O exemplo de estagflação mais recente que nós temos foi em 2015, em que o país precisou buscar o equilíbrio entre uma política de estímulo ao consumo e o combate à inflação. 

A verdade é que a situação ainda é muito incerta para tirarmos dela uma avaliação completa, mas, de qualquer A verdade é que a situação ainda é muito incerta para tirarmos dela uma avaliação completa, mas, de qualquer forma, é importante ficar atento ao cenário econômico para saber como lidar com os seus investimentos. Confira o artigo para saber como a estagflação afeta a bolsa de valores!

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Levante Ideias - Congresso Nacional
E eu com isso

Auxílio aprovado

A Medida Provisória 1.061/21, publicada no início de agosto para instituir o programa Auxílio Brasil, foi aprovada nesta quinta-feira (25) na Câmara dos Deputados, por

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.