Levante Ideias - Suzano

Resultados da Suzano (SUZB3) do 4T21

A maior e mais eficiente produtora de celulose do mundo, a Suzano, divulgou seus resultados referentes ao 4T21, na noite desta quarta-feira (09), após o fechamento de mercado. Os números vieram ligeiramente acima do que estávamos projetando. O trimestre contou, novamente, com crescimento na receita e com volume de vendas levemente superior ao trimestre passado.

Os principais destaques ficam com o crescimento da receita líquida total de 7% na comparação trimestral e 43% na comparação anual, alcançando R$ 11,46 bilhões. Tanto o segmento de celulose quanto o de papel cresceram beneficiados pelo maior volume de vendas no trimestre.

O Ebitda ajustado por efeitos não-recorrentes, um dos principais indicadores para medir a capacidade de geração de caixa operacional bruta em empresas de commodities, se manteve em linha com o trimestre passado em R$ 6,3 bilhões no consolidado, um crescimento de 60% em relação ao ano anterior.

A geração de caixa operacional acompanhou os bons números de receita e margens, alcançando R$ 4,8 bilhões e acumulando quase R$ 18,8 bilhões nos últimos 12 meses.

O ponto negativo ficou, novamente, com o aumento do custo caixa da companhia por mais um trimestre, chegando a R$ 747 por tonelada de celulose produzida, impactado pela alta forte dos insumos e combustíveis, além de dificuldades logísticas.

A alavancagem financeira (relação dívida líquida por Ebitda) teve mais uma redução forte, saindo de 2,7 vezes para 2,4 vezes em dólares, já entrando em patamar confortável para as operações da companhia, inclusive levando em consideração a expansão do Projeto Cerrado.

E Eu Com Isso?

Mais uma vez a Suzano prova sua capacidade de execução, conseguindo um volume de vendas próxima à sua produção, preservando as margens altas e saudáveis e gerando caixa. Esperamos um impacto ligeiramente positivo nas ações de Suzano (SUZB3) no curto prazo, já que os números apresentados foram ligeiramente superiores ao que esperávamos e graças a empresa ter finalizado o processo de desalavancagem que foi utilizada para a fusão com a Fibria e reafirmando mais uma vez sua capacidade de execução.

Este conteúdo faz parte da Newsletter ‘E Eu Com Isso’.

e-eu-com-isso

Leia também: Mili na mira da Suzano e de gigantes estrangeiras.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.