vivara-div

Vivara (VIVA3) – Resultado do quarto trimestre de 2019

Vivara (VIVA3) – Resultado do quarto trimestre de 2019

A Vivara divulgou nesta segunda-feira (23) o seu resultado do quarto trimestre de 2019. É o primeiro exercício completo divulgado pela companhia após seu IPO. Os números apresentados vieram bons e acima das expectativas em termos de receita líquida e Ebitda, com lucro líquido abaixo das expectativas.

Os principais destaques positivos foram o crescimento no indicador de vendas mesmas lojas (exclui o efeito de novas unidades) que cresceu 7,4 por cento no quarto trimestre e a fatia do e-commerce na linha de receitas, que representou 8 por cento do total. Em 2018, o segmento online representava apenas 6,5 por cento da receita bruta, enquanto em 2019 o número saltou para 7,1 por cento. 

Esperamos impacto positivo no preço das ações (VIVA3) no curto prazo, pois a empresa entregou resultado em linha com o prometido no IPO.

A receita líquida atingiu 407 milhões de reais, crescimento de 8,5 por cento em relação ao mesmo período de 2018. Foram abertas 14 lojas no trimestre, em linha com o previsto nos planos divulgados para expansão da marca.

A margem bruta foi de 72 por cento no trimestre, aumento de 4 pontos percentuais na comparação anual, refletindo a boa aceitação das coleções de joias lançadas no período. A participação de joias no mix de vendas – que possuem margem mais elevada – aumentou para 50 por cento (47,4 por cento no mesmo período de 2018).

O Ebitda ajustado (IFRS16) totalizou 118,8 milhões de reais no último período de 2019, com margem de 29,2 por cento no trimestre, número absoluto 13 por cento acima do mesmo período de 2018 e 1,2 pontos percentuais de incremento na margem. No ano, a margem Ebitda fechou em 23,2 por cento, acima dos 22 por cento projetados na época da sua oferta de ações.

Na última linha, o lucro líquido ajustado (IFRS16) atingiu 105 milhões de reais, aumento de 29 por cento em relação ao quarto trimestre de 2018, com margem líquida de 25,9 por cento – 4,1 pontos percentuais a mais que o 4T2018.

No ano completo, o lucro fechou em 224 milhões, crescimento de 24,8 por cento e margem de 19,2 por cento (2,2 acima do ano de 2018). Os ajustes no lucro líquido referem-se à adoção das normas da IFRS (-7,7 milhões) bem como a exclusão de itens não-recorrentes, como as despesas com IPO (-15 milhões) e créditos de ICMS na base de PIS/Cofins (+103,7 milhões).

Apesar do bom resultado, o principal catalisador das ações da Vivara (VIVA3) é o tempo em que o comércio ficará fechada impactando as suas lojas por conta das restrições devido ao coronavírus. Uma segunda derivada, ainda, será o impacto no PIB decorrente do momento atual, que pode afetar seus resultados ao longo de 2020.

* Esse conteúdo faz parte do nosso boletim diário: ‘E Eu Com Isso?’. Todos os dias, o time de analistas da Levante prepara notícias e análises que impactam seus investimentos. Clique aqui para receber informações sobre o mercado financeiro em primeira mão.

Leia também: Magazine Luiza (MGLU3) – Resultado do quarto trimestre de 2019

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.

Recomendado para você

Política Sem Aspas

O desafio do teto – parte I

No Comentário de nº 9 da Instituição Fiscal Independente, “Considerações sobre o teto de gastos da União”, Felipe Salto, Daniel Couri e Josué Pellegrini recortam

Read More »
E eu com isso

Redução de jornada até dezembro

O presidente Jair Bolsonaro assinou, ontem (13) a prorrogação da redução proporcional de jornada e salários e suspensão temporária do contrato de trabalho, medidas previstas

Read More »
Fechar Menu

Fechar Painel