Levante Ideias - Ultrapar

Ultrapar muda Diretoria e Conselho de Administração

Na noite de quarta-feira (22), a Ultrapar (UGPA3) anunciou um plano de sucessão de algumas posições importantes dentro da holding. O atual presidente do conselho, Pedro Wongtschowski, cujo mandato se encerra em abril de 2023, será sucedido pelo velho conhecido da empresa, Marcos Lutz, ex-presidente da Cosan.

Lutz atua como conselheiro da Ultrapar, e entre janeiro de 2022 e abril de 2023, antes da sucessão da presidência do Conselho, ele atuará como Diretor Presidente (CEO) da Ultrapar, visando aprofundar os conhecimentos dos negócios atuais do grupo.

O executivo iniciou sua carreira na Ultrapar em 1994, onde permaneceu até 2003, tendo chegado até a presidência da Ultracargo.

Nos anos seguintes, entre 2009 e 2020, Lutz foi CEO da Cosan (CSAN3), holding que engloba em seu guarda-chuva companhias líderes do setor de açúcar e etanol, combustíveis, energia e logística.

A sua volta à Ultra no ano passado foi comemorada pelo mercado e pela empresa, fato que deverá se repetir com as suas novas atribuições na companhia.

E Eu Com Isso?

A notícia não deve ter impacto relevante nas ações da empresa (UGPA3) no curto prazo, mas é positiva para a empresa, que vinha tendo desempenho inferior ao seus concorrentes nos últimos resultados, o que acabou penalizando as ações da companhia.

Agora, a expectativa é que o experiente executivo consiga levar a companhia a uma posição de destaque no competitivo setor de óleo e gás, recuperando o terreno perdido desde a mudança na política de preços de combustíveis da Petrobras em 2017.

Além disso, também ficou definida a sucessão na presidência da Ipiranga. Marcelo Araújo, atual CEO, foi eleito para a diretoria executiva da Holding, ao passo que para seu lugar foi escolhido Leandro Linden.

O ex-presidente ficou no cargo por três anos, e tem profundo conhecimento no setor de óleo e gás. Araújo agora ficará responsável pelas áreas de Sustentabilidade, RI, Compliance, Riscos, Auditoria, entre outros.

O novo eleito (Linden) integrou a companhia há cinco anos para estruturar uma Joint Venture (companhia de controle misto) formada entre a Ipiranga e a Chevron, a Iconic.

Durante a sua gestão, a Iconic quintuplicou seu resultado operacional. O executivo tem longa passagem no setor de combustíveis, tanto no Brasil quanto nos EUA, tendo trabalhado em empresas como Exxon Mobil, Cosan e Raízen.

Este conteúdo faz parte da nossa Newsletter ‘E Eu Com Isso’.

e-eu-com-isso

Leia também: Ultrapar muda conveniência Am/Pm.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Bitcoin - Levante Ideias de Investimentos
E eu com isso

Bitcoin dispara com ato falho da SEC

Sigmund Freud (1856-1939) foi o criador da psicanálise. Essa técnica procura resolver problemas psíquicos, como ansiedade e depressão, analisando o que as pessoas dizem. Um

Read More »
Levante Ideias - Congresso Nacional
E eu com isso

Passivo bilionário

Com a tramitação acelerada na Câmara e expectativa de votação – e aprovação – na próxima semana, a Proposta de Emenda à Constituição 23/2021, que

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.