din1089-notredame2

Resultado NotreDame Intermédica

Na noite da última quinta-feira (6), o Grupo NotreDame Intermédica (GNDI3) divulgou seus números referentes ao 2T20. Por mais um trimestre consecutivo, a companhia entregou um forte crescimento e mostrou mais uma vez capacidade de integração das operações adquiridas no período.

Os números vieram em linha com as expectativas em termos de receita líquida, mas acima do esperado em termos de Ebitda e lucro líquido.

O principal destaque positivo ficou para a última linha: o lucro líquido ajustado fechou o trimestre em 303,9 milhões de reais, um avanço de 132 por cento em relação ao 2T19

O controle das contas médicas é outro ponto que merece destaque. Esse item é o mais relevante em termos de custos de serviços prestados e reflete o custo assistencial efetivo. As contas médicas aumentaram, mas em proporção menor do que o aumento de receita.

Dessa forma, a sinistralidade caixa caiu 7,2 pontos percentuais e ficou ao redor dos 65 por cento, o menor patamar desde 2015. Essa queda é pelo adiamento dos procedimentos eletivos não emergenciais devido à pandemia da Covid-19.

O resultado da NotreDame Intermédica superou as expectativas e nos mostrou que a empresa vem conseguindo entregar um forte nível de rentabilidade e criação de valor para os seus acionistas. Sendo assim, esperamos que ações da NotreDame Intermédica (GNDI3) tenham desempenho superior ao Ibovespa no pregão desta sexta-feira (7).

A receita da companhia alcançou R$ 2,6 bilhões, o que representou um crescimento de 27,9 por cento na comparação anual. Esta alta, à despeito da pandemia, se deu devido ao aumento de 30 por cento no número de beneficiários do plano de saúde (responsável por cerca de 90 por cento da receita líquida) após a consolidação das novas aquisições realizadas em 2020.

A receita de serviços hospitalares foi de fato severamente afetada, reflexo do isolamento social e da redução dos procedimentos eletivos. Porém, apesar da receita “mesmos hospitais” terem caído 64 por cento, este segmento representa tradicionalmente menos de 10 por cento da receita total, não afetando tão diretamente o resultado.

Ao fim do trimestre, o número médio de beneficiários, que considera os segmentos de saúde e dental, atingiu 6,2 milhões — um crescimento de 25,6 por cento em relação ao 2T19.

O Ebitda Ajustado encerrou o trimestre em 536,3 milhões de reais, aumento de 98 por cento quando comparado ao mesmo período do ano anterior. Dessa forma, Ebitda Ajustado dos últimos 12 meses segue crescendo há pelo menos 14 trimestres consecutivos devido à combinação do crescimento orgânico e da estratégia agressiva de expansão através de aquisições.

Além do lucro líquido mais do que dobrando, a margem líquida também surpreendeu e alcançou 11,7 por cento ante apenas 6,4 por cento no 2T19.

O grupo NotreDame Intermédica encerrou junho com uma relação dívida líquida/Ebitda praticamente nula já que sua dívida líquida é de apenas 27 milhões de reais ante 1,66 bilhão de reais de Ebitda.

Vale também destacar a aquisição da Climepe anunciada na última terça-feira (4). Trata-se de uma operadora de saúde verticalizada com mais de 25 anos de atuação em Poços de Caldas-MG.

Há menos de dois meses, adquiriu o Grupo Santa Mônica (pequena operadora de planos de saúde) na região centro-oeste de Minas Gerais. Apesar da aquisição feita pela NotreDame Intermédica ser relativamente pequena, ela é estratégica pois está próxima ao cinturão montado pela companhia em São Paulo.

A estratégia da companhia tem sido crescer com foco regional e, recentemente, o GNDI optou por sair de São Paulo e explorar outros estados do Sudeste e Sul do país.

Os próximos catalisadores de NotreDame Intermédica são: i) a integração das duas últimas aquisições em Minas Gerais (grupo Santa Mônica, em Divinópolis, e Climepe, em Poços de Caldas) e; ii) as entradas nos importantes mercados de saúde privada no país nos estados do Paraná, Santa Catarina e Minas Gerais.

* Este conteúdo faz parte do nosso boletim diário: ‘E Eu Com Isso?’. Todos os dias, o time de analistas da Levante prepara as notícias e análises que impactam seus investimentos. Clique aqui para receber informações sobre o mercado financeiro em primeira mão.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.

Recomendado para você

tipos de ações da bolsa de valores
Artigos

Empresas preparam IPOs

Nas últimas semanas, o número de prospectos de IPO protocolados na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) aumentou em quase dez, com as companhias “aspirantes” ao

Read More »
Artigos

Resultados da WEG

A Weg (WEGE3) apresentou nesta quarta-feira (21), antes da abertura dos mercados, os seus resultados referentes ao 3T20. Os números vieram bons e acima das

Read More »
Artigos

Resultados do 2T20 da CVC

A CVC (CVCB3) apresentou nesta segunda-feira (20), após o fechamento do mercado e com atraso, seus resultados do segundo trimestre de 2020. Como era de

Read More »
Política Sem Aspas

O desafio do teto – parte I

No Comentário de nº 9 da Instituição Fiscal Independente, “Considerações sobre o teto de gastos da União”, Felipe Salto, Daniel Couri e Josué Pellegrini recortam

Read More »
Fechar Menu

Fechar Painel