qualicorp eeci

Resultado da Qualicorp

A Qualicorp (QUAL3), empresa líder no Brasil na comercialização, administração e gestão de planos de saúde coletivos por adesão e empresariais, apresentou nesta terça-feira (25), após o fechamento do mercado, os seus resultados do 2T20. Os números vieram em linha com o esperado, com destaque lucro líquido acima do esperado, embora impulsionado por alguns ganhos não recorrentes referente a venda de ativos.

Os principais destaques positivos foram: i) o crescimento de 3 por cento no volume comercializado de planos de saúde (vidas) no segmento Afinidades, refletindo o impacto da nova estratégia de atuação da companhia; e ii) redução da taxa de clientes cancelados (churn), com redução de 8,5 por cento.

Já o destaque negativo foi o aumento do endividamento: a dívida líquida aumentou para 594,8 milhões de reais ao final de junho, patamar bem acima da dívida de 20,8 milhões apurada no mesmo trimestre do ano passado. Apesar disso, a alavancagem permanece controlada, com relação dívida líquida/Ebitda de 0,7 vezes.

Por último, a Qualicorp também anunciou um programa de recompra de suas ações. O plano de recompra vai limitar-se até 3,5 por cento das ações em circulação (até 10 milhões de ações ordinárias) e tem uma duração de 12 meses (de 26 de agosto de 2020 a 17 de fevereiro de 2022).

Os números da Qualicorp vieram dentro do esperado. E muito embora a companhia tenha demonstrado alguma evolução qualitativa, a alta acumulada de 11,6 por cento nos últimos três pregões deve limitar os ganhos no curto prazo. Assim, esperamos impacto neutro no preço das ações (QUAL3), em linha com o desempenho do Ibovespa.

A receita líquida da empresa no segundo trimestre deste ano foi de 483,7 milhões de reais, queda de 2,8 por cento ante os 497,5 milhões no mesmo trimestre do ano passado.

O Ebitda ajustado da Qualicorp no segundo trimestre deste ano foi de 233,5 milhões, em queda de 1,9 por cento ante o Ebitda de 238,0 milhões do mesmo trimestre de 2019.

O lucro líquido foi de 126,7 milhões no trimestre (+21,5 por cento a/a), impulsionado por alguns ganhos não recorrentes, principalmente, na venda da operação do QSaúde (40,8 milhões de reais). Ajudou também a redução de 10,8 por cento na Provisão para Devedores Duvidosos (PDD).

No ano as ações da Qualicorp recuam 17,2 por cento, desempenho inferior ao do Ibovespa, que tem perdas de 11,7 por cento em 2020. O desempenho inferior pode ter sido uma motivação a mais para o anúncio do programa de recompra de ações. Afinal, esta tática é usada frequentemente quando o preço da ação está em queda, pois a gestão pretende transmitir confiança aos investidores sobre o futuro da empresa ao considerar suas próprias ações um bom investimento.

Do ponto de vista qualitativo, chama a atenção o processo de mudança cultural pela qual a empresa vem passando em 2020 e foco na digitalização de seus processos.

Acreditamos que os catalisadores das ações da Qualicorp sejam a redução da taxa de clientes cancelados (churn), implicando na manutenção do crescimento no segmento Afinidades e a evolução da parceria recém anunciada com o Grupo NotreDame Intermédica (GNDI). Essa parceria inaugura um novo relacionamento com uma das maiores operadoras do país e permitirá distribuir todos os produtos do portfólio da GNDI, adesão PME e empresarial.

* Este conteúdo faz parte do nosso boletim diário: ‘E Eu Com Isso?’. Todos os dias, o time de analistas da Levante prepara as notícias e análises que impactam seus investimentos. Clique aqui para receber informações sobre o mercado financeiro em primeira mão.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.

Recomendado para você

Artigos

Números da Vivo

A Telefônica Brasil (VIVT3/VIVT4) apresentou nesta terça-feira (27), após o fechamento do mercado, o seu resultado do 3T20 e que, na nossa avaliação, foi regular

Read More »
Artigos

BTG compra corretora Necton

Na onda de consolidação do mercado em busca de capturar o número crescente de CPFs na bolsa, o BTG Pactual fechou a aquisição da Necton

Read More »
Política Sem Aspas

O desafio do teto – parte II

Na primeira parte dessa dupla de textos, concentrei-me em elencar e dissertar acerca das principais regras fiscais em voga hoje no Brasil. Naquela ocasião, deixei

Read More »
Artigos

Política acima de tudo!

O mercado vive uma certa trégua em relação à volatilidade mais acentuada de algumas semanas atrás. Discussões importantes foram adiadas para depois das eleições. Quem

Read More »
Fechar Menu

Fechar Painel